janeiro 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Acesse o Sudoeste Hoje via Mobile em qualquer lugar!
leitores online


:: 26/jan/2024 . 21:30

SÁBADO SERÁ CHUVOSO, PREVÊ CLIMATEMPO

O Instituto de Meteorologia Climatempo, um dos mais confiáveis do Brasil, prevê muita chuva para Itapetinga durante todo o dia deste sábado (27).

Até esta sexta (26), já choveu 154 mm em Itapetinga, neste mês de janeiro, o que representa 200% da média normal para o mês, segundo estações meteorológicas e satélite do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC).

As chuvas na Capital da Pecuária, em janeiro, têm sido moderadas e bem distribuídas durante todo o período, sem causar estragos na cidade e zona rural.

Por Davi Ferraz

HIPERMERCADO CARREFOUR FECHOU AS PORTAS EM CONQUISTA NESTA SEXTA-FEIRA

As atividades do Carrefour chegaram ao fim em Vitória da Conquista, nesta sexta-feira (26). O encerramento, previsto para o dia 31 desse mês, foi antecipado e as portas do estabelecimento foram fechadas.

O Blog do Sena esteve no local e verificou que as grades estão trancadas e caminhões estão cuidando da mudança e do transporte de mercadorias. A notícia do fechamento veio pouco antes do Natal.

Segundo o grupo, que também é dono da bandeira Atacadão, a decisão foi tomada porque os outros atacadistas da rede presentes na cidade já atendem à demanda. O Carrefour foi inaugurado com essa bandeira em maio de 2023. Anteriormente, o estabelecimento era operado pelo grupo Big Bompreço. Esse foi o terceiro mercado que funcionou no local, onde antes do antigo Hiperbompreço, funcionava o Superlar.

A população aguarda agora qual será o destino dado para o espaço, que fica em um das vias mais importantes da cidade. Já se especula que outro grupo atacadista deve passar a funcionar no local, mas nada foi confirmado ainda.

ELEIÇÕES | CLÉBIO LEMOS FECHA APOIO À PRÉ-CANDIDATURA DE EDUARDO HAGGE

Sempre aberto ao diálogo e valorizando as bases sociais, o pré-candidato a prefeito Eduardo Hagge (MDB) vem conquistando adesões ao seu nome a toda hora, em ritmo acelerado e crescente.

No final da tarde desta sexta-feira, foi a vez do ex conselheiro tutelar por 13 anos, Clábio Lemos, manifestar apoio incondicional à sua candidatura, que nos últimos dias vem demonstrando força com a adesão de antigos adversários.

Atuante nos projetos sociais e defensor incansável das pautas de defesa do menor e do adolescente, Clébio Lemos é um jovem de valor e vai engrandecer o grupo do prefeito Rodrigo Hagge adicionando força à pré-candidatura de Eduardo, junto à juventude do município.

A adesão de Clébio ao grupo do prefeito Rodrigo contou com a articulação da competente Eliene Portela, emedebista de primeira hora.

Excelente aquisição!

Por Davi Ferraz

JOÃO ROMA | “CAUSA DO CONFLITO ENTRE ÍNDIOS E FAZENDEIROS FOI A OMISSÃO DO ESTADO”

ECONOMIA | FEIJÃO COM ARROZ SOBEM DE PREÇO E PESAM NO BOLSO DO CONSUMIDOR

Principais alimentos do prato do brasileiro, por terem preços mais em conta e por proporcionar uma dieta com equilíbrio nutricional, o feijão e arroz podem encarecer em 2024.

Os dados são do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgado no dia 11 de janeiro  pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em dezembro, todos os nove grupos de produtos e serviços analisados pela pesquisa registraram alta, no entanto, a maior veio de alimentação e bebidas (1,11%), grupo que acelerou em relação ao mês anterior (0,63%) e exerceu o maior impacto sobre o resultado geral (0,23 ponto percentual). Populares na mesa,  o encarecimento desses produtos geram problemas e pesa no bolso de todos os brasileiros. Acompanham a alta dos preços a batata-inglesa (19,09%), o feijão-carioca (13,79%), o arroz (5,81%) e as frutas (3,37%). A a alimentação no domicílio subiu 1,34%. No acumulado do ano passado o arroz subiu 24,54%.

O motivo se deve às influências dos eventos climáticos recentes. O aumento da temperatura e o maior volume de chuvas em diversas regiões do país influenciaram a produção dos alimentos, conforme, explicou, em nota, o gerente do IPCA, André Almeida.  Segundo ele, no caso do arroz, que registrou alta pelo quinto mês seguido, a produção foi impactada pelo clima desfavorável. O feijão, por sua vez, tem relação com a redução da área plantada, o clima adverso e o aumento do custo de fertilizantes.  Há, entre especialistas, uma preocupação com a possibilidade desses preços subirem em 2024.

Atualmente em Salvador, em alguns locais o quilo do feijão preto pode chegar até R$ 15 reais, quando, já chegou a custar  de R$7 a R$10 a depender dos estabelecimentos.   Já um quilo de arroz nos principais grandes mercados está entre R$ 7,50 a R$10, a depender da marca e do tipo. Entre 2020 a 2021, por exemplo, este valor variava entre R$ 2,50/kg a  R$4/kg.

Uma inflação de 4,5%,  ainda que dentro da meta,  e o aumento do arroz e do feijão, vão trazer desconfortos no bolso da população de baixa renda.


  • 11 de abril de 2024 | 15:13


  • 25 de março de 2024 | 05:51


  • 8 de março de 2024 | 17:32


  • 31 de janeiro de 2024 | 22:20


  • 10 de outubro de 2023 | 22:24


  • 22 de novembro de 2022 | 22:03


  • 8 de novembro de 2022 | 22:44


  • 8 de novembro de 2022 | 22:31


  • 8 de novembro de 2022 | 22:23


  • 8 de novembro de 2022 | 22:11

  • RSSArquivo de Quentinhas & Boas »


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
error: Cópia não Autorizada - Sudoeste Hoje!