A Polícia Federal prendeu na manhã desta segunda-feira, 10, o prefeito de Niterói Rodrigo Neves (PDT). A operação é um desdobramento da Lava Jato e investiga o desvio de mais de R$ 10 milhões da verba de transporte no município fluminense.

A operação é baseada na delação do ex-dirigente da Fetranspor Marcelo Traça e cumpre ainda outros três mandados de prisão e 19 de busca e apreensão. Os cinco denunciados, incluindo Traça e Neves, vão responder por peculato e corrupção ativa e passiva.

Segundo informações do G1, o prefeito de Niterói é apontado como líder de esquema que cobrava das empresas de ônibus consorciadas do município 20% sobre os valores do reembolso da gratuidade de passagens, concedido a alunos da rede pública de ensino, idosos e pessoas portadoras de necessidades especiais.