O corpo de Bombeiros de Minas Gerais confirmou, na tarde desta sexta-feira (25), o desaparecimento de 200 pessoas, em decorrência do rompimento da barragem em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Segundo a corporação, o comando de operações foi montado no Centro Social do Córrego do Feijão, nas proximidades do campo de futebol e da igreja católica do município.

O campo está sendo utilizado como área de avaliação e triagem de vítimas para atendimento médico. A operação conta com 51 bombeiros militares e seis aeronaves. Às 15h50 o rejeito atingiu o Rio Paraopeba.