A Petrobras informou, na manhã desta segunda-feira (20), que José Mauro Coelho pediu demissão do cargo de presidente da empresa na manhã desta segunda-feira (20).

A nomeação de um presidente interino será examinada pelo Conselho de Administração da Petrobras a partir de agora, informou a estatal em fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta segunda-feira.

A decisão de José Mauro ocorre após a ampliação da pressão sobre ele e a diretoria da empresa, que anunciou um reajuste no preço dos combustíveis na semana passada.

A pressão pela renúncia foi intensificada no fim de semana pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e pelo presidente Jair Bolsonaro, que ameaçam até mesmo a criação de uma CPI para investigar a gestão de Coelho.