outubro 2011
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Acesse o Sudoeste Hoje via Mobile em qualquer lugar!
  • Anonymous: Meu caro editor,o data folha já mostrou a mais nova pesquisa é vinte e um pontos de diferença e lula ,o...
  • Jorge: Só não entendo porque o SAAE não disponibiliza débito automático como todos os outros serviços.
  • Anonymous: Vc não está atualizado? Não tem visto às pesquisas..mas entendi, vc não vota no Lula.
  • Fernando: Acho interessante ainda terem coragem de postar isso vendo que e mais fácil assumir que não se tem a cura a...
  • Cadê o forró: É uma pena uma festa junina sem forró. com exceção de Juá da Bahia. Esses outros “artistas”...
  • Retado: O(s) empresário(s) de algumas bandas contratadas devem ser mágicos pq as bandas não fazem sucesso nenhum, não...
  • Luiz: Que manchete mais tendenciosa e sacana, Itapetinga merecia uma imprensa mais responsável.
  • Anônimo: Davi. Não foi assalto. Simplesmente os garotos foram socializar os celulares e logo em seguida devolveram...
  • Anonymous: Poltronas quebradas, carros sem descanso dos pés.
  • Turab molay: Moro no Clerolandia desde criança um dos bairros esquecidos pela a administração pública, via chico...
  • Jorge: Essa avenida é de exclusivo interesse do município de itapetinga, os moradores e comerciantes dessa avenida...
  • Anonymous: Senhor sabe tudo,se vc no alto da sua sabedoria entendesse um mínimo de administração pública,não tava...
  • Davi Ferraz: Póca urna querendo aparecer. Tiro surdo…
  • Retado: Davi, que história é essa que um tal vereador sem expressividade será candidato a vice governador? Notícia...
  • Anonymous: Deixa de ser ignorante cidadão! Ele tem feito o que está dentro de suas diretrizes, se fosse tão simples...
leitores online


ENTRE A PROPAGANDA E A PRÁTICA, UM FOSSO IMENSO CHEIO DE JACARÉS

Inicio aqui nesse “front” democrático, mais uma página do debate e de seus temas pertinentes, abrindo minha modesta caixa de ferramentas e retirando dela a chave de fenda que realmente defenda o povo (que pretensão), que folga e que aperta governos, a que empurra suas chagas, parede à dentro, e dentro dela, explodem ou extirpam parede a fora, parte dos nódulos sociais cometidos por governos cruéis e, ou até, ajudar governos como os nossos a se redimirem dos males que diariamente orquestram contra o povo.

Com estas minhas mal traçadas linhas (literalmente), confesso em “off”, (essa é boa), que são somente para levar notícias da terra da carne-de-sol, e ao mesmo tempo levantar, ou no mínimo suscitar nos poucos leitores, principalmente naqueles que me vêem como alguém que escreve o que escreve e se regozijam nas suas saletas mentais desse jogo em que praticamos  o encolhido exercício da cidadania sem a propriedade dos grandes escritores e interlocutores sociais, que honestamente não adquirir capacidade ainda de me incluir, mas estou me esforçando para isso. Quem sabe um dia, aqui ou em outra encarnação. Pode ser que na próxima, eu venha a terra num corpo de uma galinha, porém minha preferência, se eu puder gozar dessa primazia, quero vir num corpo de uma águia, ganhar os céus com suas imensas turbinas, abrir asas e ter em potência, o equivalente ao seu vôo, o próprio vôo, que mesmo capengado, mas eu tenho. Entendo o vôo de galinha dos covardes que só voam alto quando voam de avião com as despesas pagas pelos cofres públicos. Talvez eu nunca vá perder o medo que tenho de avião. Sucumbo daqui de minha cela, isolado e bloqueado, como uma ilha que sofreu todo tipo sanções econômicas do estado que ajudou a criar e que agora se voltou contra, aliás, desde o início. Soube que o prefeito de Itororó iniciou uma cruzada impiedosa contra mim: bloquear qualquer iniciativa de órgãos e amigos que ele tenha influência para não realizarem serviços profissionais comigo, pois o mesmo gostaria de me ver pedindo esmola. Já senti na pele, na carne, no osso e no tutano os efeitos dessas ações. Paulo Campos, ex-presidente do PT, já me anunciou parte dessas medidas. Estou quase pedindo arreglo. Porém morro, mas não peço. Afinal que espécie de socialismo é o meu que não se diferencia do socialismo execrável e excomungado dos pelegos e dos jacarés direitistas que nos golpearam tomando o poder em Itororó? O “império americano” do governo de Itororó manda recados a todas as nações vizinhas para ilharem cada vez mais o escriba nojento Milton Marinho, essa “giárdia”, inconveniente que escreve semanalmente nos blogs da região. Estou comendo o pão que o diabo amassou, vomitando e tornando comer de novo o mesmo pão, ruminado em forma de hóstias de sal e bebendo o vinho transformado em vinagre para matar a sede sob os auspícios “franciscanos” desse governo, não gostariam de ver nenhum de vós, estar na pele nem na carne desse escriba modesto/insubordinado, mas sempre um combatente das coisas que compete a um ser social e solidário com as classes menos favorecidas combater em seus textos. Eu sou aquele que faz soar em seus textos o aparente absurdo, sou o louco e doentio escriba que serviu em suas milícias somente enquanto existiam milícias para lutar, Não sirvo mais porque luto contra o que o PT se tornou em Itororó, um partido de venais, silenciados e serviçais de tudo que já eram antes, agora revelados a contraluz de um poderio que depõe contra a vida em comum em nossa cidade. Eis que estão todos felizes governando dessa forma, realmente o escriba aqui vai morrer infeliz enquanto não vir à nova ordem para esses imortais canalhas de um império de areia que começou seu reinado pelo fim. A nova ordem de ocupação de Wall Street. Uma nova agenda precisa ser firmada com a maioria. Fora todo tipo de representante financeiro do povo! Fora todo legislador viciado em defender prefeitos ao invés de defender a população! Fora toda espécie de bandido travestido de ator social, FORA!!!

A chave de fenda que defende a democracia defende-a da fenda deixada e inoculada pelo veneno letal existente na ponta da “chave estrela”, é ela quem perfura o ventre social de nosso povo em Itororó, (perdoem a metáfora) ou me permitam vocês cometer esse “fora” da metáfora. “Eu, esse monstro de escuridão e rutilância”, Evoé Augusto dos Anjos! Eu, que também sei o que sofrestes por ser negro e ser autêntico em tudo que fostes, na sua negritude forma de fazer a revolução mais branca de todos os versos. “Monstro, Lixo Humano” é assim que essa “merdinha” de império me enxerga hoje, depois de ter sugado o escriba por mais de 20 anos, este que não pode ser amarrado pela venta como fazem com dezenas de outros que depende das migalhas que sobram da mesa desse famigerado império de jacarés e, que constitui o governo financeiro R$ elitista de Adroaldo e sua turma.

Eis que esse “Lixo Humano”, sempre preconizou na poesia e no modo de fazer arte, uma arregimentação de eleitos para melhorar sociedades como as nossas e que em alguns casos desaguaram em canalhas para desgraçá-las. Há também os “muitos” outros que me leem com os dedos tampando o nariz, tendo que ingerir e digerir o purgante conteúdo de minhas cartas. Quem escreve como eu, não deveria ser um cabra marcado para morrer, como desejam os inimigos que adquiri ao tentar atravessar o imenso fosso de jacarés em que se tornou o PT, sob os auspícios rigorosos do seu alcaide e corifeu de ferro, o prefeito nosso de todo dia, agora tão internacional quanto à cantora Madona, ou Ladi Gaga. Deus me livre e guarde!

Adroaldo comanda uma seita de ecumênicos mecânicos e articulados fiéis comprados com o dinheiro do povo para incensá-lo sob o manto de “Maior Partido”, Que maior partido que nada!… O que vemos em Itororó é um viveiro de insetos surdos-mudos obedientes a ele e à elite financeira que ele criou para se perpetuar no governo. Junto com ela, a perpetuação da miséria e a falta de transparência com o dinheiro público. De que maneira o povo pode fiscalizar o governo que não seja pela cortina de ferro intransponível de sua “representação” subalterna e venal? Diga-me ó lacaios enganadores do povo: A quem este governo presta contas e seus gastos?  (A prefeitura de Itororó é uma empresa que nunca irá decretar falência). Quem souber responder ganhará um PRÊMIO INTERNACIONAL. Existe uma coisa em comum entre o poeta aqui e a nossa santíssima prefeitura. Nós não vamos falir nunca, porque todos os dias ela, a prefeitura, recebe montanhas de dinheiros advindas do laborioso suor do povo e suas múltiplas atividades, e esse poeta já é por natureza, um falido. Não existe menino mais fácil de ser enganado do que o TCM (Tribunal de conta dos Municípios). Basta que o gestor equacione 2+2 = 5 que é = a um pirulito, o que está tudo certo. Aos vereadores, outra legião de servos nervosos e fiéis (não agravando a todos), Somente àqueles em que a carapuça pegar. Nervosos em função de eu entender, que estes ilustres homens públicos, atores sociais estão sempre com o sistema nervoso central abaladíssimos: o bolso.

Com isso, cada dia que passa, num desenho mágico, assim, de tijolo em tijolo o governo de Itororó vai construindo um canteiro de obras miseráveis e sem igual, sustentada pela propaganda e pela volúpia de sua engenharia impiedosa. A máquina governamental de moer gente em Itororó ganhou amparo de agências premiadoras desse tipo de serviço, elas e eles, os governos, andam sempre de mãos dadas fabricando glamour e piorando a face da humanidade. Todos eles têm os pés fincados no neoliberalismo cruel, o carcará sanguinolento que pega mata e come… O monstro que gera riqueza para poucos e miséria para muitos. Estamos diante de uma crise sem precedentes em nossa história, de modo que o mundo precisa de um choque radical, não serve um meio termo. Ou salvamos todos ou morreremos todos. Governos como o de Itororó propõe que salvemos alguns e estes trabalham contra o povo e, perseguem o povo, enganam o povo e, quando não mata o cidadão de raiva, mata de fome.

É PRECISO OCUPAR WALL STREET E DEMAIS PREFEITURAS QUE OS “REPRESENTANTES DO POVO” AS TRANSFORMARAM EM EMPRESAS PARTICULARES. FAZ-SE URGENTE DERRUBAR TODAS AS CÉLULAS DESSE SISTEMA NERVOSO, PERVERSO E SUAS PANDEMIAS!

Vivemos um tempo de trevas sem igual. Creiam vocês, por essa luz! Miséria aqui é bobagem.

JACARÉS – Termo utilizado para designar aqueles que foram derrotados pelo PT nas últimas eleições municipais em Itororó e que pertenciam ao grupo do ex-prefeito Edneu Oliveira

Por MILTON MARINHO

14 respostas para “ENTRE A PROPAGANDA E A PRÁTICA, UM FOSSO IMENSO CHEIO DE JACARÉS”

  • Parabéns!!!! says:

    Somente uma palavra pra sintetizar essa coluna: fenomenal!!!Parabéns,Milton Marinho…já sou um grande fã seu.

  • anonimo says:

    E isso é urgente!!!! vamos pensando povo de itororó!

  • jorge says:

    Milton você não é um falido, dono de uma cultura extraordinaria como a sua, você é sim um milionario! Já o prefeito de Itororo Adroaldo que se acha o dono da cidade é pobre de conhecimento pois não sabe governar.Vai perder!Vai perder!… !

  • É OU NÃO É UM POVO SAFADO ? says:

    AINDA BEM QUE VOCE JA COMEÇA SEU DISCURSO ROTULANDO-SE DE PRETENCIOSO. PELO ESCREVE A VERDADE. GOSTARIA MUITO DE VER VOCE TRABALHANDO “DE VERDADE” PELAS CAUSAS PUBLICAS. ENTRA ANO SAI ANO E AS COISAS POR AQUI NÃO MUDAM. DE CONVERSA FIADA E DISCURSO BONITO A SOCIEDADE JA ESTA DE SACO CHEIO.

  • carlito says:

    Milton,pena que sua caixa de ferramentas não opera milagres,por que no caso do prefeito de Itoró,somente um milagre, para faze-lo despertar da sua dormencia do seu mundo de fatasia, e voltar a realidade dos dissabores que a população de Itororó tem sofrido por causa de seus delirios,com essas frases de efeito, tão costumeiramente repetidas,ele acredita que é o melhor e maior Prefeito do Brasil, se vangloria do que fez e do que não fez, ou seja nada, repete para todos os seus feitos, mas no fundo sabe da insatisfação popular, pois nos seus discursos, já se passa por bom moço e pede uma segunda chance, para reeleição, volta a fazer as mesmas, promessas da campanha passada.Só que a população não squeceu, e tem demonstrado claramente sua insatisfação com as pesquisas feitas pelo seu proprio partido, assim o mesmo não tem como desmentir o fato. Dito isto amigo, se aproxima os dias para o municipio da a resposta a quem prometeu tanto e nada fez.

  • anonimo says:

    coragem.é que falta a muita gente itororo, para denunciar estes absurdos de compras de votos. parabens milton.

  • UM PÉ AQUI E O OLHAR PARA TODO O BRASIL says:

    SÓ ASSIM, PODEMOS DE ALGUMA FORMA AJUDAR O POVO DO INTERIOR A ENTENDER O QUE ESTAS MALAS FAZEM COM ESTE PAIS.

    DORA KRAMER – O Estado de S.Paulo
    Entre o escândalo que derrubou Antônio Palocci da Casa Civil e as acusações que enfrenta agora o ministro Orlando Silva, do Esporte, muita coisa mudou no gestual do governo no tocante à reação a denúncias feitas contra seus integrantes, não obstante a semelhança dos roteiros.

    Palocci foi defendido durante boa parte dos 23 dias que levou para cair. Nesse meio tempo o Palácio do Planalto montou operação de blindagem que incluiu tentativa de responsabilizar a oposição e mobilização dos aliados para impedir que o então ministro fosse convidado a falar no Congresso.

    Palocci saiu da Casa Civil no dia 7 de junho, mas duas semanas antes o governo falava em “campanha de difamação” e recomendava à sua base parlamentar que tivesse “sangue frio e nervos de aço” para reagir às acusações.

    O presidente do PT, Rui Falcão, asseverava que o governo estava tranquilo e convicto de que Palocci estava “acima de qualquer suspeita”.

    A ofensiva, no entanto, não resistiu à força dos fatos. A partir de então, a metodologia foi sendo alterada e as quedas abreviadas. Falemos apenas dos episódios referentes a desvio de dinheiro, que não foi o caso de Nelson Jobim.

    Alfredo Nascimento, dos Transportes, contou algum tempo com manifestações de “confiança” por parte da presidente e chegou a ser nomeado chefe das investigações. Mas ali já se viu que o melhor era que fosse ao Congresso logo.

    O mesmo ocorreu com Wagner Rossi, da Agricultura, que teve ato de desagravo organizado pelo vice-presidente da República em pessoa, mas sua trajetória descendente ficou clara nas avaliações negativas feitas por integrantes do governo.

    Pedro Novais, do Turismo, foi desde o início deixado ao sol e à chuva pelo próprio partido, o PMDB. Dilma não se envolveu, apesar de estar envolvida desde o dia em que aceitou nomeá-lo a despeito de evidências de que fazia uso ilegal de verba do Congresso.

    Orlando Silva tampouco conta com sustentação assertiva do governo, conforme atestam as avaliações de que se não cair agora cai na reforma de janeiro.

    Além disso, a presidente avocou ao palácio a tarefa de conduzir os assuntos relativos à realização da Copa do Mundo.

    O Palácio do Planalto mudou de Palocci em diante. Parece mais interessado em afastar de si o cálice das crises do que em defender ministros.

    Seria um ponto positivo, não fosse o fato de que a presidente não demonstra o mesmo interesse em cuidar do principal: o ponto de união entre todos esses escândalos que é o desvio de verbas públicas nos ministérios.

    Em todos houve um denunciante motivado por alguma contrariedade. Todos decorreram do mesmo tipo de acusação, a montagem de esquemas de arrecadação de dinheiro para favorecimentos pessoais ou partidários.

    Em todos, funcionários ou mesmo figuras sem função oficial atuavam com acesso livre para transgredir.

    A hipótese de conspirações para destruir reputações de ministros é fantasiosa. Real é a prática disseminada de apropriação do Estado funcionando a partir do loteamento da máquina.

    São usinas de denúncias que seguirão inesgotáveis enquanto o governo mantiver intactos esses “esquemas”.

    Palavrório. Deputados e senadores da base governista infantilizam o debate sobre o escândalo em curso quando se limitam a adjetivar elogiosamente o ministro e, ao mesmo tempo, chovem no molhado do conhecido prontuário do acusador.

    Não há sustentação de defesa que responda à questão essencial: há ou não há desvio de verbas públicas do ministério?

    A própria insistência em ressaltar os crimes do denunciante, cometidos no âmbito da pasta do Esporte, é a admissão de que fala com conhecimento de causa.

    O critério do prontuário, aliás, é desqualificado pelo próprio PT quando partido e sua área de influência celebram os réus do mensalão e os tratam como cidadãos acima de qualquer suspeita.

    No Parlamento, o exemplo mais evidente é a presença de João Paulo Cunha na presidência de nada menos que a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara.

  • ROLANDO LERO... says:

    PERDIA LONGE COM TANTAS VOLTAS E VOLTEIOS.

  • Antonio Junior says:

    Davi, esse figura “josé”, que chama milton de “DALUA” deve ser o porta-voz oficial do prefeito. Olha como ele debate os temas abordados por Milton aí no seu blog. Notou a riqueza de detalhes da discussão travada entre a crítica e o criticado. Parabéns senhor prefeito, sua comunicação institucional responde à altura. Com uma palavra só derruba todos os argumentos de Milton Marinmho, que capacidade de síntese!… Continue assim Adroaldo que você vai longe. Canta meu galo!esse é o meu PT. Milton Marinho não está mais no PT, ele agora é tudo que não presta. Lembra daquela frase Davi? ” Se o amigo tiver defeito, eu tiro. Se o inimigo não tiver defeito, eu boto” mais ou menos isso que Milton vive aqui, passou de ex-amigo cheio de virtudes a um atual adversário cheio de defeitos.

  • anonimo says:

    antonio junior, ou devo dizer antonio pranchão, vc e empregado da prefeitura de itororo, mais um que adroaldo compra só para falar bem de uma péssima adm.( uma pergunta qual seu cargo mesmo? alem de puxa saco.)

  • Antonio Junior says:

    Prezado anônimo, Eu não trabalho em prefeitura, NÃO. Sou um desempregado. Não tive esse privilégio porque fui eleitor de Adroaldo. O que voc~e pensa desse governo é o mesmo que eu penso. Milton em Itororó, é ainda a última pessoa que me faz crer na política. Reagir como Milton reage à um governo em que ele ajudou a botar aí, não é fácil não. Estou com ele e certamente com você.

  • De Itororó says:

    Palhaçada!!! Itororó nem conhece esse Milton…

  • NatashaLub says:

    onde baixar XRumer 7.0.10 ELITE?
    Dê-me por favor URL!!!
    É o melhor programa para massa postagem em fóruns ! XRumer pode quebrar a maioria dos tipos de captchas !

Deixe seu comentário


  • 24 de maio de 2022 | 10:06


  • 29 de abril de 2022 | 10:42

  • ESPAÇO RECANTO MARINHO
    29 de março de 2022 | 00:43

  • MORADA DO PARQUE
    29 de março de 2022 | 00:04


  • 28 de março de 2022 | 23:37


  • 27 de março de 2022 | 01:11


  • 27 de março de 2022 | 00:52


  • 26 de março de 2022 | 01:20

  • RODRIGO TÁ FECHADO COM PEDRO TAVARES
    14 de fevereiro de 2022 | 22:34

    Outra especulação sem pé nem cabeça tenta por em dúvida o apoio de Rodrigo Hagge ao deputado Pedro Tavares (DEM), o que não tem cabimento a essa altura do campeonato. Rodrigo tem reiterado o seu apoio ao deputado Pedro Tavares, que tem desempenhado um excelente trabalho em defesa das pautas de Itapetinga na Assembleia Legislativa e junto aos órgãos governamentais, gozando da inteira confiança de Rodrigo e do grupo. Não tem concorrente à altura no município e será reeleito com grande votação. O resto é conversa besta de quem não tem informação segura e só vive de intriga…

  • RODRIGO FICA E NÃO ABRE
    14 de fevereiro de 2022 | 21:40

    Pela milésima vez, especulam sobre uma improvável candidatura do Rodrigo Hagge a deputado estadual ou federal, interrompendo o seu mandato de prefeito faltando 2 anos e 8 meses do final, que só ocorrerá em 31 de dezembro 2026. Dois fatores são determinantes para que ele continue no cargo de prefeito, sem se arriscar numa aventura que pode não dar certo: 1º – o compromisso assumido com a população durante sua campanha para prefeito: 2º – a falta de articulação para construção de bases eleitorais em outros municípios, capazes de garantir sucesso numa eleição disputadíssima para o legislativo. Rodrigo vai longe, mas pode esperar mais um pouco.

  • RSSArquivo de Quentinhas & Boas »


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia