Dezenove brasileiros foram presos em Massachusetts, Boston, nos Estados Unidos acusados de um esquema de estelionato que vitimou mais de 2 mil pessoas na América do Norte. Entre os presos, está um casal de baianos, naturais do município de Vitória da Conquista: Wemerson Dutra Aguiar, 25, e Priscila Barbosa, 35.

O esquema operava em todos os Estados Unidos criando contas fraudulentas em aplicativos de entrega e transporte. As contas eram criadas utilizandos identidades roubadas e vendidas para motoristas que não possuiam as qualificações necessárias para operar nesse tipo de serviço.

De acordo com o Departamento de Justiça do distrito de Massachusetts, o esquema também contava com a criação e uso de bots automatizados e tecnologia de falsificação de GPS para aumentar o dinheiro recebido com as contas fraudadas. O governo estadunidense estima que mais de 2 mil pessoas foram roubadas e tiveram as identidades utilizadas no esquema.

O esquema era operado desde janeiro de 2019, com os conspiradores fraudando pelo menos cinco empresas de transporte e entrega nos EUA. O esquema envolvia a obtenção de imagens das carteiras de habilitação e números do Seguro Social das vítimas, a criação de contas fraudulentas de motoristas usando esses identificadores e o aluguel ou venda dessas contas.

O casal baiano pode pegar até 20 anos de prisão. A depender do comportamento na cadeia, podem ter três anos de condicional, além de precisarem pagar multa de 250 mil dólares ou duas vezes o ganho bruto do crime. //Correio