O Ministério da Saúde suspendeu nesta terça-feira (11) a vacinação de grávidas com a AstraZeneca, uma precaução para evitar eventos muito raros. A Anvisa reiterou que a vacina é segura para os outros grupos.

Na nota, divulgada na segunda-feira à noite, a Anvisa recomendou a suspensão imediata do uso da vacina da AstraZeneca/Fiocruz em mulheres gestantes.

Em 15 de março, o Ministério da Saúde tinha incluído no grupo de prioritárias as gestantes com comorbidades. No fim de abril, as demais gestantes e as mulheres que acabaram de dar à luz.

A Anvisa tomou a decisão por precaução, depois de ser informada sobre a internação de uma grávida de 35 anos, no dia 5 de maio, e que morreu nesta segunda (10). Segundo a Anvisa, o tipo de trombose que a mulher sofreu é extremamente raro.

Em nota técnica, a Anvisa destacou que não há comprovação que a morte tenha sido provocada pela vacina.