O Conselho Municipal de Assistência Social e a Prefeitura de Itapetinga realizaram, na noite desta segunda-feira, 16, a abertura da X Conferência Municipal de Assistência Social. “Uma Conferência contribui para a refletirmos sobre as políticas de Assistência Social e oportuniza a proposição de novas soluções e ideias. A partir de hoje, até quarta-feira, nós vamos nos unir para elencar as prioridades para os próximos anos, as políticas públicas a serem desenvolvidas e as melhores formas de atender a nossa população”, destacou a secretária Andrea Carolina.

Com o tema “Assistência Social: Direito do povo e dever do estado, com financiamento público, para enfrentar as desigualdades e garantir proteção social”, a conferência reúne poder público e pessoas da sociedade civil, em especial a população atendida, para debater e decidir as prioridades nas políticas públicas para os próximos dois anos.

“Aqui irá se tratar de direitos do cidadão que o poder público tem a obrigação de financiar. A gente precisa, agora, descobrir as novas necessidades do nosso povo. As necessidades mudaram. O perfil, as características, a urgência… tudo mudou. Sei que vocês vão debater muito conteúdo conceitual, mas é preciso debater, também, ações práticas que possam suprir as novas necessidades da população”, disse o prefeito Rodrigo Hagge.

Representando a população usuária do SUAS – Sistema Único de Assistência Social – Sueli Gonçalves falou sobre a importância do CRAS para uma verdadeira transformação na sua vida. “Tenho o CRAS como uma verdadeira referência para mim. Lá eu tenho tido muita informação, muita orientação. Costumo dizer que o CRAS é uma família e eu encontrei essa família no momento que eu mais precisava. E ela me acolheu com carinho, amor e respeito. Eu posso dizer sem dúvidas de que hoje eu não seria a mesma sem o CRAS”, afirmou Sueli.

Para encerrar a participação da mesa de autoridades, que foi composta pela presidente do Conselho Municipal, Valéria Brito; pela Secretária Andrea Carolina; pela psicóloga Caroline Matos; pelos vereadores Manu Brandão e Anderson da Nova; além da usuária Sueli Golçalves, o prefeito Rodrigo Hagge desejou: “Que vocês possam sair daqui com ainda mais sensibilidade para olhar para o cidadão e fazer uma leitura clara dessas suas novas necessidades. Vamos acolher mais, cuidar mais. Mais do que nunca, os itapetinguenses dependem de vocês”.

A cerimônia de abertura da Conferência continuou com uma palestra magna proferida pela assistente social, Celina Oliveira Santos.