Acesse o Sudoeste Hoje via Mobile em qualquer lugar!
  • Leitor: Direto aqui em itapetinga está tendo incêndios em terrenos baldios e ninguém fiscaliza,e muito menos há...
  • Anonymous: Meu Deus! que tragédia
  • Rose: So pode ser piada, chega na ser ridícula. Fora Lula.
  • O Indagador: Pesquisa DataFolha de hoje: 23/06/2022 Lula 47% Bolsonaro 28% Ciro Gomes 8% Janones 2%
  • Servidor público: Então na próxima quinta-feira, 23,não terá ponto facultativo.
  • Davi Ferraz: As informações sobre os espaços na festa de São João da Lagoa são da responsabilidade da Secretaria de...
  • anônimo: Rivadávia Ferraz, quais os valores de espaços (ambulantes), para comercializar na festa de São João na lagoa?
  • Servidor público: Será que no dia 23 teremos ponto facultativo?
  • Retado: Estão preocupados com os cargos para os apadrinhados.
  • Servidor público: Será que teve a sessão e foi aprovado os reajustes?
  • Servidor público: Mas será que ja vai valer para o salário de junho?
  • Leitor: E os bancos vão abrir amanhã amanhã, 16?
  • Servidor público: So podia ser do PT mesmo, ptralhas contra os direitos dos servidores municipais
  • João: Toda semana sai pesquisa de intenção de votos para presidente. O site q é do interior da Bahia, não publica os...
  • Anonymous: Mais um cabide de empregos, é de lascar ,
leitores online


DILMA NÃO RESISTE E CEDE À POLÍTICA DO ‘TOMA-LÁ-DÁ-CÁ’

Dilma tenta se ‘adaptar’ ao esquema do ‘toma-lá-dá-cá’ 

 

Não durou um semestre o perfil tipo linha dura da presidente Dilma Rousseff no trato com as negociações com os parlamentares. Segundo o colunista Josias de Souza, da Folha de S. Paulo, a petista decidiu retomar a velha prática do “toma-lá-dá-cá” nas negociações, baseado na troca de apoio por verbas e cargos.

Dilma deixou explícita esta intenção em três reuniões nesta terça-feira (14). Em uma delas, usou como voz o líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), que repassou aos demais líderes da base a “boa nova”. O líder informou que Dilma teria a intenção de liberar mais dinheiro em emendas do que estava programado.

De um total de R$ 10,8 bilhões em emendas, Dilma decidiu, no início do governo, pagar apenas R$ 500 milhões. Agora, fala-se em até R$ 3,5 bilhões. Como contribuição, os congressistas darão o aval a projetos importantes do Planalto que tramitam no Legislativo.

2 respostas para “DILMA NÃO RESISTE E CEDE À POLÍTICA DO ‘TOMA-LÁ-DÁ-CÁ’”

  • Geraldo Habib says:

    MUDARAM APENAS AS MOSCAS.

  • Geraldo Habib says:

    AMIGOS, O TERCEIRO MANDATO ESTA AI PARA TODO MUNDO VER. O POPULISMO, O TOMA LA DA CA, VAI SER A CONTINUIDADE DO GOVERNO DO EX PRESIDENTE POPULISTA. O BRASIL E O POVO QUE SE LASQUE.

Deixe seu comentário


  • 6 de junho de 2022 | 10:06


  • 29 de maio de 2022 | 22:01


  • 29 de abril de 2022 | 10:42

  • ESPAÇO RECANTO MARINHO
    29 de março de 2022 | 00:43

  • MORADA DO PARQUE
    29 de março de 2022 | 00:04


  • 28 de março de 2022 | 23:37


  • 27 de março de 2022 | 01:11


  • 27 de março de 2022 | 00:52


  • 26 de março de 2022 | 01:20

  • RODRIGO TÁ FECHADO COM PEDRO TAVARES
    14 de fevereiro de 2022 | 22:34

    Outra especulação sem pé nem cabeça tenta por em dúvida o apoio de Rodrigo Hagge ao deputado Pedro Tavares (DEM), o que não tem cabimento a essa altura do campeonato. Rodrigo tem reiterado o seu apoio ao deputado Pedro Tavares, que tem desempenhado um excelente trabalho em defesa das pautas de Itapetinga na Assembleia Legislativa e junto aos órgãos governamentais, gozando da inteira confiança de Rodrigo e do grupo. Não tem concorrente à altura no município e será reeleito com grande votação. O resto é conversa besta de quem não tem informação segura e só vive de intriga…

  • RSSArquivo de Quentinhas & Boas »


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia