Acesse o Sudoeste Hoje via Mobile em qualquer lugar!
  • revoltada: Tambem quero o email ou um contato de Sergio Moro, pra fazer uma denuncia da Justiça e da Educação na...
  • Não te interessa: Alguem sabe como posso acionar a policia federal e mandar uma mensagem pra Sergio Moro?
  • Fernando: Enquanto tem vereadores que trabalha outros vereadores atrapalha a cidade e a população.As sessões na...
  • Não te interessa: Só queria saber por que e tão dificil regularizar a situação de um imóvel nesta cidade. Será que tá...
  • Irene santos: Estou ansiosa pela chegada das casas Bahia no sul do Oeste Itapetinga éramos de santo Andre são Paulo...
  • Stephanie: Preciso trabalha sou mãe e infelizmente o pai da minha BB faleceu então é so eu é ela
  • nilza Maria Ferraz: não colocou o nome de tio Neuma e tio Nerivaldo e tio Nelson obrigada
  • Anonymous: Lamento,meus sinceros sentimentos pela triste perda. A saudade estará sempre presente!
  • Ione Almeida: Meus sentimentos a toda família.
  • CHURRASCO COM CARNE DE PAPELÃO: Que saudade do tempo dos esquerdistas quando enganavam a gente misturando papelão à...
  • Cavaquim: Luladrão foi atrás do “BREQUE FRAUDE” no TRF4, saiu de lá com um aumento de 40% na pena…...
  • Anônimo.: Como é que fica a questão dos equipamentos de segurança para realizar o trabalho em altura? Isso é contra a...
  • Fernando: Toda vez que tem longo período sem chuva ocorre temporal.Consciente que isso vai ocorrer governantes e...
  • Fernando: Os partidos trabalhando para disputar eleições o MDB já começou ,como sempre com força .A imprensa...
  • Noe: Rodrigo tá eleito a oposição e fraca dr Roberto não ganha o grupo de Rodrigo faz uns 6 vereador
leitores online


:: 24/ago/2011 . 6:49

SALVADOR É A 2ª CAPITAL MENOS RELIGIOSA DO PAÍS


Embora sejam maioria, Salvador é apenas a 24ª capital em proporção de católicos

A cidade de Salvador surpreendeu em pesquisa sobre religiosidade realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e apareceu como a segunda do país em número de pessoas que se dizem sem religião. Os dados divulgados pela FGV nesta terça-feira (22) mostraram que a capital baiana só perde para Boa Vista (RR). Ao todo, 17,07% dos entrevistados soteropolitanos  disseram não pertencer a nenhum grupo religioso. Ao mesmo tempo, mesmo banhada pela Baía de Todos-os-Santos e com o marco de possuir 365 igrejas, a cidade de forte herança católica é apenas a 24ª em número de praticantes desta religião dentre as 27 capitais.

Para o historiador e diretor da Fundação Pedro Calmon (FPC), Ubiratan Castro, os dados atestam a característica profana dos soteropolitanos. “É bem possível mesmo que o povo menos religioso seja o de Salvador. Isso aqui sempre foi uma cidade com uma população mais ligada aos prazeres da carne. Não é nem o ateísmo, é a irreligião. Pode ter 500 igrejas, a galera prefere beber cerveja”, declarou. Já o antropólogo Roberto Albergaria destacou também que a pesquisa taxa como “sem religião”, mas os números também podem significar “sem religião definida”.

Ele aponta a alternância de credos como marca do povo local. “O que caracteriza a Bahia é essa multiplicidade de credos, essa volubilidade baiana. O pessoal do candomblé manda rezar missa também. O baiano alterna seus credos como troca de cueca no verão. No fundo, o baiano é católico por tradição, é espírita por desespero, é candomblista por ostentação cultural e ele passa a se tornar cada vez mais evangélico por amor ao dinheiro”, polemizou. BN

RELIGIÕES AFRO: SALVADOR ATRÁS DE PORTO ALEGRE


Salvador perde para cidades do Sul e Sudeste em número de praticantes de religiões afro-brasileiras

“Nessa cidade nem todo mundo é d’Oxum…”. Embora seja considerada como a metrópole de maior representatividade da cultura africana, Salvador é apenas a quarta em adeptos de religiões afro-brasileiras. A capital baiana ficou atrás de Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo, respectivamente, de acordo com pesquisa divulgada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), nesta terça-feira (23). Apenas 0,33% dos soteropolitanos entrevistados se disseram praticantes de credos de origem africana.

O antropólogo Roberto Albergaria e o historiador e presidente da Fundação Pedro Calmon (FPC), Ubiratan Castro, divergem na interpretação do resultado. “O IBGE já havia feito uma pesquisa há 10 anos em que Salvador só aparece em 13º lugar em número de candomblés. No fundo, a história desses credos passou a representar para a gente um item não religioso, mas cultural. É a questão da baianidade que também foi ancorada neste mito da africanidade. ‘A maior cidade negra fora da África’. Mentira. Salvador é a maior cidade mulata do Brasil”, declarou Albergaria.

Já Ubiratan destaca que há um número considerável de pessoas que não se assumem quanto à religião. “Lá [Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo] já existe uma quantidade maior de terreiros, e outra coisa: essas cidades possuem uma população que assume mais a religião. Aqui a grande maioria não quer nem saber. Não dá importância, não assume sua religiosidade”, opinou



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia