Mestre na arte de perder emendas, a exemplo do Compactador de Lixo do deputado Erivelton Santana e da Usina de Asfalto do deputado Sérgio Brito, dessa vez o prefeito de Itororó, Adauto Almeida, foi à rádio Itapuy para anunciar que o Frigorífico não vai mais sair, pelo menos em seu mandato, por conta de ter perdido a emenda parlamentar de R$ 1 milhão de reais que foi enviada pelo deputado Jutahy Jr.

O dinheiro, que já estava na conta da da prefeitura na Caixa Econômica, mas a burocracia do governo do estado e a legislação que rege as normas para deliberar a construção do Frigorífico não permitiram que Adauto avançassem a obra.

Escabreado, murcho, apático e desolado com a perda da emenda, Adauto praticamente jogou a toalha quanto à questão, admitindo somente que a construção inacabada e a área da terra adquirida estão garantidas para o município, e que o seu governo está efetuando o pagamento.

Por falta de planejamento e absoluta incompetência de seu governo, Adauto que deu muita esperança aos empresários e consumidores de nossa Carne-de-Sol, se vê agora de mãos atadas para resolver o problema que ele e seus “meritocráticos” do governo se meteram.

Disse Adauto em seu comunicado que não foi por falta de empenho que a obra não saiu, não. Porém, Adauto, o seu empenho e o de sua turma não foram suficientes.

Quanto à quantia prometida pelo deputado Jutahy, foi de R$ 2 milhões de reais para o Frigorífico, e não só 1 milhão. //Itororó no Ar (Milton Marinho)