Negromonte(PP) e Afonso Florence (PT) são os próximos da fila

A coluna Painel de A Folha de S. Paulo deste domingo relaciona alguns ministérios que terão seus comandantes trocados na reforma ministerial prevista para o início do ano. Da Bahia estão dois nomes, o das Cidades, Mário Negromonte, que já sabe de há muito sobre as dificuldades, e o de Desenvolvimento Agrário, Affonso Florense, petista, ex-secretário de Wagner. Esse último é nome praticamente desconhecido em Brasília. Não casou bem com a situação de ministro e seu conceito anda zerado no Palácio do Planalto. Caso haja tais mudanças, saem da Câmara dos deputados Acelino Popó (também apagado) e Emiliano José, que ocupa o mandato na condição de suplente. Ele recebeu na eleição 60 mil votos. BN