Acesse o Sudoeste Hoje via Mobile em qualquer lugar!
  • Fabiano Pereira: Por quê eu defendi DILMA ROUSSEFF?? Explicação: _ Simone Tebet é candidata á presidência…...
  • Fabiano Pereira: MARÍLIA MENDONÇA querida que presto homenagem, já dizia: _É uma ciumeira atrás da outra…...
  • Leitor: A chuva forte que deu aqui também alagou novamente a baixada dos ciganos,que inclusive sofreu uma intervenção...
  • Anônimo: Agora ele vem com essa de passaporte de vacina, afastando servidores e com isso pode até suspender...
  • Anônimo: Agora ele vem com essa de passaporte de vacina, afastando servidores e com isso pode até suspender...
  • Anônimo: Kkkk RuyTler, bem bolado. O RuyTler está atuando pior que o Hitler, Hitler cometeu o holocausto, mas não se...
  • Anonymous: E essa conversa que tem que privatizar pra o preço baixar?, é por essas e outras mentiras que lula vai...
  • Anonymous: Ok. Muito obrigada.
  • Davi Ferraz: Iraildes, somos da imprensa e apenas damos notícias. Currículo é com a empresa.
  • Iraildes Ferreira dos Santos: Boa tarde, gostaria de saber onde está sendo entregue os currículos?
  • Leitor: A questão é a seguinte, a Petrobras é em parte controlada pelo governo federal que tem metas das ações,...
  • Reinan Gusmão: Canalha. Simplesmente, canalha.
  • Fagner de oliveira Guimarães: Boa tarde como faço pra entregar o currículo
  • Leitor: Além dos buracos tem muito entulho nos terrenos baldios e touceiras de mato nos meio-fios que precisam ser...
  • Anonimo: RuyTler!
leitores online


APROVADO FIM DAS COLIGAÇÕES NAS ELEIÇÕES PROPORCIONAIS

 

A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado aprovou nesta quarta-feira por 14 votos a 6 o fim das coligações partidárias nas eleições proporcionais. A PEC (proposta de emenda constitucional) aprovada pelos senadores proíbe os partidos políticos de formar coligações nas eleições para a Câmara dos Deputados, Assembleias e Câmaras de Vereadores.

Ficam mantidas as coligações somente nas eleições majoritárias –presidente da República, governos estaduais, municipais e Senado. A proposta, que integra a reforma política em tramitação no Senado, segue para votação no plenário da Casa. Depois de aprovados no Senado, os projetos que integram a reforma política ainda precisam tramitar pela Câmara. (Folha)

7 respostas para “APROVADO FIM DAS COLIGAÇÕES NAS ELEIÇÕES PROPORCIONAIS”

  • Geraldo Habib says:

    O BAIXO CLERO E A SOPA DE LETRINHAS COM O TEMPO VÃO ACABAR.

  • Geraldo Habib says:

    ANDEM RAPIDO, O MUNDO ESPERA ENTERRA-LOS LOGO.

    A televisão venezuelana exibiu nesta quarta-feira uma versão com 20 minutos de duração de um vídeo divulgado na véspera em que aparece o encontro do presidente do país, Hugo Chávez, e do líder cubano, Fidel Castro, em Havana, onde o líder sul-americano está desde o último dia 10 de junho.

    No vídeo, transmitido rapidamente antes na Venezuela do que em Cuba, onde será exibido ao fim do noticiário da TV cubana, é possível observar os dois líderes vestidos com roupas esportivas e em uma conversa que ocorre primeiro no jardim e posteriormente sentados em um quarto.

    No início, é possível ver Chávez caminhando lentamente o encontro com Fidel Castro, com quem conversa sobre o conteúdo dos jornais cubanos Granma e Juventud Rebelde desta terça-feira.

    Posteriormente, Fidel e Chávez aparecem sentados em uma sala e acompanhados pelas filhas do presidente venezuelano Rosa Virgina e Rosinés, além de uma neta.

    Nessa parte do vídeo, os presidentes comentam lembranças e temas de política externa.

    As imagens de Chávez são as primeiras em vídeo e o primeiro testemunho gráfico desde a publicação em 18 de junho em Cuba de fotografias do presidente venezuelano com Fidel Castro e o presidente cubano, Raúl Castro.

    O Governo da Venezuela tentou assim dar fim aos rumores que proliferaram nos últimos dias sobre a saúde de Hugo Chávez, operado de um abscesso pélvico no último dia 10 de junho em Havana na parte final de uma viagem que o tinha levado anteriormente ao Brasil e ao Equador.

  • POR DENTRO says:

    Se isto vingar, quero só ver onde vão encostar Romildo, Jacy, Nilton bicheiro e outros parasitas da política local. Se se unirem, elege um e os outros dançam, e olha lá. Outro que fica em péssima situação é Gilson de Jesus, que não ampliou o número de candidatos dentro do PCdoB e vai ter que concorrer praticamente sozinho. Vai ter que usar Jerry, Zé Ferreira e mais um monte de camaradas como “Maizena”, para tentar engrossar o caldo. Não vai ser fácil.

  • Ramiro Antonio Moreira Oliveira says:

    Dr. Davi.
    Se o Congresso Nacional aprovar o fim das coligações proporcionais será bom para o país porque isso fortalecerá os partidos políticos, haja vista que, o partido que eleger um candidato deverá fiscalizar, orientar e ajudá-lo a “administrar” o seu mandato, porque o desempenho dele irá refletir diretamente no partido, ou seja, os partidos terão que escolher pessoas competentes politicamente e comprometidas com a sociedade, porque senão serão sucumbidos.
    Espero e torço para que o congresso aprove o voto facultativo e distrital porque assim teremos, finalmente, a tão almejada democracia eleitoral.
    Espero que essa reforma política saía de verdade porque o ex-presidente Lula no início do seu mandato disse que faria as reformas da previdência social, a tributária e a política. Ele passou 8 anos no poder e não fez nenhuma das três. Portanto, acho que será muito dificil essa reforma politica acontecer.

    Ramiro Antonio Moreira Oliveira

  • Eleitor 2012 says:

    agora q ficou bom pra quem tem GRANA, partidos pequenos podem sumirem ficando apenas partidos grandes,cmo PT, PMDB, DEM, PSDB(bye bye democracia) mas pra ficar justo, tem que acabar com o coeficiente, ou seja elegem os 15 vereadores mais votados.

  • Geraldo Habib says:

    Ramiro, O populista não fez as reformas porque era conveniente a ele e ao partido da maracutaia. Com relação a se acabar com estes partidozinhos de aluguel, se acontecer vai ser uma maravilha. O baixo clero deixa de ficar o tempo inteiro constrangendo o povo Brasileiro com suas cobranças interminaveis de coisas impossiveis.

    TUDO ISTO SERIA UMA MARAVILHA SE VIVESSEMOS EM UM PAIS QUE SEUS POLITICOS SE RESPEITASSEM E NOS RESPEITASSEM TAMBÉM.

  • Geraldo Habib says:

    DA FASE SAMBA DO CRIOLO DOIDO ! DIVIRTAM-SE !

    Fala sério.
    O Brasil agora quer censurar Vila Lobos, Monteiro Lobato e quantos mais?
    É mais fácil proibir do que contextualizar, então tome-lhe tesoura!!!

    POLITICAMENTE CORRETO É O CACETE!!!

    O CRAVO NÃO BRIGOU COM A ROSA
    Chegamos ao limite da insanidade da onda do politicamente correto. Soube dia desses que as crianças, nas creches e escolas, não cantam mais O cravo brigou com a rosa. A explicação da professora do filho de um camarada foi comovente: a briga entre o cravo – o homem – e a rosa – a mulher – estimula a violência entre os casais. Na nova letra “o cravo encontrou a rosa/ debaixo de uma sacada/o cravo ficou feliz /e a rosa ficou encantada”.

    Que diabos é isso? O próximo passo é enquadrar o cravo na Lei Maria da Penha. Será que esses doidos sabem que O cravo brigou com a rosa faz parte de uma suíte de 16 peças que Villa Lobos criou a partir de temas recolhidos no folclore brasileiro?

    É Villa Lobos, cacete!

    Outra música infantil que mudou de letra foi Samba Lelê. Na versão da minha infância o negócio era o seguinte: Samba Lelê tá doente/ Tá com a cabeça quebrada/ Samba Lelê precisava/ É de umas boas palmadas. A palmada na bunda está proibida. Incita a violência contra a menina Lelê. A tia do maternal agora ensina assim: Samba Lelê tá doente/ Com uma febre malvada/ Assim que a febre passar/ A Lelê vai estudar.

    Se eu fosse a Lelê, com uma versão dessas, torcia pra febre não passar nunca. Os amigos sabem de quem é Samba Lelê? Villa Lobos de novo. Podiam até registrar a parceria. Ficaria assim: Samba Lelê, de Heitor Villa Lobos e Tia Nilda do Jardim Escola Criança Feliz.

    Comunico também que não se pode mais atirar o pau no gato, já que a música desperta nas crianças o desejo de maltratar os bichinhos. Quem entra na roda dança, nos dias atuais, não pode mais ter sete namorados para se casar com um. Sete namorados é coisa de menina fácil. Ninguém mais é pobre ou rico de marré-de-si, para não despertar na garotada o sentido da desigualdade social entre os homens.

    Dia desses alguém [não me lembro exatamente quem se saiu com essa e não procurei a referência no meu babalorixá virtual, Pai Google da Aruanda] foi espinafrado porque disse que ecologia era, nos anos setenta, coisa de viado. Qual é o problema da frase? Ecologia, de fato, era vista como coisa de viado. Eu imagino se meu avô, com a alma de cangaceiro que possuía, soubesse, em mil novecentos e setenta e poucos, que algum filho estava militando na causa da preservação do mico leão dourado, em defesa das bromélias ou coisa que o valha. Bicha louca, diria o velho.

    Vivemos tempos de não me toques que eu magôo. Quer dizer que ninguém mais pode usar a expressão coisa de viado ? Que me desculpem os paladinos da cartilha da correção, mas isso é uma tremenda babaquice. O politicamente correto é a sepultura do bom humor, da criatividade, da boa sacanagem. A expressão coisa de viado não é, nem a pau (sem duplo sentido), ofensa a bicha alguma.

    Daqui a pouco só chamaremos o anão – o popular pintor de roda-pé ou leão de chácara de baile infantil – de deficiente vertical . O crioulo – vulgo picolé de asfalto ou bola sete (depende do peso) – só pode ser chamado de afrodescendente. O branquelo – o famoso branco azedo ou Omo total – é um cidadão caucasiano desprovido de pigmentação mais evidente. A mulher feia – aquela que nasceu pelo avesso, a soldado do quinto batalhão de artilharia pesada, também conhecida como o rascunho do mapa do inferno – é apenas a dona de um padrão divergente dos preceitos estéticos da contemporaneidade. O gordo – outrora conhecido como rolha de poço, chupeta do Vesúvio, Orca, baleia assassina e bujão – é o cidadão que está fora do peso ideal. O magricela não pode ser chamado de morto de fome, pau de virar tripa e Olívia Palito. O careca não é mais o aeroporto de mosquito, tobogã de piolho e pouca telha.

    Nas aulas sobre o barroco mineiro, não poderei mais citar o Aleijadinho. Direi o seguinte: o escultor Antônio Francisco Lisboa tinha necessidades especiais… Não dá. O politicamente correto também gera a morte do apelido, essa tradição fabulosa do Brasil.

    O recente Estatuto do Torcedor quer, com os olhos gordos na Copa e 2014, disciplinar as manifestações das torcidas de futebol. Ao invés de xingar a mãe do juiz e o centroavante pereba tomar naquele lugar, cantaremos nas arquibancadas o allegro da Nona Sinfonia de Beethoven, entremeado pelo coro de Jesus, alegria dos homens, do velho Bach.

    Falei em velho Bach e me lembrei de outra. A velhice não existe mais. O sujeito cheio de pelancas, doente, acabado, o famoso pé na cova, aquele que dobrou o Cabo da Boa Esperança, o cliente do seguro funeral, o popular tá mais pra lá do que pra cá, já tem motivos para sorrir na beira da sepultura. A velhice agora é simplesmente a “melhor idade”.

    Se Deus quiser morreremos, todos, gozando da mais perfeita saúde. Defuntos? Não. Seremos os inquilinos do condomínio Cidade do Pé Junto.

Deixe seu comentário

  • DE MÃOS VAZIAS, RUI TRANSFERE RESPONSABILIDADE
    7 de janeiro de 2022 | 22:15

    Pra variar

    O governador Rui Costa (PT) voltou a praticar aquela que tem sido uma das suas principais especialidades: transferir responsabilidade. Nesta semana, ao falar sobre os problemas ocasionados pelas chuvas na Bahia, reclamou do que chamou de “ajuda substantiva” do governo federal. Desde que as chuvas se intensificaram, Rui tem reclamado e chegou a fazer uma queixa pública numa coletiva com a presença de ministros de Bolsonaro em Ilhéus.

    A realidade

    Enquanto Rui transfere responsabilidade, municípios sofrem com a falta de medidas para minimizar os impactos das chuvas e o sofrimento das pessoas. Itapetinga, Itambé, Macarani, Itororó e Ibicuí computam suas perdas, Rui empurra a responsabilidade para Bolsonaro e João Roma deita e rola.

    Irritados
    As queixas se espalham pelas cidades atingidas e já contaminam parlamentares da base, que se mostram irritados com a transferência de responsabilidade. Eles dizem que falta um plano emergencial para a recuperação da infraestrutura e, em seguida, outro plano que foque na construção das cidades. “Não dá, nesse momento, para ficar procurando culpados. Ele tem é que botar os secretários para resolver os problemas urgentes”, reclama um parlamentar.

    Vale a pena ver de novo

    Essa não é a primeira vez que Rui transfere responsabilidade. Aliás, foram muitas. Na segurança pública, principalmente, o governador tem colocado a culpa do crescente aumento dos índices de violência no governo federal. Na educação, ainda este ano, chegou a culpar os prefeitos pelos baixos resultados no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). //Correio


  • 16 de dezembro de 2021 | 21:37


  • 15 de dezembro de 2021 | 00:21


  • 15 de dezembro de 2021 | 00:05


  • 14 de dezembro de 2021 | 23:41


  • 5 de dezembro de 2021 | 08:28

  • CHOPP CHU ESTÁ DE VOLTA!
    3 de outubro de 2021 | 22:20

  • BASE DE RODRIGO NÃO QUER ALIANÇA COM PT
    23 de setembro de 2021 | 19:39

    As reiteradas declarações de Lúcio Vieira Lima sobre um provável apoio do MDB baiano à candidatura do petista Jaques Wagner ao governo , em 2022, caiu como uma bomba em Itapetinga, com a base do prefeito Rodrigo Hagge reagindo e se posicionando contrária á malfadada ideia, por razões mais do que óbvias: o PT é o principal adversário do MDB no município.

    CONFIANÇA EM RODRIGO

    Mesmo assim, a decisão final será do prefeito Rodrigo, que deverá ouvir o MDB local e sua base aliada, caso o diretório estadual decida se aliar ao PT ou a qualquer outro partido. A confiança no jovem prefeito é total, mas a preferência dos Saruês e Gabirabas é por ACM Neto, lembrando que o DEM já é parceiro do MDB em Itapetinga e faz parte do governo municipal. Uma aliança com o PT inviabilizaria essa e outras parcerias e racharia a base de Rodrigo.

    APOIO DE MICHEL A WAGNER EM 2006

    Nas discussões sobre essa questão, muita gente cita o apoio de Michel Hagge a Jaques Wagner, nas eleições de 2006, mas o contexto era outro e permitia essa aliança. Michel era prefeito e tinha como principal adversário o então governador Paulo Souto, seu primo carnal. Itapetinga era tratada a pão e água pelo governo do estado, a mando do velho ACM. Por outro lado, o MDB nacional e estadual faziam parte do governo Lula, com Geddel no Ministério da Integração Nacional. Deu a lógica.

    E JOÃO ROMA?

    Outra opção para o governado da Bahia é o candidato bolsonarista João Roma, Ministro da Cidadania e amigo pessoal de Rodrigo. Apesar do nome dele ainda não estar nas discussões no tabuleiro político local, é bom lembrar que a votação de Bolsonaro em Itapetinga nas últimas eleições, foi majoritária, tanto no primeiro quanto no segundo turno. Isso pesa e deve ser decisivo em 2022. É caso a pensar…

  • RODRIGO TEM INDEPENDÊNCIA
    3 de setembro de 2021 | 11:47

    Em entrevista recente a uma rádio de Conquista o prefeito Rodrigo Hagge afirmou que não está participando de nenhuma articulação do MDB estadual para um provável apoio à candidatura de Jaques Wagner (PT) ao governo da Bahia e que o MDB de Itapetinga tem independência para escolher a quem apoiar para o governo. Só para lembrar, o MDB de Itapetinga é antipetista.

    COISA DE LÚCIO

    De acordo com a imprensa de Salvador, Lúcio Vieira Lima tem conversado com petistas e pode apoiar Wagner, mas não tem a garantia de que será acompanhado pelas lideranças do MDB nessa sua nova aventura. A tendência dos emidebistas do interior é apoiar ACM Neto e até João Roma. PT fica difícil.

    OUTRO MOMENTO

    É verdade que em 2006 Michel Hagge apoiou Jaques Wagner na sua primeira eleição para governador e que Wagner subiu no palanque de Michel em 2008, mesmo tendo um candidato a prefeito do PT na cidade. Era outro momento e de lá para cá as relações não são mais as mesmas. Apesar da liderança de Rodrigo ser incontestável, fica difícil convencer os Gabirabas e Saruês a apoiarem seus ferrenhos adversários, depois de tanta perseguição contra a gestão de Rodrigo e seus correligionários, por Rui Costa e seus prepostos. Não vejo com bons olhos.

    FOTO COM ROSEMBERG

    Rodrigo explicou na entrevista que cumpriu agenda institucional em Salvador, na Sesab e Seagri, para tratar do retorno de Itapetinga à Policlínica de Conquista e para reativar o projeto do Frigorífico de Aves, prometido pelo ex-secretário da Agricultura. Rosemberg aparece na foto porque também acompanhou a visita institucional de Rodrigo, como deputado da região. Nada mais do que isso. O resto é mera ‘especulation‘.

    O ‘TRATOR’ RENAN DEVE RECUAR

    O vice-prefeito Renan Pereira tem sido aconselhado por amigos e até familiares a não “aparecer muito” nos eventos bolsonaristas em Itapetinga, para não ‘queimar o filme’ com o cacique estadual do DEM, ACM Neto, que quer ver Bolsonaro pelas costas. Se o “trator” vai aceitar o conselho, é outra conversa. Mas 7 de Setembro tá vindo aí e tem manifestação de apoio ao presidente marcada. Será que vai viajar? Tô apostando…

  • VAI DE CORONAVAC ?
    13 de agosto de 2021 | 20:36

    Aplicada em massa no Brasil e até no Chile, a vacina chinesa Coronavac está na berlinda. Casos de pessoas que receberam as duas doses do imunizante e contraíram o vírus da Covid-19 se repetem, com a grande mídia bancada por Dória de boca fechada. Pior ainda foi a morte do ator Tarcísio Meira e agora a contaminação de Silvio Santos, que também receberam duas doses da Coronavac.

    ANVISA DESCONFIADA

    Desconfiada da pouca eficácia da vacina chinesa, a Anvisa já pediu à Pfizer estudos sobre a aplicação de uma 3ª dose de reforço para quem já recebeu duas doses do imunizante, como aconteceu no Chile, onde 70% da população vacinou duas vezes com a Coronavac e mesmo assim a contaminação voltou forte. Como dizem os bolsonaristas e até os petistas, “Isso a Globo não mostra!”.

    GENTE DESISTINDO

    Aqui na Bahia, tem gente se recusando a vacinar com o imunizante chinês, que ainda está sendo distribuído no estado. Em várias cidades, pessoas saíram das filas quando souberam que iriam ser vacinadas com Coronavac. Preferem, assim como o nosso governador Rui Costa, a vacina da Pfizer, mas encaram a Astrazeneca sem problemas. Baiano é lascado, mas é chic…

  • RSSArquivo de Quentinhas & Boas »


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia