Geddel e Cesar Borges fazem “corpo-mole”?

Não é somente na Bahia que aliados do PT, como PMDB e PR, andam fazendo corpo-mole. A campanha de Dilma Rousseff constatou que o mesmo ocorre em outros estados, como Minas Gerais, Ceará e Amazonas.

De acordo com matéria publicada neste domingo no jornal O Globo, o presidente Lula decidiu enquadrar os aliados que não estão se empenhando para eleger Dilma Rousseff. A reportagem revela que “em reunião reservada, chegou-se à conclusão de que os peemedebistas estão sem fazer campanha em pelo menos cinco estados considerados estratégicos: São Paulo, Minas Gerais, Bahia e até Rio Grande do Sul, onde o partido declarou apoio formal ao candidato tucano, José Serra”.

As mágoas que restaram após o primeiro turno das eleições são apontadas como o motivo da apatia dos aliados. Na Bahia, é mencionada especialmente a situação do deputado federal Geddel Vieira Lima (PMDB), derrotado na disputa pelo governo, além do senador César Borges (PR), que se frustrou na tentativa de reeleição.