João Monte avisou
Apesar das pessoas falarem que João Monte é meio ‘aluado’, acho que ele é o único que ainda tem os pés no chão, nesta fraquíssima equipe de Zé Carlos. Tanto é que ele avisou ao prefeito e seus 40 ‘come-feiras’, que uma caminhada nas, atuais circunstâncias, seria “suicídio político”. Não quiseram ouvir João Doido, deu no que deu. Zé Carlos precisa aprender uma coisa: nunca subestime as ‘inspirações’ dos ‘malucos beleza’.


Voto por cachaça
O equivocado prefeito de Itapetinga, ainda acha que ganhou as eleições de 2008 por mérito próprio, sem entender que o que houve foi um desejo de mudança, que nasceu no seio da própria sociedade. Hoje, assessorado por um bando de irresponsáveis, repete a mesma tática de ’empurrar’ bebida alcoólica na rapaziada, antes e durante os seus eventos políticos, em troca de votos e participação. Invarialvelmente, dá no que deu: motoqueiro bêbado e irresponsável atropelando pessoas. Mais um pecado que deverá ficar na conciência de alguém…


Parecia ‘arrastão’
O prefeito Zé Carlos juntou toda a sua tralha e foi fazer corpo a corpo no Clodoaldo Costa. Estavam lá os vereadores Romildo, Zé Roberto, Nilton do jogo do bicho, Dedé ‘gente boa’ e Valdeir da ‘carteira de motorista’. A presença de tanta gente ‘ilustre’ acabou espantando o eleitorado, e o que se viu foi gente fechando as portas e as janelas. Prá variar, tomaram uma merecida vaia e sairam de lá ‘pianinho’. êta eleição porrêta!


Até tú, traíra?

O vice Edilson Lima denunciou em seu programa, na rádio Fascinação, que o prefeito deu um aperto nos seus famosos ‘contratados’, para que eles ‘entrem na campanha’ dos seus candidatos. Pelo visto, nem mesmo os apadrinhados do prefeito acreditam em seu projeto político, pois ele livrou a cara de 512 contratados, demitidos por ordem da justiça, e os ‘traíras’ entendem que não lhe devem favor nem obediência. Viva a democracia!