Acesse o Sudoeste Hoje via Mobile em qualquer lugar!
  • Cadê o forró: É uma pena uma festa junina sem forró. com exceção de Juá da Bahia. Esses outros “artistas”...
  • Retado: O(s) empresário(s) de algumas bandas contratadas devem ser mágicos pq as bandas não fazem sucesso nenhum, não...
  • Luiz: Que manchete mais tendenciosa e sacana, Itapetinga merecia uma imprensa mais responsável.
  • Anônimo: Davi. Não foi assalto. Simplesmente os garotos foram socializar os celulares e logo em seguida devolveram...
  • Anonymous: Poltronas quebradas, carros sem descanso dos pés.
  • Turab molay: Moro no Clerolandia desde criança um dos bairros esquecidos pela a administração pública, via chico...
  • Jorge: Essa avenida é de exclusivo interesse do município de itapetinga, os moradores e comerciantes dessa avenida...
  • Anonymous: Senhor sabe tudo,se vc no alto da sua sabedoria entendesse um mínimo de administração pública,não tava...
  • Davi Ferraz: Póca urna querendo aparecer. Tiro surdo…
  • Retado: Davi, que história é essa que um tal vereador sem expressividade será candidato a vice governador? Notícia...
  • Anonymous: Deixa de ser ignorante cidadão! Ele tem feito o que está dentro de suas diretrizes, se fosse tão simples...
  • O Indagador: Faz arminha que o preço baixa!!!
  • Anonymous: Eu quero ver a cara desse povo quando lula colocar Jerônimo debaixo do braço e for pro pau,aí vamos ver...
  • Anonymous: Quem t que ser (demitido) é o senhor presidente.esse encenação sem lógica de tá esbravejando contra a...
  • Marcio: Manda ele vir pela estrada de macarani, e ver se tem condições de passar, ou até mesmo pela estrada de...
leitores online


BAIANOS SUSPEITOS DE SEREM ‘LARANJAS’

 

SALVADOR: Uma empresa registrada em nome de um motoboy e de um sargento do Corpo de Bombeiros da Bahia, moradores da periferia de Salvador, de acordo com reportagem da Revista Época desta semana, foi usada para fazer doações “fantasmas” da ordem de R$ 650 mil a campanhas do PT nas eleições 2010.

Trata-se da M Brasil Empreendimentos, Marketing e Negócios. Empresa com sede no Rio de Janeiro, que teria dado R$ 100 mil ao Diretório Nacional do partido, R$ 300 mil ao comitê do governador eleito de Brasília, o baiano Agnelo Queiroz, e R$ 50 mil ao deputado paulista Ricardo Berzoini, ex-presidente do PT.

Teriam recebido R$ 100 mil também outros dois importantes quadros petistas: o deputado distrital Chico Vigilante, de Brasília, e o candidato derrotado a deputado federal pelo Espírito Santo Guilherme Lacerda, ex-presidente do fundo de pensão dos empregados da Caixa, o Funcef. Leia mais na Tribuna.

4 respostas para “BAIANOS SUSPEITOS DE SEREM ‘LARANJAS’”

  • Geraldo Habib says:

    JA TIVEMOS A REPUBLICA DAS ALAGOAS, DE MINAS, E DE TUDO QUANTO É COISA. AGORA TEMOS A “REPUBLICA DA SAI JUSTA”. O CORREIO DA BAHIA TRAZ HOJE COMO HEAD LINE ESTA INTELIGENTISSIMA VISÃO DA NOSSA POLITICA ATUAL. A CONSTATAÇÃO É CLARA . ” JÁ NÃO SE FAZ HOMEM COMO ANTIGAMENTE” KAKAKAKAKAKAKAK

  • Geraldo Habib says:

    A GRANDE NOVIDADE É NÃO SE TER ISTO POR AQUI.

  • Geraldo Habib says:

    “REPUBLICA DA SAIA JUSTA”. AINDA VAMOS DAR BOAS RISADAS COM ESTA GALERA. DANDO A PARTIDA VAMOS SORRIR.

    Matemática do amor

    Homem esperto + Mulher esperta = Romance

    Homem esperto + Mulher burra = Caso

    Homem burro + Mulher esperta = Casamento

    Homem burro + Mulher burra = Gravidez

    Aritmética de Escritório

    Chefe esperto + Empregado esperto = Lucro

    Chefe esperto + Empregado burro = Produção

    Chefe burro + Empregado esperto = Promoção

    Chefe burro + Empregado burro = Hora extra

    Sucesso & Fracasso

    Atrás de um homem de sucesso tem sempre uma mulher.

    Atrás de um homem fracassado tem no mínimo duas mulheres.

    Equações gerais & Estatística

    Uma mulher preocupa-se com o futuro até ela conseguir um marido.

    Um homem nunca se preocupa com o futuro até ele conseguir uma esposa.

    Um homem de sucesso é aquele que consegue ganhar mais dinheiro do que a sua esposa consegue gastar.

    Uma mulher de sucesso é aquela que consegue encontrar este homem.

    Felicidade

    Para ser feliz com um homem, você deve entendê-lo bastante e amá-lo um pouco.

    Para ser feliz com uma mulher, você deve amá-la bastante e jamais tentar entendê-la.

    Longevidade

    Homens casados vivem mais do que homens solteiros.

    No entanto, os homens casados são os que têm mais vontade de morrer.

    Propensão à mudança

    Uma mulher casa com um homem esperando que um dia ele mude, mas ele não muda.

    Um homem casa com uma mulher esperando que ela não mude nunca, mas ela muda.

    Discussão técnica

    Uma mulher sempre tem a última palavra em qualquer discussão.

    Qualquer coisa que um homem diga depois disso, é o começo de uma nova discussão.

    Como impedir as pessoas de ficarem te chateando sobre casamento

    Durante os casamentos, tias velhas costumavam vir até mim, me bater nas costas e dizer: “tu serás o próximo”!

    Elas pararam depois que eu comecei a fazer a mesma coisa com elas nos funerais.

    Mande isto para uma mulher esperta que precise de uma boa risada ou para os homens que tu achas que conseguem lidar com estas verdades.

  • Geraldo Habib says:

    VEJAM QUE SACO DE GATO COM CACHORRO DENTRO.

    Governo não deve ficar na contramão do consenso suprapartidário por João Bosco Rabello

    14.junho.2011 20:44:04

    As MPs que tratam da fixação do piso salarial dos policiais militares e o Código Florestal impõem ao governo a percepção de que não pode ficar na contramão de sua base e, mais que isso, do Congresso.
    Não há muita margem de negociação nos dois casos, por se tratarem de conteúdos de interesse suprapartidário a unir base e oposição.
    No caso do piso dos policiais, a segurança pública escora o interesse eleitoral: o político não ficará contra a vontade popular que vincula, de alguma forma, ineficácia a baixa remuneração, especialmente após a crise dos bombeiros do Rio, que o governador Sérgio Cabral tratou com o fígado e, portanto, com resultado desastroso – pare ele, eleitoralmente, e para a população.
    No caso do Código Florestal, trata-se de um consenso formado em torno do texto do deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP) em que a débil resistência ideológica em bolsões da base foi vencida pela pressão do maior segmento produtivo do país – o agronegócio.
    Neste caso, ficar na contramão não só já se mostrou dramático para a presidente Dilma Rousseff, como contraria até mesmo os interesses comerciais do governo.
    O melhor aqui é costurar um acordo com base na estratégia da redução de danos, sob o ponto-de-vista dos que consideram excessivas as concessões feitas ao setor produtivo.
    Até porque o êxito de uma política ambiental satisfatória está muito mais na capacidade de exercer efetiva fiscalização e poder coercitivo sobre infratores contumazes do que na sustentação de um código com 16 mil artigos, que põe na ilegalidade quase a totalidade dos produtores brasileiros.
    E, por fim, o governo enfrentará a má vontade do Parlamento com o instrumento das medidas provisórias, abusivamente utilizado pelos governos do PSDB e do PT nos últimos 16 anos.
    Governos fortes, os que antecederam Dilma passaram ilesos pela resistência às MPs, que se resumia aos discursos esporádicos de oposições sem voz.
    Agora, vozes mais influentes no processo, como a do presidente do Senado José Sarney (PMDB-AP), se juntam à da oposição, nesse caso centrada na figura do senador mineiro Aécio Neves (PSDB), combatendo o vício de governar por MPs.
    O governo poderia finalmente exibir maturidade nessa questão, começando por erradicar a repetida inconstitucionalidade de tratar de assuntos diversos numa mesma MP – o chamado contrabando, assim apelidado por embutir uma desonestidade política absorvida com naturalidade pelos governantes.
    Da mesma forma, precisa fazer uma espécie de Termo de Ajuste de Conduta adaptado à circunstância política, resumido no compromisso de pôr um fim à banalização do que se pode entender por urgência e constitucionalidade.
    Há medidas sem a menor urgência, possivelmente a maioria delas, editadas com o exclusivo propósito de evitar o debate e impor a vontade do Executivo.
    Outro truque une Sarney à causa de Aécio, de forma aparentemente contraditória, sendo ele o aliado mais estratégico do governo: a Câmara retém a MP aprovada nos seus termos o maior tempo possível, para roubar ao Senado o espaço de reflexão e inviabilizar revisões que obrigariam a uma nova votação.
    Há dezenas de casos recentes de MPs que chegam ao Senado a três dias de seu prazo de vencimento, o que já levou Sarney a ameaçar não mais assiná-las, sem o que não pode haver tramitação.
    Menos forte e herdeiro de um desgaste de quase três décadas de MPs (se inserirmos o período Sarney), o governo da presidente Dilma Rousseff deveria se antecipar e conduzir o processo de negociação por novas práticas relativas a medidas provisórias.
    Desmobilizaria a oposição e restauraria a função da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) cuja existência se justifica exatamente por examinar a constitucionalidade das matérias legislativas.
    E faria natimorta a proposta estapafúrdia de criação de uma comissão nova para debater constitucionalidade e urgência das MPs, esperteza para ampliar o poder de chantagem do baixo clero.

Deixe seu comentário


  • 24 de maio de 2022 | 10:06


  • 29 de abril de 2022 | 10:42

  • ESPAÇO RECANTO MARINHO
    29 de março de 2022 | 00:43

  • MORADA DO PARQUE
    29 de março de 2022 | 00:04


  • 28 de março de 2022 | 23:37


  • 27 de março de 2022 | 01:11


  • 27 de março de 2022 | 00:52


  • 26 de março de 2022 | 01:20

  • RODRIGO TÁ FECHADO COM PEDRO TAVARES
    14 de fevereiro de 2022 | 22:34

    Outra especulação sem pé nem cabeça tenta por em dúvida o apoio de Rodrigo Hagge ao deputado Pedro Tavares (DEM), o que não tem cabimento a essa altura do campeonato. Rodrigo tem reiterado o seu apoio ao deputado Pedro Tavares, que tem desempenhado um excelente trabalho em defesa das pautas de Itapetinga na Assembleia Legislativa e junto aos órgãos governamentais, gozando da inteira confiança de Rodrigo e do grupo. Não tem concorrente à altura no município e será reeleito com grande votação. O resto é conversa besta de quem não tem informação segura e só vive de intriga…

  • RODRIGO FICA E NÃO ABRE
    14 de fevereiro de 2022 | 21:40

    Pela milésima vez, especulam sobre uma improvável candidatura do Rodrigo Hagge a deputado estadual ou federal, interrompendo o seu mandato de prefeito faltando 2 anos e 8 meses do final, que só ocorrerá em 31 de dezembro 2026. Dois fatores são determinantes para que ele continue no cargo de prefeito, sem se arriscar numa aventura que pode não dar certo: 1º – o compromisso assumido com a população durante sua campanha para prefeito: 2º – a falta de articulação para construção de bases eleitorais em outros municípios, capazes de garantir sucesso numa eleição disputadíssima para o legislativo. Rodrigo vai longe, mas pode esperar mais um pouco.

  • RSSArquivo de Quentinhas & Boas »


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia