Esta história de 2 rádios transmitindo, ao mesmo tempo, as sessões da câmara de vereadores é uma vergonha e um tremendo desperdício de dinheiro público. Tanto a Rádio Jornal, quanto a Fascinação, têm o mesmo alcance, o que não justifica a contratação das duas. Bastava uma rádio, e pronto. Mas o que ocorre é que os vereadores precisam de “espaço” para exporem suas idéias, segundo alegam alguns deles. Na verdade, esses contratos funcionam como “cala-boca”, para que os esfomeados locutores não falem mal da nossa ‘conceituada’ edilidade.