Pesquisa do Instituto Sensus encomendada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) divulgada na noite desta quarta-feira mostra a candidata do PT à presidência da República, Dilma Rousseff, com 52,8% de votos válidos, contra 47,2% do tucano José Serra. O cenário desconta os eleitores indecisos e aqueles que disseram que votariam em branco ou anulariam o voto no dia 31 de outubro. No caso de ambos os presidenciáveis, houve variação de votos dentro da margem de erro, com Dilma ampliando de 52,3% na última semana para 52,8% no atual levantamento, ao passo que o ex-governador de São Paulo, José Serra, passa de 47,7% para 47,2%. Os votos válidos desconsideram brancos e nulos, que somaram 4,1% dos entrevistados, e indecisos, que somaram 7,2%. Considerando-se este público eleitor, Dilma tem 46,8% e Serra, 41,8% dos votos totais. A pesquisa foi realizada nos dias 18 e 19 de outubro, com 2 mil eleitores. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 36.192/2010. No cenário espontâneo, Dilma passou dos 44,5% do levantamento realizado entre os dias 11 e 13 deste mês para 45,3% na pesquisa atual. José Serra tinha 40,4% e agora tem 40,6%. Brancos e nulos somam 4,1% e indecisos, 9,5%. Quando medido o patamar de rejeição dos candidatos, os dois se mantém estáveis, com Dilma Rousseff com 35,4% e José Serra com 39,8%. (Terra)