Diariamente, nas rede sociais, são postadas fotos das longas filas no PONTO SAC de Itapetinga, acompanhadas de inúmeras denúncias de mal atendimento, falta de funcionários e limitação no número de pessoas atendidas nos serviços prestados diariamente.

Com isso, as filas só aumentam e muita gente precisa montar acampamento durante a noite e madrugada, para conseguir ser atendido no dia seguinte, só que alguns espertalhões ocupam os espaços e vendem vagas para aqueles que realmente necessitam dos serviços do SAC.

Os preços das vagas, segundo denúncias, variam de R$ 50 a R$ 100 reais, conforme o tamanho da fila e a necessidade do ‘freguês”.

Alguém precisa dar um jeito nesse ‘comércio’ vergonhoso aí. Resta saber quem.

Por Davi Ferraz