Após o Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) pedir a prisão preventiva de Carlos Samuel Freitas Costa Filho, flagrado em filmagem agredindo a ex-namorada, em Ilhéus, o mandado de prisão contra ele já foi expedido pela 2ª Vara Criminal da Comarca.

Segundo o órgão estadual, a prisão preventiva foi requerida com base “na necessidade de resguardar a ordem pública, considerando-se a gravidade da conduta concreta (exacerbada violência empregada) e a condição reincidente do autor do fato”.

Matéria divulgada exclusivamente pelo BNews, nesta quinta-feira (15), revelou que o homem já havia sido condenado em segundo grau, em agosto deste ano, por manter outra companheira em cárcere privado, em 2015. Na primeira sentença, que foi objeto de recurso, além de cárcere, ele recebeu condenação por ameaça e lesão corporal.

No entanto, de acordo com dados do Banco Nacional de Mandados de Prisão (BNMP), do CNJ, a expedição aconteceu nesta quinta, mesma data em que vence o prazo para cumprimento da medida. Quando isso acontece, caberá à autoridade judiciária renovar ou não o documento para, em caso positivo, a polícia proceder com o cumprimento da prisão.

Veja o documento