É impressionante a forma equivocada como a administração municipal enxerga os movimentos sociais. Encaram um protesto justo e ordeiro da população insatisfeita com os rumos da administração, como se fosse um mero ato eleitoral dos seus adversários, e tentam desqualificar o movimento com um argumento bobo, de quem está se pelando de medo, dizendo simplesmente, “foi fraco, tinha pouca gente”. Esquecem-se, por mera conveniência, ou cegueira, de um fator importantíssimo, conhecido como ‘inconsciente coletivo’, aquele mesmo que pedia mudança nas eleições passadas e que hoje morre de arrependimento e quer ir à forra. Quantos protesto já tivemos, nesta administração, em frente à prefeitura municipal? Alguém se lembra? É bom o prefeito ir somando, para ver o tamanho do desgaste que vem sofrendo. Se tivesse juízo, não ouviria a bajulação dos puxas que só querem garantir seus privilégios. Do jeito que vai, é cacete na certa, podem esperar.