maio 2024
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  
Acesse o Sudoeste Hoje via Mobile em qualquer lugar!
leitores online


:: 29/maio/2024 . 12:36

ITAPETINGA | PREFEITO RODRIGO HAGGE AUTORIZA CONSTRUÇÃO DE 200 MORADIAS PELO PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA

Na manhã desta quarta-feira (29), o prefeito Rodrigo Hagge autorizou a construção de 200 moradias em Itapetinga, pelo programa Minha Casa, Minha Vida, em convênio com a Caixa Econômica Federal.

O anúncio foi feito pelas redes sociais, com a participação da empresa responsável pela construção e do secretário municipal de infraestrutura Gustavo David, além do engenheiro Sisínio Galvão, responsável pela execução da obra.

As 200 unidades habitacionais serão construídas entre a Vila Isabel e Vila Riachão.

Redação SH 

CONGRESSO DERRUBA VETO DE LULA E ACABA COM A ‘SAIDINHA’ DE PRESOS

O Congresso Nacional derrubou veto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao projeto que trata da saída temporária de presos, a “saidinha”. Quando vetou, Lula queria abrir brecha para permitir permissão de visita de presos à família. Mas com a derrubada do veto, esse benefícios fica impedido. Foi mantido apenas o direito de condenados deixarem a prisão para fazer cursos profissionalizantes ou de ensinos médio e superior.

Por 314 votos pela queda, 126 pela manutenção e duas abstenções, deputados preferiram retomar o texto original aprovado na Casa. No Senado, 51 acompanharam a posição da Câmara, 11 votaram em favor da “saidinha” e um senador se absteve.

A lei também prevê a exigência de exames criminológicos para a progressão de regime penal e o monitoramento eletrônico obrigatório dos detentos que passam para os regimes semiaberto e aberto. O exame avalia “autodisciplina, baixa periculosidade e senso de responsabilidade”.

Antes da aprovação do projeto de lei, em março, a autorização era dada aos detentos que tenham cumprido ao menos um sexto da pena, no caso de primeira condenação, e um quarto, quando reincidentes. As “saidinhas” ocorriam até cinco vezes por ano e não podiam ultrapassar o período de sete dias.

Como mostrou o Estadão, há duas semanas o governo mobilizou uma força-tarefa para garantir a manutenção o veto presidencial. Participaram deste grupo ministros, como Ricardo Lewandowski (Justiça), Alexandre Padilha (Relações Institucionais) e Silvio Almeida (Direitos Humanos) e líderes do governo no Congresso Nacional.

Eles procuraram deputados do Centrão e bancadas influentes, como a Frente Parlamentar Evangélica, para convencer pela manutenção, mas a tentativa foi malsucedida. “Esse é o veto mais fácil de ser votado hoje para ser derrubado. O governo Lula cometeu um grande erro ao vetar um projeto de lei que aprimora essa segurança pública”, disse o senador Sérgio Moro (União-PR).

A preservação da “saidinha” em feriados era tida para o PT como uma “questão de honra” e como uma “pauta cara” para Lula, como disse o líder do governo na Câmara dos Deputados, José Guimarães (PT-CE) a outros líderes da Casa.

Fonte: Estadão/Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado


  • 7 de maio de 2024 | 15:51


  • 11 de abril de 2024 | 15:13


  • 10 de abril de 2024 | 22:24


  • 8 de março de 2024 | 17:32


  • 31 de janeiro de 2024 | 22:20


  • 22 de novembro de 2022 | 22:03


  • 8 de novembro de 2022 | 22:44


  • 8 de novembro de 2022 | 22:31


  • 8 de novembro de 2022 | 22:23


  • 8 de novembro de 2022 | 22:11

  • RSSArquivo de Quentinhas & Boas »


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
error: Cópia não Autorizada - Sudoeste Hoje!