O ex-presidente Michel Temer (MDB) deixou o Comando de Policiamento de Choque da Polícia Militar, em São Paulo, na início da tarde desta quarta-feira, 15.

O emedebista estava preso preventivamente desde a última quinta-feira, 9, em uma sala de Estado Maior, espaço individual e sem grades, diferente de uma cela de prisão.

Na quarta-feira, 14, a Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu libertá-lo. O político agora segue para sua residência, na capital paulista.