Na manhã deste domingo de eleições, em Itapetinga, inúmeros eleitores se queixaram do sistema biométrico, que, segundo eles, apresentou problemas na leitura, atrasando o processo de votação, gerando filas em quase todas a sessões.

O Sudoeste Hoje manteve contato com representantes da Justiça Eleitoral em um dos locais de votação, que confirmaram o problema na biometria, em algumas sessões.

Segundo os representantes do TRE, é necessário que o eleitor cadastrado na biometria faça 4 tentativas, para que seja liberado o voto pelo sistema convencional, o que, de fato, acaba gerando atrasos.

Muitas filas se formaram na entrada das sessões, irritando eleitores.

Por Davi Ferraz