novembro 2018
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
Acesse o Sudoeste Hoje via Mobile em qualquer lugar!
  • DURALEX SEDLEX: NÃO HÁ CRIME SEM LEI ANTERIOR QUE O DEFINA , NEM PENA SEM PRÉVIA COMINAÇÃO LEGAL … ONDE ESTÁ...
  • Noel Tavares São José: E, as rachadinhas?!
  • Noel Tavares São José: E, as rachadinhas!
  • José: Do jeito que o povo é idiota, e capaz de ser eleito!
  • Cláudio Piva: É PIRIQUITO…ACHO QUE VOCÊ FUTUCOU UMA CASA DE MARIBONDO COM UMA TOCHA PEQUENA. VOCÊ PIRIQUITO...
  • Anonymous: Com certeza na sua pauta de campanha deve constar o combate a corrupção.
  • José: E so especulação mesmo!
  • Anonymous: Reais pesquisas,kkkkkkkk,acorda moço, é lula no primeiro turno,Jair ( mentira), Bolsonaro é um cabo...
  • Bolsonaro 2022: Davi, essa é uma das mentiras que vai vencer em qualquer festival de mentiras, como maior mentira do...
  • Bianca Alcântara Melo: Com certeza este Saruê vai querer querer quer o mamão até o fim pois a fome dele é maior que...
  • Anonymous: Tem jeito não… é lula e acabou
  • Cavaquim22: Kkkkkkkkkkkkkkk, desculpe-me, não resistir a piada!
  • ???: Tem que ser muito trouxa p acreditar.
  • Davi Ferraz: Não sei
  • Anonymous: E Ilhéus e Itabuna?
leitores online


:: 30/nov/2018 . 21:54

RUI ANUNCIARÁ ‘PACOTE DA MALDADE’ CONTRA SERVIDORES NA PRÓXIMA SEGUNDA-FEIRA

O governador Rui Costa falará sobre o projeto de reforma administrativa, que inclui reajuste na alíquota previdenciária de servidores, na próxima segunda-feira (3), às 14h30, no Salão de Atos da Governadoria.

Também na segunda, mais cedo, às 13h, está marcado protesto do funcionalismo em frente à Assembleia Legislativa da Bahia (Alba).

Entenda a polêmica – Para o governo, o peso dos gastos com aposentadoria dos servidores nas contas públicas da Bahia impôs a necessidade de majorar a alíquota de contribuição dos servidores. Sem essa medida, de acordo com a administração estadual o equilíbrio financeiro estaria comprometido, ameaçando inclusive o pagamento dos aposentados.

O reajuste na alíquota faz parte de um pacote econômico do governo estadual para equilibrar as contas, que inclui ainda corte de despesas, reforma administrativa e otimização de taxas.

Para os servidores, no entanto, o reajuste na alíquota na prática significará uma redução de 2% no salário bruto dos servidores ativos, inativos e pensionistas. A polêmica também foi pauta do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), que não poupou críticas ao governador por conta da proposta.

BOLSONARO DIZ QUE “MAGNO MALTA NÃO FICARÁ ABANDONADO, MAS NÃO OCUPARÁ MINISTÉRIO”

 

Após convidar uma assessora do senador Magno Malta (PR-ES) para o Ministério dos Direitos Humanos e frustrar a expectativa de que pudesse convidar o parlamentar para uma Pasta, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse que Malta não ficará “abandonado”, mas que não deve assumir um ministério.

“O Magno Malta é uma pessoa que me ajudou muito, que eu respeito Não vai ficar abandonado, ele tem como participar do governo em outra função”, disse Bolsonaro a jornalistas em Cachoeira Paulista (SP), onde visitou o Santuário da Canção Nova.

A função para Magno Malta, no entanto, não está definida. “Existe campo para ele, sim. Mas, infelizmente, os ministérios estão se esgotando”, declarou o presidente eleito.

Bolsonaro procurou afastar sua responsabilidade após deixar a bancada evangélica e pastores descontentes com a falta de convite a Magno Malta. “Não fiz campanha prometendo absolutamente nada para ninguém, pretendemos aproveitar as boas pessoas, agora não podemos dar ministério para todo mundo”, disse.

Em entrevistas que deu no Vale do Paraíba nesta sexta-feira, Bolsonaro afirmou que faltam dois ministérios para oficializar os titulares, fazendo referência às Pastas do Meio Ambiente e dos Direitos Humanos.

Questionado sobre a quantidade de ministérios no governo, Bolsonaro afirmou que ficará “na casa dos 20” e próximo à metade do quadro atual. Na campanha, ele havia falado em reduzir para 15 Pastas.

O presidente eleito afirmou também que poderá escolher mais militares para o governo e que as indicações ocorrem com base no currículo dos indicados.// Correio

BAHIA: GOVERNADOR RUI COSTA COM A MÃO NO BOLSO DO SERVIDOR

O governador Rui Costa (PT), está determinando o aumento da alíquota de contribuição previdenciária de 12% para 14% para o funcionalismo público. A consequência dessa medida, é agravar a situação da falta de aumento salarial para o funcionalismo estadual e consequente redução de ganhos do trabalhador, decorrente do aumento da alíquota da previdência.

Pós-eleição, o governador traz isso à tona e o trata como se esse prejuízo ao servidor, já tivesse sido sinalizado em sua proposta de reeleição.

O fato é que Rui só agora admite que a Previdência é deficitária, tendo passado todo o período eleitoral afirmando que o Brasil não precisava de reforma da Previdência, que faltava gestão e que ela era extremamente superavitária.

CORTE DE 1.500 CARGOS COMISSIONADOS

E para não dizer que Rui acabou com seu estoque de judiação contra servidores, sobretudo que o apoiaram em sua campanha de reeleição, o governador anunciou que exonerará mais de mil cargos comissionados. Rui planeja extinguir 1,5 mil cargos comissionados.

Atualmente a administração estadual tem hoje 13 mil postos comissionados. Vale lembrar que um dos primeiros atos do governador Rui Costa quando foi eleito foi cortar mais de mil cargos comissionados, no início de sua gestão. //Blog Val Cabral

REGIÃO: JUSTIÇA FEDERAL NEGA LIMINAR PARA RETIRADA DE ‘ÍNDIOS’ EM FAZENDA NO LARGO

A 1ª Vara da Justiça Federal em Vitória da Conquista negou pedido de liminar que Alberto Jorge Barbosa e Jacqueline Josefa Barbosa Rocha formularam contra a Comunidade Indígena do Cachimbó, que ocupou, em fevereiro deste ano, 1/3 da Fazenda Conjunto São Francisco, que tem área total de 813 hectares, situada no Município de Ribeirão do Largo. Eles alegam que  o imóvel lhes pertence, conforme escritura pública registrada, e estão impedido de usufruí-lo.

Segundo o Blog Itambé Agora, a ação de reintegração de posse foi originariamente proposta na Comarca de Encruzilhada. Na petição, Jorge e Jacqueline alegaram que os índios invadiram a Fazenda e se recusam a sair. Também afirmaram que esses índios, liderados pelo autointitulado Cacique Capilé, não têm identidade indígena nem ligação com o imóvel, conforme declaração da Direção da Proteção de Terra da FUNAI.

A liminar de desocupação chegou a ser concedida pela Justiça Estadual, mas a Procuradoria Federal, com representação na capital do Estado, representando a FUNAI, se manifestou nos autos apresentando nova informação da Coordenação Regional Sul da Bahia, em que aponta para a existência de terra indígena, e requereu deslocamento do julgamento do feito para a Justiça Federal em Vitória da Conquista, o que foi deferido pelo Juiz Estadual, que também revogou a liminar.

Distribuída a ação para a 1ª vara da Justiça Federal em Vitória da Conquista, os advogados de Alberto e Jacqueline insistiram na concessão de nova liminar.

Na sua decisão, o juiz federal João Batista de Castro Júnior afirmou que a comunidade indígena é que precisa de proteção. Depois de explanar que muitos títulos de propriedade na Bahia foram forjados através de ardis cartoriais, aproveitando-se da ausência de comunidades indígenas expulsas de suas terras, o magistrado negou a liminar de desocupação pedida.

Ainda na mesma decisão, destacou que a Procuradoria Federal em Vitória da Conquista está sendo omissa por não ter se manifestado até agora, quando tem a missão legal de fazê-lo. Em razão disso, determinou que ela obrigatoriamente promova a defesa técnica dos índios, tendo em vista que eles não se valeram da prerrogativa constitucional de se fazerem defender através de advogados particulares.

Para ler a decisão na íntegra, clique aqui:
  • DE MÃOS VAZIAS, RUI TRANSFERE RESPONSABILIDADE
    7 de janeiro de 2022 | 22:15

    Pra variar

    O governador Rui Costa (PT) voltou a praticar aquela que tem sido uma das suas principais especialidades: transferir responsabilidade. Nesta semana, ao falar sobre os problemas ocasionados pelas chuvas na Bahia, reclamou do que chamou de “ajuda substantiva” do governo federal. Desde que as chuvas se intensificaram, Rui tem reclamado e chegou a fazer uma queixa pública numa coletiva com a presença de ministros de Bolsonaro em Ilhéus.

    A realidade

    Enquanto Rui transfere responsabilidade, municípios sofrem com a falta de medidas para minimizar os impactos das chuvas e o sofrimento das pessoas. Itapetinga, Itambé, Macarani, Itororó e Ibicuí computam suas perdas, Rui empurra a responsabilidade para Bolsonaro e João Roma deita e rola.

    Irritados
    As queixas se espalham pelas cidades atingidas e já contaminam parlamentares da base, que se mostram irritados com a transferência de responsabilidade. Eles dizem que falta um plano emergencial para a recuperação da infraestrutura e, em seguida, outro plano que foque na construção das cidades. “Não dá, nesse momento, para ficar procurando culpados. Ele tem é que botar os secretários para resolver os problemas urgentes”, reclama um parlamentar.

    Vale a pena ver de novo

    Essa não é a primeira vez que Rui transfere responsabilidade. Aliás, foram muitas. Na segurança pública, principalmente, o governador tem colocado a culpa do crescente aumento dos índices de violência no governo federal. Na educação, ainda este ano, chegou a culpar os prefeitos pelos baixos resultados no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). //Correio


  • 16 de dezembro de 2021 | 21:37


  • 15 de dezembro de 2021 | 00:21


  • 15 de dezembro de 2021 | 00:05


  • 14 de dezembro de 2021 | 23:41


  • 5 de dezembro de 2021 | 08:28

  • CHOPP CHU ESTÁ DE VOLTA!
    3 de outubro de 2021 | 22:20

  • BASE DE RODRIGO NÃO QUER ALIANÇA COM PT
    23 de setembro de 2021 | 19:39

    As reiteradas declarações de Lúcio Vieira Lima sobre um provável apoio do MDB baiano à candidatura do petista Jaques Wagner ao governo , em 2022, caiu como uma bomba em Itapetinga, com a base do prefeito Rodrigo Hagge reagindo e se posicionando contrária á malfadada ideia, por razões mais do que óbvias: o PT é o principal adversário do MDB no município.

    CONFIANÇA EM RODRIGO

    Mesmo assim, a decisão final será do prefeito Rodrigo, que deverá ouvir o MDB local e sua base aliada, caso o diretório estadual decida se aliar ao PT ou a qualquer outro partido. A confiança no jovem prefeito é total, mas a preferência dos Saruês e Gabirabas é por ACM Neto, lembrando que o DEM já é parceiro do MDB em Itapetinga e faz parte do governo municipal. Uma aliança com o PT inviabilizaria essa e outras parcerias e racharia a base de Rodrigo.

    APOIO DE MICHEL A WAGNER EM 2006

    Nas discussões sobre essa questão, muita gente cita o apoio de Michel Hagge a Jaques Wagner, nas eleições de 2006, mas o contexto era outro e permitia essa aliança. Michel era prefeito e tinha como principal adversário o então governador Paulo Souto, seu primo carnal. Itapetinga era tratada a pão e água pelo governo do estado, a mando do velho ACM. Por outro lado, o MDB nacional e estadual faziam parte do governo Lula, com Geddel no Ministério da Integração Nacional. Deu a lógica.

    E JOÃO ROMA?

    Outra opção para o governado da Bahia é o candidato bolsonarista João Roma, Ministro da Cidadania e amigo pessoal de Rodrigo. Apesar do nome dele ainda não estar nas discussões no tabuleiro político local, é bom lembrar que a votação de Bolsonaro em Itapetinga nas últimas eleições, foi majoritária, tanto no primeiro quanto no segundo turno. Isso pesa e deve ser decisivo em 2022. É caso a pensar…

  • RODRIGO TEM INDEPENDÊNCIA
    3 de setembro de 2021 | 11:47

    Em entrevista recente a uma rádio de Conquista o prefeito Rodrigo Hagge afirmou que não está participando de nenhuma articulação do MDB estadual para um provável apoio à candidatura de Jaques Wagner (PT) ao governo da Bahia e que o MDB de Itapetinga tem independência para escolher a quem apoiar para o governo. Só para lembrar, o MDB de Itapetinga é antipetista.

    COISA DE LÚCIO

    De acordo com a imprensa de Salvador, Lúcio Vieira Lima tem conversado com petistas e pode apoiar Wagner, mas não tem a garantia de que será acompanhado pelas lideranças do MDB nessa sua nova aventura. A tendência dos emidebistas do interior é apoiar ACM Neto e até João Roma. PT fica difícil.

    OUTRO MOMENTO

    É verdade que em 2006 Michel Hagge apoiou Jaques Wagner na sua primeira eleição para governador e que Wagner subiu no palanque de Michel em 2008, mesmo tendo um candidato a prefeito do PT na cidade. Era outro momento e de lá para cá as relações não são mais as mesmas. Apesar da liderança de Rodrigo ser incontestável, fica difícil convencer os Gabirabas e Saruês a apoiarem seus ferrenhos adversários, depois de tanta perseguição contra a gestão de Rodrigo e seus correligionários, por Rui Costa e seus prepostos. Não vejo com bons olhos.

    FOTO COM ROSEMBERG

    Rodrigo explicou na entrevista que cumpriu agenda institucional em Salvador, na Sesab e Seagri, para tratar do retorno de Itapetinga à Policlínica de Conquista e para reativar o projeto do Frigorífico de Aves, prometido pelo ex-secretário da Agricultura. Rosemberg aparece na foto porque também acompanhou a visita institucional de Rodrigo, como deputado da região. Nada mais do que isso. O resto é mera ‘especulation‘.

    O ‘TRATOR’ RENAN DEVE RECUAR

    O vice-prefeito Renan Pereira tem sido aconselhado por amigos e até familiares a não “aparecer muito” nos eventos bolsonaristas em Itapetinga, para não ‘queimar o filme’ com o cacique estadual do DEM, ACM Neto, que quer ver Bolsonaro pelas costas. Se o “trator” vai aceitar o conselho, é outra conversa. Mas 7 de Setembro tá vindo aí e tem manifestação de apoio ao presidente marcada. Será que vai viajar? Tô apostando…

  • VAI DE CORONAVAC ?
    13 de agosto de 2021 | 20:36

    Aplicada em massa no Brasil e até no Chile, a vacina chinesa Coronavac está na berlinda. Casos de pessoas que receberam as duas doses do imunizante e contraíram o vírus da Covid-19 se repetem, com a grande mídia bancada por Dória de boca fechada. Pior ainda foi a morte do ator Tarcísio Meira e agora a contaminação de Silvio Santos, que também receberam duas doses da Coronavac.

    ANVISA DESCONFIADA

    Desconfiada da pouca eficácia da vacina chinesa, a Anvisa já pediu à Pfizer estudos sobre a aplicação de uma 3ª dose de reforço para quem já recebeu duas doses do imunizante, como aconteceu no Chile, onde 70% da população vacinou duas vezes com a Coronavac e mesmo assim a contaminação voltou forte. Como dizem os bolsonaristas e até os petistas, “Isso a Globo não mostra!”.

    GENTE DESISTINDO

    Aqui na Bahia, tem gente se recusando a vacinar com o imunizante chinês, que ainda está sendo distribuído no estado. Em várias cidades, pessoas saíram das filas quando souberam que iriam ser vacinadas com Coronavac. Preferem, assim como o nosso governador Rui Costa, a vacina da Pfizer, mas encaram a Astrazeneca sem problemas. Baiano é lascado, mas é chic…

  • RSSArquivo de Quentinhas & Boas »


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia