O secretário estadual da Educação, o senador licenciado Walter Pinheiro (sem partido) teve a carteira de habilitação temporariamente suspensa pelo Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA).

De acordo com o Bahia.ba, o nome de Pinheiro integra a lista de mais de 27 mil motoristas que ultrapassaram 20 pontos na habilitação por infrações cometidas no trânsito e estão proibidos de dirigir por 30 dias.

Além do secretário, nove deputados estaduais baianos também tiveram a habilitação suspensa. Entre os parlamentares punidos, estão o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Ângelo Coronel (PSD), e Luiz Augusto (PP), primeiro vice-presidente da Casa.