O servidor público, funcionário da Caixa Econômica Federal, Paulo César Favola Cardoso Júnior, 34 anos, foi flagrado pela polícia com 31 pés de maconha, 17 potes da erva prontos para embalo, além de 44 fracos com sementes para plantio, em seu apartamento no Centro do município de Cândido Sales, onde funcionava uma sofisticada estufa para uma plantação de maconha.

Junto com Paulo César, que é natural de Itabuna, foi preso também Jessé Novaes Dias. Ainda no imóvel, foram encontrados um pote com óleo da erva, 350 comprimidos de ecstasy, 86 embalagens de fertilizantes, seis sacos de adubos, diversos aparelhos eletrônicos e um veículo utilizado no transporte do material. A apreensão ocorreu na quarta-feira (13).

De acordo com o titular de Cândido Sales, o delegado Relder Andrade dos Santos, a dupla mantinha um sofisticado sistema de cultivo de espécies estrangeiras de maconha. Veja matéria completa