A Ponte Salvador-Itaparica será um vetor de desenvolvimento econômico, social e urbano para a capital baiana, a Ilha de Itaparica e a região do Litoral Sul baiano. O aviso de licitação para a construção e operação do equipamento foi publicado no Diário Oficial do Estado (D.O.E.) desta quarta-feira (18). Uma importante etapa da obra que será realizada através de uma Parceria Público-Privada (PPP).

“Com a publicação do aviso de licitação, o leilão para definir a empresa responsável pela implantação e concessão da Ponte Salvador-Itaparica está previsto para ser realizado na Bolsa de Valores, em São Paulo, em 21 de novembro, às 10h30”, destaca Marcus Cavalcanti, secretário de Infraestrutura da Bahia. O edital e os respectivos anexos estarão disponíveis neste link a partir de 23 de setembro.

A empresa vencedora do edital terá o prazo de cinco anos para a construção e iniciar a operação da ponte que liga os municípios da região Metropolitana de Salvador. Além disso, fará a gestão e a administração do equipamento durante o período de 30 anos após a implantação. A obra vai contribuir no desenvolvimento de atividades como o turismo, a indústria, a logística e a urbanização no território baiano.

A construção do equipamento com 12,4 km de extensão beneficiará 4,4 milhões de habitantes nas regiões Metropolitana de Salvador, baixo sul e litoral sul baiano. Além da construção da ponte, o projeto inclui a implantação dos acessos à ponte em Salvador, por tuneis e viadutos, e em Vera Cruz, com a ligação à BA-001, junto com uma nova rodovia expressa e a interligação desta com a Ponte do Funil, também na BA-001. // Ascom / Seinfra