A desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago, ex-presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), presa na semana passada em nova etapa da Operação Faroeste, foi transferida recentemente para Brasília, segundo informa o jornalista Jairo Costa Jr na Coluna Satélite do Correio* Online.

Ela ocupa agora sala especial no Presídio da Papuda ou na carceragem da PF, de acordo com a Satélite. Antes, estava no Batalhão de Choque da PM, em Lauro de Freitas.

O Relatório de Análise Preliminar de Movimentação Bancária 001, documento encartado nos autos da Operação Faroeste, aponta que a desembargadora movimentou em suas contas bancárias R$ 17,49 milhões, entre créditos e débitos, de 1º de janeiro de 2013 até agora.