Após o sucesso do primeiro Festival Itapetinga de Canoagem, as atletas e dirigentes, Luciana Costa e Camila Lima, representantes da Confederação e Federação Baiana de Canoagem, voltaram a Itapetinga. Nesta terça-feira, elas se reuniram com a secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, para debaterem a realização da primeira etapa do campeonato baiano e seletiva para o campeonato brasileiro de canoagem.

No próximo dia 05 de setembro, o Parque Poliesportivo da Lagoa receberá 150 atletas baianos para disputas de 200m nas categorias C1 e K1 (canoa e caiaque). Luciana e Camila, novamente elogiaram o lago e a estrutura montada pelo município no Festival e reafirmaram o potencial que a cidade tem para montar uma escolinha de canoagem e revelar novos talentos.

“Após a conquista do ouro por Isaquias Queiroz na Olimpíada de Tóquio, a modalidade ganhou ainda mais visibilidade, o que pode ser capaz de atrair novos jovens que encontrem no esporte alternativas para a construção de um futuro melhor. Não há razão de um município investir em qualquer modalidade se não for para fomentar a prática e promover inclusão e transformação social”, disse o prefeito Rodrigo Hagge ao receber as atletas em seu gabinete e falar sobre o seu desejo de montar uma escolinha de canoagem para crianças e jovens itapetinguenses.

As representantes da confederação e federação baiana ainda decidiram, junto com o secretário Jailson Santana, detalhes sobre alojamento e alimentação dos atletas, estrutura do evento e necessidades para a escolinha a ser montada. O evento será a primeira competição oficial após as olimpíadas e será realizado em parceria com o Governo do Estado, através da Sudesb – Superintendência de Desportos do Estado da Bahia.