O ex-presidente Michel Temer (MDB) se entregou às 14h56 de hoje à Superintendência da Polícia Federal em São Paulo, na zona oeste da capital, após deixar sua casa no Alto de Pinheiros, também na zona oeste.

Ele estava a bordo de um carro com vidros escuros. Após pedido da defesa, o TRF-2 (Tribunal Regional Federal da 2ª Região) autorizou que ele permaneça detido em São Paulo. A Justiça determinou ontem que ele voltasse à prisão –o TRF-2 revogou recurso de Temer que permitiu sua saída da prisão.

A defesa do ex-presidente recorreu ao STJ (Superior Tribunal da Justiça) contra a decisão da segunda instância. O recurso será analisado pelo ministro Antônio Saldanha Palheiro, mas não há prazo para que ele se manifeste.