Acesse o Sudoeste Hoje via Mobile em qualquer lugar!
  • BIA: A IMPRENSA ASQUEROSA OPOSICIONISTA A ATUAL GESTÃO MUNICIPAL ESTA TRIPUDIANDO,CRITICANDO A SECRETARIA PORTELA POR...
  • Anonymous: Muito triste com essa notícia. Mesmo longe me solidarizo com a família e, também, com a família Espinheira...
  • Sandra: Perdemos pra nós mesmo ,Itapetinga estava com tudo pra ganhar,porém faltou comemorar menos ,faltou foco...
  • Fernando: O quê está faltando para Itapetinga ser tri campeão ? Qual o detalhe que falta? Creio que seja muita...
  • DAVI RESPONDE: Caro anônimo, além do Assaí e das lojas MIB e Casas Bahia, duas grandes empresas estão atuando em...
  • Kátia Cabral Espinheira: Obrigada meu amigo Davi pelas palavras verdadeiras. Deus te abençoe
  • Anonymous: Quantas pessoas pegou no asai e Na casa Bahia e na real calçado quero soma pra vender se da 2000mil emprego
  • Fernando: Não é só por título, troféu, competição é pelo conjunto que fez a seleção de Itapetinga chegar a final , os...
  • Fernando: É tão bom ver Itapetinga nessa fase ,bem vindo desenvolvimento ,bem vindo CASAS BAHIA.
  • João Paulo Machado: Excelente profissional,contribuiu muito para a advocacia na nossa região
  • Anonymous: Meus pêsames a todos familiares. Que Deus comete a todos.
  • ROBERT: SR DAVI MEU PROFESSOR As autoidades de transito dessa cidade vao ter que fazer algo naquele trevo ta muito...
  • Luís Carlos Gama: Já foi encontrada em Ilhéus. BA.
  • EVANICE c deus: Muinto bom pra o pova da região
  • revoltada: Tambem quero o email ou um contato de Sergio Moro, pra fazer uma denuncia da Justiça e da Educação na...
leitores online


PTdoB DEFINIRÁ NO DIA 18 DE ABRIL SE TERÁ CANDIDATO A PREFEITO

Ramiro é cogitado para pré-candidato do PTdoB

 

ITAPETINGA: A presidenta do Diretório Estadual, Dilma Gramacho, pediu ao presidente do diretório municipal, professor Ramiro Oliveira, que indicasse um nome como pré-candidato a prefeito em Itapetinga. No próximo dia 18 de abril (quarta-feira) o Partido Trabalhista do Brasil – PT do B irá se reunir para decidir quem será o pré-candidato a prefeito. Tudo indica que o pré-candidato será o professor Ramiro Oliveira. Segundo Ricardo Barbosa, secretario do PT do B, “o nosso partido já possui um plano de governo que está registrado no 2° Cartório de Nota de Itapetinga. O nosso plano é voltado para o desenvolvimento da economia local e regional, baseado na implantação o turismo, do esporte, da cultura e implantação de novas indústrias”, finaliza Ricardo Barbosa.

Ascom PTdoB

7 respostas para “PTdoB DEFINIRÁ NO DIA 18 DE ABRIL SE TERÁ CANDIDATO A PREFEITO”

  • Zé da Hora says:

    Como o professor quer ser candidato se o partido dele é formado por nada mais nada menos que 3 filiados ativos, o restante são filiados apenas no papel, ninguém sabe ninguém viu.

  • ESTÃO ESTICANDO MUITO A CORDA, E ELA SEMPRE ARREBENTA. says:

    Gatos pardos

    DORA KRAMER – O Estado de S.Paulo

    A intenção parece boa, mas como delas o inferno está repleto, convém prestar atenção às razões apresentadas na Câmara e no Senado para a criação da CPI mista destinada a investigar as armações ilimitadas das organizações Cachoeira em parceria com representantes do Legislativo, Judiciário, Executivo, imprensa ou quem mais tenha privado da convivência do contraventor.

    Até agora só o que se ouve são contabilizações de custos e benefícios políticos.

    De um lado o PT vê a possibilidade de constranger o PSDB na figura (por enquanto) do governador Marconi Perillo (GO), de misturar todas as farinhas no mesmo saco ante a proximidade do julgamento do processo do mensalão e de dar uma estocada no procurador-geral da República, que recentemente classificou o caso como “grave agressão à democracia”.

    Roberto Gurgel seria questionado sobre as razões pelas quais levou dois anos para dar seguimento às denúncias contra Demóstenes Torres, procurador de profissão.

    De outro lado, a oposição enxerga a possibilidade de criar embaraços ao PT na pessoa (por ora) do governador Agnelo Queiroz (DF) e fazer resvalar lama no Planalto, onde já se detectou a presença de um interlocutor de preposto de Cachoeira, sem contar a hipótese de fazer emergir relações de empreiteiras com negócios oficiais e trânsito junto ao bicheiro.

    Surge também o deputado Protógenes Queiroz na cena, em suspeitíssima troca de informações e orientações com um estafeta do contraventor, especializado em espionagens e produção de dossiês com serviços prestados a comitês de campanhas eleitorais.

    A cada dia aparece um novo personagem, uma nova gravação. Levantam-se suspeitas sobre esse ou aquele, numa tão intrincada quanto ampla rede de traficâncias de extensão ainda desconhecida.

    Profunda e obscura o suficiente para uma juíza declarar-se impedida de julgar o pedido da habeas corpus alegando ser oriunda de Goiás e, por isso, ter tido em algum momento contato pessoal ou profissional com autoridades do Estado, todas elas, segundo o governador Perillo, mantenedoras de relações com o chefão do jogo.

    Não convém esquecer um detalhe até então deixado de lado: a tentativa de legalização dos bingos, em 2010, que acabou derrotada na Câmara, mas contou com 144 votos numa sessão permeada por acusações explícitas de que corria dinheiro da contravenção no ambiente.

    Não é preciso muita reflexão para concluir quem transitou por esse terreno na defesa da liberação da jogatina.

    É de se ver de que maneira será organizada e operacionalizada essa CPI mista que tanto entusiasmo provoca, mas cujos objetivos ainda não estão claros – se pretendem explicar ou simplesmente confundir, a fim de que todos os gatos sejam considerados pardos.

    Anencefalia. Sobre a experiência emocionalmente massacrante que significa carregar um feto sem cérebro por nove meses até o nascimento sem perspectiva de vida, só quem viveu (ou vive) de perto pode dizer. E, por conseguinte, decidir.

    ir para o conteúdo LoginWebmail9:11 • 12 Abril de 2012Patrocinado por
    política economia esportes Tecnologia DIVIRTA-SE PME Opinião Rádio JT Eldorado ESPN Piauí Blogs Tópicos ZAP
    ZAP Carros Imóveis Empregos
    buscar essenciais Radar Político Bosco Toledo Julia Duailibi Públicos RSS | Twitter Agora no Estadão
    Polêmica Câmara aprova projeto que amplia provas da Lei SecaSaúde Hospital vai testar uso de coração artificialTrânsito Com 225 km de lentidão, São Paulo bate recorde no anoTransporte Linha 6 do Metrô terá 3 terminais e garagemLibertadores Corinthians vence Nacional por 3 a 1 e está nas oitavas
    Você está em Notícias > Política

    DORA KRAMER – O Estado de S.Paulo
    A invocação da religiosidade como argumento contrário à interrupção da gravidez de anencéfalos é contraditória, pois não há como enxergar espiritualidade onde impera a inflexibilidade.

    No caso em exame pelo Supremo Tribunal Federal, especialmente cruel, já que tal posição, a prevalecer, torna reféns da tragédia apenas mulheres que não têm dinheiro para minorar seus efeitos de resto já instalados desde o diagnóstico.

    As que optam por seguir até o fim o fazem por convicção. É uma escolha. O contrário configura imposição passível de condenação.

    A equiparação do aborto terapêutico a aborto eugênico não parece tampouco apropriada. A ninguém ocorre, por exemplo, considerar assassinato a decretação da morte cerebral de alguém para efeito de transplante de órgãos.

    Não se trata, como dizem alguns, do descarte de um ser vivo com “anomalias”. Trata-se de um ser desprovido do órgão sede dos atributos definidores da existência de vida.

  • É TANTO PT QUE AGENTE FICA TONTO . COISA DE TONTO TAMBÉM FOI A DECLARAÇÃO DA MINSTRA DO PLANEJAMENTO says:

    DIZENDO SÓ MANDARIA VERBA PARA O METRO DA PARALELA DEPOIS QUE O METRÔ DO BONOCÔ FICASSE PRONTO. KAKAKAKAKAK ENTÃO ESSA ZORRA NÃO VEM É NUNCA.

    “PENSE EM UM ABSURDO TEM PRESCENDENTE NESSA TERRA DE NINGUEM”

  • OUTRO DIA E NÃO FAZ MUITO TEMPO ESTE BARBUDINHO ESTAVA ENROLADO EM MARACUTAIA. OUTRA VEZ O SUJEITO ESTA NA TELA, ISSO NUNCA ACABA NUNCA NÃO É ??? says:

    .
    Citado em gravações da PF, Agnelo reúne base aliada para cobrar apoio

    Governador do Distrito Federal reuniu 19 deputados distritais nesta manhã.

    comentáriosO governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, reuniu na manhã desta quinta-feira (12) os deputados da base aliada para cobrar apoio político, depois que gravações da Polícia Federal apontaram a suposta ligação dele com o bicheiro Carlinhos Cachoeira. A reunião foi acompanhada pelo vice-governador, Tadeu Fillipeli.

    Agnelo teve seu nome citado em conversas gravadas em abril do ano passado (veja vídeo). As gravações fazem parte da Operação Monte Carlo, que investiga a atuação de Carlos Cachoeira, suspeito de explorar jogos de azar e subornar políticos para ter proteção e receber benefícios de governos. Cachoeira foi preso pela Polícia Federal em 29 de fevereiro. Agnelo nega ligação com o grupo.

    Segundo o porta-voz do governo, Ugo Braga, a reunião na residência oficial de Águas Claras reuniu 19 dos 24 deputados distritais. Os deputados redigiram um documento de apoio a Agnelo. “O governador afirmou que desconhece as denúncias e não tem relação com Cachoeira.”

    Essa não é uma crise do DF, essa é uma crise do DEM de Goiás. Esse baile não é nosso. Não temos por que dançar esse tango”Do deputado distrital Chico Vigilante (PT), ao fim da reunião da base aliada com o governador Agnelo QueirozBraga disse que a Secretaria de Transparência enviou à Polícia Federal ofício solicitando todo mo material que envolve o DF nas investigações. O governador vai pedir ao ministro da Justiça que dê celeridade nesse procedimento”, afirmou.

    O porta-voz disse ainda que a secretaria abriu uma auditoria e um processo disciplinar para investigar todos os servidores citados nas denúncias.

    O deputado Chico Vigilante (PT) disse que a crise envolvendo Agnelo é uma armação política. “Essa não é uma crise do DF, essa é uma crise do DEM de Goiás. Esse baile não é nosso. Não temos porque dançar esse tango”, afirmou, ao deixar a reunião.

    A declaração de Vigilante foi uma referência à ligação do senador Demóstenes Torres (DEM-GO) com Cachoeira. A Comissão de Ética do Senado abriu processo para verificar se houve quebra de decoro parlamentar, o que pode levar o senador à perda do mandato.

    “O governador quis reunir toda a bancada para esclarecer os pontos que estão sendo apontados pela imprensa. Foi uma conversa franca. Brasília não pode parar. É preciso trabalhar”, disse o deputado Benedito Domingos (PP), ao deixar o encontro.

    saiba mais

    Governador do DF nega ter tentado encontro com Cachoeira
    Assessor de Agnelo deixa cargo após ser citado em grampo da PF
    Ex-assessor de Agnelo disponibiliza sigilos fiscal, bancário e telefônico
    Conselho de Ética abre processo para apurar caso Demóstenes
    Entenda as denúncias contra o senador Demóstenes Torres
    Depois da reunião com os deputados, Agnelo se reuniu com os presidentes dos partidos da coligação que integra a base aliada e o governo para também pedir apoio.

    Gravações
    Nos diálogos gravados pela PF com autorização judicial são citados os nomes de Marcello Lopes, ex-assessor de Agnelo, João Monteiro, ex-diretor do Serviço de Limpeza Urbana de Brasília (SLU), exonerado na semana passada, Rafael, que seria Rafael Barbosa, secretário de Saúde do governo do DF, e Cláudio, supostamente Cláudio Abreu, ex-diretor da Delta, empresa com contratos na área de coleta de lixo no DF.

    Marcello Lopes disse que o nome dele está sendo usado para atingir o governador. O advogado de Lopes, Jorge Amarante, informou que a relação do seu cliente com Carlinhos Cachoeira não envolvia negócios com o governo.

    “Ele teve contato com Carlos Cachoeira duas vezes, só por telefone, e a respeito de questões de índole pessoal, de contratos de índole particular e antes dele ser assessor de governo”, disse Amarante.

    O secretário de saúde, Rafael Barbosa, afirmou que nunca se reuniu com João Monteiro e não conhece Carlinhos Cachoeira. Afirmou ainda que é secretário de Saúde, pasta que não tem nada a ver com lixo.

    Em nota, João Monteiro repudiou a vinculação de seu nome aos fatos em apuração e colocou seus sigilos telefônico, bancário e fiscal à disposição.

    A Construtora Delta, responsável por dois terços do serviço de limpeza urbana em Brasília, declarou não ter qualquer relação imprópria com João Monteiro e afirmou que afastou Claudio Abreu por causa das ligações com Cachoeira.

    A crise já provocou a queda do chefe de gabinete de Agnelo e presidente do comitê da Copa de 2014 no DF, Claudio Monteiro. O nome dele foi citado em gravações como beneficiário de uma mesada de R$ 5 mil, além de um pagamento de R$ 20 mil, para indicar nome supostamente de interessa da Delta na direção do SLU.

    Monteiro disse que vai processar a Polícia Federal e as pessoas que citam o nome dele na gravação da PF. Ele pôs os sigilos bancário, fiscal e telefônico à disposição. A Delta nega o pagamento de mesada ao ex-chefe de gabinete de Agnelo

    SÓ TEM DECLARAÇÃO DE GENTE SERIA, MUITO SERIA. KAKAKAKAKAKA

  • Ricardo Barbosa says:

    Resposta a Zé da Hora.

    Nós temos mais de 3 filiados.
    Só o nosso diretório é composto por 11 membros.
    O professor doutor Ramiro Oliveira será o nosso candidato. No dia 7 de julho você verá que tenho razão.
    Ricardo Barbosa
    Membro do Diretório do PT do B de Itapetinga

  • cidadão says:

    quero parabenizar ao professor ramiro oliveira, pela coragem e conpetência que tem e quer se dispor para contribuir com a suas experiências adquiridas ao longo da sua vida em prol da nossa sociedade,infelizmente, as pessoas não observam os históricos dos canditados,não sabem elas que o voto é muito importante para o desenvolvimento da sua cidade,parabéns professor! a luta continua.

  • E FINALMENTE MINHA ITABUNA QUERIDA ESTEVE SENDO NOCITICIADA NO JN NÃO POR SUA BELEZA OU POR SUA FORÇA ECONOMICA... says:

    MAS SIM E SOBRETUDO, POR UM MONTE DE ADMINISTRAÇÕES CRIMINOSAS, QUE A LEVARAM A SER CONSIDERADA UMA DAS CIDADES MAIS VIOLENTAS DESTE PAIS E POR ULTIMO, COM UM ATERRO SANITARIO, QUE MAIS DIA MENOS DIA, VAI DISIMAR A POPULAÇÃO MAIS POBRE QUE VIVE EM FERRADAS E SEU ENTORNO.

    PARABENS PAI DA VASSOURA DE BRUXA ( ESTOU FALANDO DO ASQUEROSO DO GERALDO SIMÕES ), PARABENS FERNADO GOMES ( VULGO FERNADO CUMA ) ESTE É O LEGADO QUE VOCES DOIS DEIXARAM PARA ITABUNA.

    SAUDADES DE ALCANTARA, DE JOSÉ ODUQUE, DE TANTOS OUTROS PREFEITOS HONESTOS E DIGNOS QUE DERAM SUAS CONTRIBUIÇÕES A ESTA TERRA ARRASADA DE HOJE.

    /04/2012 22h00 – Atualizado em 12/04/2012 22h01

    Lixo recolhido nas ruas de Itabuna (BA) não tem destino adequado
    Quando o lixo é recolhido, acaba em um lixão. Segundo a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Urbana, três de cada dez municípios brasileiros destinam seus detritos para lixões.
    A destinação do lixo que nós brasileiros produzimos é o tema do JN no Ar desta semana. A equipe foi ao sul da Bahia, o estado da Região Nordeste que descarta a maior quantidade de lixo de forma inadequada.

    O JN no Ar viu que o descarte do lixo não é um problema apenas da empresa de coleta ou da secretaria responsável pela limpeza urbana. Há muita sujeira, móveis, todo tipo de lixo abandonado pela população nas ruas. Quando o lixo é recolhido, acaba em um lixão. Itabuna não está sozinha. Segundo a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Urbana, três de cada dez municípios brasileiros destinam seus detritos para lixões.

    Para-choque de carro, móveis velhos, cacos de azulejo: é isto que se vê logo na entrada da cidade de Itabuna.

    “Todo lugar aqui tem lixo. É sempre assim”, diz um homem.

    Montes de lixo se acumulam nas esquinas e nos terrenos baldios. “Mal consigo trabalhar por causa do mal cheiro”, reclama o serralheiro Gildo Silva.

    A pista do aeroporto de Itabuna está desativada há mais de dez anos. Como o aeroporto não é usado há tanto tempo, virou mais um ponto de descarte irregular de lixo. Até a prefeitura decidiu que esse era um bom lugar para deixar os restos de uma obra que está sendo feita em um canal da cidade. Há entulho, lama, esgoto e um cheiro insuportável que vem dos montes que já ocupam mais da metade da pista.

    A prefeitura informou que a empresa responsável pela obra foi advertida. Não houve punição, apenas uma promessa de aplicar multas ambientais a partir desta quinta-feira (12).

    O lixo hospitalar de Itabuna já tem destinação correta. A mudança foi há dois meses.

    “A gente coleta esse lixo na rede pública e particular de saúde. Vem para cá, onde é tratado. Depois, é encaminhado para um aterro licenciado. Imagine esse resíduo ser jogado direto no lixão, o risco que tem para a saúde pública”, explica o empresário Rafael Monteiro.

    Dos hospitais e postos de saúde, o lixo vai para incineração. As cinzas são enviadas para um aterro sanitário em Camaçari, da região metropolitana de Salvador.

    O lixão de Itabuna tem 30 anos e poucos cuidados. Só uma camada de terra cobre as dos detritos.

    “O controle do gás… Não estamos queimando gás, e não estamos dando o destino do chorume. Faltam duas condições para um aterro controlado. Ainda não temos. Estamos tratando, mas no momento não temos. Podemos dizer que é um lixão”, reconhece o secretário de Desenvolvimento Urbano José Alencar.

    Diante do lixo doméstico que a cidade coleta, dá para ver que não há cuidado dos moradores com o descarte de remédios e seringas, que acabam se misturando com restos de comida e embalagens.

    Toda a umidade do lixo, mais a chuva que cai no terreno, escorrem por uma montanha que se formou ao longo dos anos e vira um líquido preto que é chamado de chorume. Ele tem um cheiro muito ruim e é altamente contaminado. Com o tempo, o chorume se infiltra na terra, mas não desaparece.

    A água é puxada para baixo pela gravidade e carrega junto material orgânico apodrecido. Debaixo da terra, o chorume continua se infiltrando até atingir o lençol freático, que alimenta os rios.

    Em Itabuna, o rio mais próximo está a cinco quilômetros do lixão.

    “A tendência é que chegue até o Rio Cachoeira. Esse chorume tem capacidade também de reter outras substâncias tóxicas, como metais pesados”, conta o engenheiro agrícola José Adolfo de Almeida.

    Cada caminhão que chega alimenta o garimpo do lixo. Ganha mais quem consegue a melhor parte do que não prestava mais para outras pessoas.

    Diana recolhe material reciclável para vender e consegue R$ 10 depois de um dia inteiro de trabalho.

    O catador de lixo Ramiro Alves da Silva está no local há sete anos. A casa dele é toda feita com o que foi encontrado no lixo. Por falta de opção, ele se acostumou e passou a elogiar o lixão que o ajuda a sobreviver: “Todo mundo pergunta onde eu moro. Eu digo que moro num lixão. Para mim, eu moro no paraíso.”

    O JN no Ar segue agora para Itu, em São Paulo, um dos municípios brasileiros onde a destinação do lixo é feita de forma correta, em aterro sanitário. Nesta sexta, a reportagem mostra também as diferenças entre as várias formas de descarte e seus efeitos para o meio ambiente.

Deixe seu comentário



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia