Durante toda a semana o governador Rui Costa está na correria, tentando estancar a fuga de aliados que estão bandeando para o lado do prefeito de Salvador, ACM Neto, potencial candidato ao governo da Bahia. Um exemplo é o deputado federal José Carlos Araújo, presidente do PR na Bahia, que entrou em rota de colisão com o senador Otto Alencar, na disputa por mais espaço no governo.

Nesta quinta-feira (29), o vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis, saiu em defesa do presidente do PR, acusando Otto de ser truculento e fator de divisão da base governista.

“José Carlos Araújo (PR) é um deputado federal, presidente de partido, que tem serviços prestados à Bahia e ao Brasil, principalmente quando foi presidente do Conselho de Ética. Já o senador Otto Alencar (PSD) revela o seu lado truculento de fazer política, como se fosse dono do mandato e do destino dos outros”, disse o vice-prefeito Bruno Reis (MDB).

Mais cedo, o presidente do PSD na Bahia, senador Otto Alencar, disse que Araújo lhe deve seus mandatos. O vice de ACM Neto instiga Otto dizendo que o time democrata tem atraído ‘lideranças’ do governo em todo o estado.

“Otto com sua arrogância parece os antigos donos de currais eleitorais e hoje a serviço de Rui Costa e do PT não admite que os políticos possam escolher um novo projeto. Estamos recebendo o apoio de muitas lideranças que estavam com o governo, e que vieram justamente porque não suportavam o jeito Otto Alencar de fazer política”, afirma Bruno Reis.

Bruno Reis disse ainda que Otto está empenhado na candidatura de Otto Alencar Filho, o ‘Ottinho’, a deputado federal. “Na ânsia de eleger o filho deputado federal e o irmão deputado estadual, Otto está atropelando os aliados que vê pela frente”.

Para fechar a conta, o vice-prefeito de Salvador disse que “com certeza Araújo”, assim como ele, “sente orgulho de um dia ter recebido uma oportunidade política de um líder como o senador ACM, que costumava dizer que os ‘ingratos até a natureza rejeitava”. //Bahia.Ba