A prefeitura de Itapetinga, através da Defesa Civil Municipal, vem visitando comércios, fazendo boletim e cadastrando os microempreendedores que tiveram os seus negócios afetados pelas fortes chuvas do final do ano. O objetivo é oportunizar a comerciantes, empreendedores e prestadores de serviço acesso à linha de crédito oferecidas pelo Desenbahia e reduzir os impactos das enchentes.

Através da Agência de Fomento do Estado (Desenbahia), o Governo oferece uma linha de crédito especial para todos os comerciantes que tiveram os bens móveis ou imóveis danificados ou destruídos por conta das chuvas. As concessões permitem parcelamento em até 48 meses, incluindo carência de até 12 meses para pagamento da primeira parcela, sem juros para financiamentos de até R$150 mil.

“Nossa função é fazer um panorama dos comércios realmente afetados, cadastrá-los, além de levar informação a esses empresários, sobre as possibilidades de crédito oferecidos. Desde o início, a prefeitura tem buscado meios de reduzir os danos e proporcionar um recomeço à população afetada”, disse Cláudio Sousa, coordenador da Defesa Civil Municipal.

As pessoas que estiverem dentro do perfil de atendimento poderão receber todas as informações e orientações sobre a linha de crédito e os documentos necessários dirigindo-se até à Sala do Empreendedor, no prédio da HN Informática, Sala 307, ou no CredBahia.