O aumento no número de casos de dengue na Bahia assusta neste início de ano. A situação é mais grave em Feira de Santana, onde foram registrados 1.520 casos da doença e quatro mortes, segundo o novo boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde de Bahia (Sesab), nesta sexta-feira (22).

De acordo com a Sesab, outras duas mortes causadas pela dengue foram registradas em Salvador e Candeias, na Região Metropolitana. No estado, já foram notificados 3.725 casos da doença, que é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, que também é responsável por doenças como zika e chikungunya.

O número de casos de dengue na Bahia cresceu 301,4% neste início de 2019, na comparação com o mesmo período do ano passado. Além de Feira de Santana, Salvador e Candeias, outros 120 municípios fizeram notificações. Entre as localidades com registro de casos estão Camacan, Itabuna, Ilhéus, Itapetinga, Ipiaú, Eunápolis, Porto Seguro, Teixeira de Freitas, Jequié, Vitória da Conquista.