Acesse o Sudoeste Hoje via Mobile em qualquer lugar!
  • João Pedro: Foi a melhor atração no tradicional forro pé de serra parabéns juá vc representou os artistas da terra...
  • Leitor: Direto aqui em itapetinga está tendo incêndios em terrenos baldios e ninguém fiscaliza,e muito menos há...
  • Anonymous: Meu Deus! que tragédia
  • Rose: So pode ser piada, chega na ser ridícula. Fora Lula.
  • O Indagador: Pesquisa DataFolha de hoje: 23/06/2022 Lula 47% Bolsonaro 28% Ciro Gomes 8% Janones 2%
  • Servidor público: Então na próxima quinta-feira, 23,não terá ponto facultativo.
  • Davi Ferraz: As informações sobre os espaços na festa de São João da Lagoa são da responsabilidade da Secretaria de...
  • anônimo: Rivadávia Ferraz, quais os valores de espaços (ambulantes), para comercializar na festa de São João na lagoa?
  • Servidor público: Será que no dia 23 teremos ponto facultativo?
  • Retado: Estão preocupados com os cargos para os apadrinhados.
  • Servidor público: Será que teve a sessão e foi aprovado os reajustes?
  • Servidor público: Mas será que ja vai valer para o salário de junho?
  • Leitor: E os bancos vão abrir amanhã amanhã, 16?
  • Servidor público: So podia ser do PT mesmo, ptralhas contra os direitos dos servidores municipais
  • João: Toda semana sai pesquisa de intenção de votos para presidente. O site q é do interior da Bahia, não publica os...
leitores online


AGENDA 13 – GUILHERME MENEZES

 

Agenda 13 – Candidato a Prefeito Guilherme Menezes

17 de julho

Manhã
A partir das 8h30, reunião com lojistas.
A partir das 10h30, atividades na prefeitura.

Tarde
Entrevista na TV UESB e Rádio UESB
Viagem para realizar agenda junto ao Governo do Estado

2 respostas para “AGENDA 13 – GUILHERME MENEZES”

  • DORA KRAMER COLOCANDO OS PONTOS NOS Is. muito lucida. says:

    Mítica do articulador
    24 de junho de 2012 | 3h 06
    Notícia

    DORA KRAMER – O Estado de S.Paulo
    Muito tem se falado sobre os recentes atos políticos imperfeitos do ex-presidente Lula.

    Ora os tropeços são atribuídos a presumidos efeitos de medicação decorrente do tratamento de um câncer na laringe, ora a uma suposta crise aguda de onipotência pós-Presidência da República.

    Seja qual for a tese defendida, seus autores partem do princípio de que Lula sempre acertou e de repente começou a errar sem uma explicação plausível para as falhas em seu instinto tido como infalível.

    Há um assombro geral com a desfaçatez do ex-presidente ao passar por cima de tudo e de todos, da lógica, dos procedimentos institucionais sem a menor preocupação com as circunstâncias de seus companheiros de partido e com a repercussão de suas ações sobre a opinião pública.

    Da mesma forma que se acha capaz de submeter processos eleitorais à sua vontade, não avalia consequências, não dá ouvidos às críticas preferindo enquadrá-las na moldura da conspiração engendrada por adversários políticos dos quais a imprensa seria agente engajado.

    Falta, nessas análises, um exame mais acurado do ambiente político como um todo e do histórico de ações de Lula.

    Se olharmos direito, não é de hoje que age assim – fez e disse barbaridades enquanto estava na Presidência – nem é o único a atuar de costas para o contraditório como se qualquer ação estivesse a salvo de reações.

    O Congresso vem construindo há muito tempo sua crescente desmoralização agindo exatamente da mesma forma: toma decisões que excluem o interesse público, voltadas para seus próprios interesses como se a sociedade simplesmente não existisse.

    Os escândalos ali produzem no máximo recuos temporários, promessas não cumpridas e recorrentes avaliações de que o Parlamento é um Poder aberto e, por isso, vítima de ataques injustos.

    Sob essa argumentação os erros se acumulam, mas não cessam. Quando se imagina que deputados e senadores tenham ciência do repúdio que provocam, eis que de novo tentam patrocinar uma farra de salários mal saídos de crises em série decorrentes de farras de privilégios outros.

    Lula achou que pudesse descartar impunemente a senadora Marta Suplicy, aproximar-se de Gilberto Kassab ao custo do constrangimento da militância e do discurso petista, anular uma prévia reconhecida como legal no Recife, pedir bênção a Paulo Maluf, direcionar a posição de um ministro do Supremo Tribunal Federal e administrar uma comissão de inquérito ao molde de seus interesses como se não houvesse amanhã.

    E escolheu agir assim por quê? Porque é assim que as coisas têm funcionado na política.

    Lula não é o espetacular articulador que se imagina. Apenas tinha, e agora não tem mais, todos os instrumentos de poder nas mãos, os quais utilizou com ausência total de escrúpulos. Quem age ao arrepio das regras ganha sempre de quem é obrigado a segui-las.

    Assim como faz o Congresso quando inocenta parlamentares de culpa comprovada, adapta a Constituição às suas conveniências, adia a reforma política, não acaba com o voto secreto para processos de cassação de mandatos e inventa regras segundo as quais a comprovação de desvios de vida pregressa não serve como critério de avaliação da conduta presente.

    Nem Lula comete erros novos nem o Parlamento deixa de ser reincidente.

    Ambos se unem no mesmo equívoco, imaginando que seja possível fazer a opção por atos erráticos acreditando que não chegará o momento em que aquilo que parece sempre certo começa irremediavelmente a dar errado.

    Borralheiro. Caladinho, o PMDB se ressente do isolamento imposto pelo PT na eleição de São Paulo.

    Até a volta. Duas semanas de intervalo, antes da eleição e do julgamento do mensalão.

  • ALEM DA INCOMPETENCIA DA TURMINHA DO PT NAS ARESA DE SEGURANÇA, SAUDE, TRANSPORTE NA EDUCAÇÃO ELES EXTRAPOLARAM says:

    E AINDA ME APARECE UM BOSTETICO, COM O OLHO NO UMBIGO, QUERENDO APENAS QUE SE COMENTE O QUE OCORRE EM NOSSA CIDADE. VA SE CATAR CARA. VOCE SEU PREFEITINHO, E TODA ESSA TURMINHA DO PT, INCLUSIVE O SEU GOVERNADOR FORASTEIRO QUE ESTÃO DESTRUINDO A BAHIA.

    QUAL FOI O AUMENTO QUE SE DEU A CAMARA DOS DEPUTADOS ESTADUAIS PARA NÃO FAZEREM NADA OU COISA NENHUMA ?????

    Em greve há 99 dias, professores estaduais apresentam contraproposta ao MP
    Murilo Melo

    Indignada com o impasse, mãe de aluno relembra 100 dias de greve com boloEm greve há 99 dias, os professores da rede estadual de ensino se reuniram na Assembleia Legislativa, localizada no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, na manhã desta quarta-feira (18).

    A categoria entregou uma contraproposta ao Ministério Público com o objetivo de encerrar o impasse nas negociações com o governo. De acordo com informações do coordenador geral do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Bahia (APLB), Rui Oliveira, o MP ainda não divulgou o resultado do pedido dos professores.

    Ainda segundo o coordenador, a classe continua acampada no CAB e deve se reunir nesta sexta-feira (20), em uma nova assembleia, para discutir os rumos do movimento. Desde a noite de segunda (16), os grevistas enfrentam situações precárias para manter a acampamento.

    Uma mãe de um dos alunos da rede estadual de ensino, indignada com a falta de acordo entre professores e governo, apareceu na Assembleia Legislativa, hoje pela manhã, com três bolos pretos, em sinal de luto, para lembrar os 100 dias do movimento.

    Ministério Público – Na terça-feira (17), o Ministério Público Estadual (MP) e o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ) comunicaram que não vão mais participar das negociações entre professores e governo do estado, visando o fim da greve na Educação da Bahia.

    Em nota divulgada à imprensa, as instituições informaram que “em razão da não obtenção de um acordo em tempo hábil e visto a aproximação de uma situação de dano irreversível ao calendário escolar, não resta outra alternativa às referidas instituições mediadoras senão considerar, nas atuais circunstâncias, concluídas as negociações”.

    Na última quinta-feira (12), os termos de acordo para o fim da greve, elaborado pelo MP a partir das demandas de professores e das propostas feitas pelos representantes do governo do estado, foram apresentados em uma reunião para as duas partes envolvidas. Na ocasião, os professores já haviam sinalizado que não aceitariam a proposta. A confirmação da categoria foi dada pelos servidores em assembleia na manhã da sexta-feira (13).

    Reivindicação – Os professores pedem 22,22% de reajuste a serem pagos ainda esse ano a título de equipação do salário ao piso nacional da categoria determinado pelo MEC. O governo não aceita a proposta e oferece aos professores licenciados, em novembro de 2012, promoção por meio de curso, com ganho real de 7%. Em abril de 2013, nova promoção, também com ganho real de 7%, para os licenciados.

Deixe seu comentário


  • 6 de junho de 2022 | 10:06


  • 29 de maio de 2022 | 22:01


  • 29 de abril de 2022 | 10:42

  • ESPAÇO RECANTO MARINHO
    29 de março de 2022 | 00:43

  • MORADA DO PARQUE
    29 de março de 2022 | 00:04


  • 28 de março de 2022 | 23:37


  • 27 de março de 2022 | 01:11


  • 27 de março de 2022 | 00:52


  • 26 de março de 2022 | 01:20

  • RODRIGO TÁ FECHADO COM PEDRO TAVARES
    14 de fevereiro de 2022 | 22:34

    Outra especulação sem pé nem cabeça tenta por em dúvida o apoio de Rodrigo Hagge ao deputado Pedro Tavares (DEM), o que não tem cabimento a essa altura do campeonato. Rodrigo tem reiterado o seu apoio ao deputado Pedro Tavares, que tem desempenhado um excelente trabalho em defesa das pautas de Itapetinga na Assembleia Legislativa e junto aos órgãos governamentais, gozando da inteira confiança de Rodrigo e do grupo. Não tem concorrente à altura no município e será reeleito com grande votação. O resto é conversa besta de quem não tem informação segura e só vive de intriga…

  • RSSArquivo de Quentinhas & Boas »


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia