Câncer pode ter sido causado por uso excessivo de fumo e álcool

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva realizou exames neste sábado (29) no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, e diagnosticou um tumor localizado de laringe. Segundo a unidade médica, após avaliação multidisciplinar, foi definido tratamento inicial com quimioterapia, que será iniciado nos próximos dias. “O paciente encontra-se bem e deverá realizar o tratamento em caráter ambulatorial”, diz nota do Sírio-Libanês. Lula completou 66 anos de idade na última quinta-feira (27), quando recebeu a visita de amigos, empresários e autoridades em uma festa em São Bernardo do Campo, interior de São Paulo, onde vive com a família.

FUMO E ÁLCOOL

O tumor na laringe, diagnosticado no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, está diretamente ligado ao consumo de tabaco e álcool, de acordo com o médico Luis Fernando Correia. Em entrevista à Globo News, ele afirmou que a doença é bastante recorrente, principalmente, em fumantes do sexo masculino. Lula tem o hábito de fumar cigarrilha. “Esse tipo câncer é diretamente ligado ao uso do cigarro”, declarou. Ele comentou ainda que a rouquidão crônica do ex-presidente, que completou 66 anos na última quinta-feira (27), também pode ter potencializado o desenvolvimento do tumor. Lula está internado no Hospital Sírio-Libanês e começa o tratamento nos próximos dias. BN