A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado pelo TRF-4 por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, teria entrado com um pedido de habeas corpus preventivo no Superior Tribunal de Justiça (STJ). A informação é da colunista da Folha de São Paulo, Mônica Bergamo.

Segundo a coluna, o pedido foi feito para afastar a possibilidade de antecipação de cumprimento da pena a que ele foi condenado, de 12 anos e 1 mês de prisão em regime fechado.

De acordo com Bergamo, as chances de Lula no STJ são remotas pois “o relator dos casos da Operação Lava Jato na corte, Félix Fischer, costuma corroborar quase todas as decisões do juiz Sergio Moro e do TRF-4”.