Com as eleições municipais se aproximando, os grupos de oposição ao prefeito Miller Ferraz em Macarani vivem um drama difícil de ser resolvido: não têm um nome de peso para a disputa pela prefeitura em 2020.

Cotado como opção viável, o empresário Zeneudo Matos (PSD) vem se esquivando em disputar o pleito “por razões pessoais” . Sua saída da disputa é quase certa e pode deixar a oposição a ver navios.

Os antigos líderes Nogueira e Armando Porto não têm quaisquer possibilidades de concorrerem, seja por impedimentos ou razões pessoais, sem falar que não se suportam, o que dificulta uma união. Sem falar do desgaste que acumularam em seus últimos mandatos como prefeitos do município e das últimas derrotas eleitorais.

Pelo quadro atual, restou como opção o vereador Glauber Costa (PP), que tem boa atuação na Câmara Municipal e na mídia, mas que é apenas um iniciante sem liderança sobre os coronéis locais, e deve concorrer mesmo a mais um mandato no legislativo.

Pelo andar da carruagem, o prefeito Miller Ferraz se reelege em 2020, apesar das dificuldades que enfrenta em sua gestão, o que já foi sinalizado na eleição de outubro passado, quando seus candidatos a deputado venceram sem dificuldades os da oposição.

Por Davi Ferraz