Acesse o Sudoeste Hoje via Mobile em qualquer lugar!
  • FRASE DE INTERNET: “Hidroxicloroquina é muito complicado de pronunciar. Já sei, irei chamar de: REMÉDIO DO...
  • João Carlos: Pessoas de pouca informação fica fazendo comentários idioto, achando que as empresas jigantes estão...
  • Antonio: Vendo esses comentários fico imaginando em que mundo vcs vivem, não o comércio de Itapetinga que vai...
  • Hanilton: Com tanto investimento público nesta empresa é um absurdo se aceitar que se façam isto, é inaceitável, os...
  • carkos: Gente vamos pra rua o prefeito Rodrigo tem que liberar os comerciante
  • AMOSTRA GRÁTIS DO COMUNISMO: COMUNISMO, AMOSTRA GRÁTIS Pouca gente se deu conta que desde o final de Fevereiro/2020...
  • Bruno: No boletim de hj, informa que Itapetinga tem dois casos http://www.saude.ba.gov.br/...
  • Leitor: Algum comunicado do governo da Bahia sobre esse assunto?
  • gilmar: Aqui em maiquinique fomos todos demitidos também
  • Anonymous: Muito triste meu Deus
  • Anonymous: Manda à conta pra o governador pagar
  • Dioclecio: Boa
  • Flávio Cavalcanti: Sobre o comentário do Sr JOANN, está completamente compatível com a realidade do herário...
  • FALA SERIO: Fala sério…o prefeito ouviu a maioria da sociedade, principalmente jovens?…. Será que ele...
  • Anonymous: Agora tá provado, esse hospital só serve de enfeite, só sabe fazer feira de saúde pra tirar dinheiro do...
leitores online


:: 2/ago/2011 . 18:42

PRIORIDADE ZERO

Calçamento atende apenas os interesses de um construtor …

 

ITAPETINGA: A receita para se realizar uma boa administração é saber eleger prioridades e aplicar, da forma mais correta possível, os parcos recursos públicos. Isto, pelo que se pode perceber, não é o que faz a administração municipal de Itapetinga, que ao invés de eleger prioridades, elege privilegiados e por eles faz qualquer negócio.

Assim, ao invés de administrar para uma população inteira, o prefeito Zé Carlos e sua equipe administram para um seleto grupo de “amigos”, jogando o dinheiro público na lixeira da corrupção e do desperdício.

Enquanto isto, a população pobre continua na lama e no lixo

 

Um exemplo disto é o que acontece nos bairros Quintas do Morumbí e Américo Nogueira, onde a prefeitura resolveu pavimentar um pedaço de rua, para privilegiar um rico comerciante da sua corrente política, que está construindo casas para vender pelo programa Minha Casa Minha Vida, enquanto diversas ruas dos citados bairros estão imersas na lama dos esgotos que correm a céu aberto e no lixo que não é recolhido, jogado no no meio das ruas.

Assim, a prioridade virou privilégio para poucos e sofrimento para os outros…

Por DAVI FERRAZ

HAROLDO LIMA CHAMA ÉPOCA DE ‘IMPRENSA MARROM’


Haroldo Lima, diretor da ANP, nega denúncias e chama repórter de ‘desqualificado’

O diretor da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Haroldo Lima, classificou a revista Época, que esta semana encarta em sua capa a reportagem “Agência Nacional da Propina”, de “impressa marrom”. Em entrevista ao Bahia Notícias, o comunista disse ainda que o jornalista Diego Escosteguy, que assina o texto que descreve um suposto esquema de corrupção, apontado pela advogada Vanuza Sampaio, de “desclassificado”. “São falsidades das mais berrantes que se possa imaginar. A Época se coloca, com essa matéria, como ‘imprensa marrom’. O rapaz que assina aquele texto é um desqualificado. Veja você que a essência da matéria era o fato de que duas pessoas, que seriam dois assessores da ANP, teriam ganhado R$ 40 mil em cobrança de propina, mas essas duas pessoas nunca foram assessores da ANP e nunca sequer trabalharam na ANP. Um é um procurador-geral da República (Antonio José Moreira) e o outro era um estagiário da Procuradoria (Daniel de Carvalho Lima), que depois foi contratado por uma empresa que tinha contrato com a ANP”, relatou. BN



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia