O PT confirmou neste sábado (4), em São Paulo, a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República durante a convenção nacional. No entanto, o partido não decidiu quem será o vice na chapa com Lula.

Durante o evento ficou definido que serão realizadas caravanas saindo de todos os estados até Brasília no dia 15 de agosto, prazo final para apresentação de pedidos de registro de candidaturas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está preso em Curitiba, desde 7 de abril, após ter sido condenado a 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro, em segunda instância, no caso do triplex de Guarujá.

De acordo com a Lei do Ficha Limpa, o ex-presidente é inelegível e sua candidatura poderá ser impugnada no TSE.