Acesse o Sudoeste Hoje via Mobile em qualquer lugar!
  • Cadê o forró: É uma pena uma festa junina sem forró. com exceção de Juá da Bahia. Esses outros “artistas”...
  • Retado: O(s) empresário(s) de algumas bandas contratadas devem ser mágicos pq as bandas não fazem sucesso nenhum, não...
  • Luiz: Que manchete mais tendenciosa e sacana, Itapetinga merecia uma imprensa mais responsável.
  • Anônimo: Davi. Não foi assalto. Simplesmente os garotos foram socializar os celulares e logo em seguida devolveram...
  • Anonymous: Poltronas quebradas, carros sem descanso dos pés.
  • Turab molay: Moro no Clerolandia desde criança um dos bairros esquecidos pela a administração pública, via chico...
  • Jorge: Essa avenida é de exclusivo interesse do município de itapetinga, os moradores e comerciantes dessa avenida...
  • Anonymous: Senhor sabe tudo,se vc no alto da sua sabedoria entendesse um mínimo de administração pública,não tava...
  • Davi Ferraz: Póca urna querendo aparecer. Tiro surdo…
  • Retado: Davi, que história é essa que um tal vereador sem expressividade será candidato a vice governador? Notícia...
  • Anonymous: Deixa de ser ignorante cidadão! Ele tem feito o que está dentro de suas diretrizes, se fosse tão simples...
  • O Indagador: Faz arminha que o preço baixa!!!
  • Anonymous: Eu quero ver a cara desse povo quando lula colocar Jerônimo debaixo do braço e for pro pau,aí vamos ver...
  • Anonymous: Quem t que ser (demitido) é o senhor presidente.esse encenação sem lógica de tá esbravejando contra a...
  • Marcio: Manda ele vir pela estrada de macarani, e ver se tem condições de passar, ou até mesmo pela estrada de...
leitores online


DENÚNCIAS E COMENTÁRIOS

ESPAÇO LIVRE PARA  DENÚNCIAS E COMENTÁRIOS

Criamos este espaço para que os nossos leitores façam suas denúncias e comentários sobre assuntos diversos, independente dos temas abordados pelo site. Embora o espaço seja livre, não iremos postar comentários ofensivos ou difamatórios.

19 respostas para “DENÚNCIAS E COMENTÁRIOS”

  • Apesar de não gostar de partido de esquerda says:

    Ontem o senador Randolfo Rodrigues, me encheu de orgulho em ver um jovem politico competente no que faz barrandeo esta imoralidade contra a constituição e a sociedade Brasileira. Ha sim muitos partidos politicos e faz-se necesario um basta nisso. Entretanto, na hora certa e não com casuismos.

    5/04/2013
    às 5:29
    Liminar de Mendes que suspende tramitação de casuísmo pró-Dilma segue a jurisprudência do Supremo e os fundamentos do Estado de Direito
    O ministro Gilmar Mendes, do STF, concedeu ontem liminar a mandado de segurança impetrado pelo senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) pedindo a suspensão da tramitação do projeto de lei que cria dificuldades para a criação de novos partidos, impedindo que as novas siglas tenham acesso a tempo de TV e Fundo Partidário correspondentes aos parlamentares que eventualmente migrarem. A notícia foi dada em primeira mão neste blog. Muito bem! A liminar foi concedida no mesmo dia em que a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara tomou uma decisão estupidamente inconstitucional: aprovou uma PEC que submete decisões do Supremo ao Congresso e, eventualmente, a plebiscito. Pode-se ver a liminar de Mendes como simples retaliação. Bobagem! Pode-se também atentar para o seu conteúdo.

    A primeira pergunta a se fazer é esta: o ministro está entrando num assunto de economia interna da Câmara ou, então, legislando? Não! A liminar responde à questão citando a jurisprudência do tribunal, que admite o controle o controle de constitucionalidade prévio dos atos legislativos “sempre que os corpos legislativos ultrapassem os limites delineados pela Constituição ou exerçam as suas atribuições institucionais com ofensa a direitos públicos subjetivos impregnados de qualificação constitucional e titularizados, ou não, por membros do Congresso Nacional”. O trecho em azul é de Celso de Mello, ao se pronunciar em outro mandado de segurança.

  • Jose Genoino, João Paulo Cunha... says:

    com que moral estes dois quadrilheiros apenados, tem para mexer na constituição e muito menos no STF ? Dr. Gurgel estava certo quando pediu a prisão imediata destes dois meliantes.

  • ta....... says:

    que pouca vergonha em pensar qe votei nesse tipo de gente com conversa mole.E essa secretária da educação devia ter vergonha de tanto escandalo,com uma familia assim nem precisa estudar,educação vem de ksa e essa a gente sabe como é.

  • Jose Genoino, João Paulo Cunha... says:

    O que eles querem é um estado anarquico, para depois instalar a ditadura branca. Antes disso a sociedade coloca voces todos na cadeia e ou fora do poder.

    Supremo critica proposta que dá poder de veto ao Congresso
    Para o ministro Gilmar Mendes, a proposta “evoca coisas tenebrosas” do passado nacional
    Terra

    A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que submete decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) ao Congresso foi recebida com críticas por integrantes da Corte. O texto foi aprovado nesta quarta-feira, 24, pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados e ainda precisa ser analisada por uma comissão especial antes de seguir para votação no plenário.

    Para o ministro Gilmar Mendes, a submissão de decisões do Supremo a outros poderes “evoca coisas tenebrosas” do passado nacional. Ele lembrou que a Constituição de 1937, concebida no regime do Estado Novo de Getúlio Vargas, permitia a submissão de decisões do Judiciário ao presidente da República. “Acredito que não é um bom precedente. A Câmara vai acabar rejeitando isso”, afirmou.

    O ministro acrescentou que os movimentos do Legislativo contra o Supremo são marcados por “decepções e frustrações imediatas”, deixando entender que a proposta que tramita na Câmara é fruto do casuísmo de parlamentares que não concordam com decisões recentes do STF. “No momento seguinte, o tribunal decide por um outro sentido, que atende a determinado tipo de expectativa. É preciso ter muito cuidado com esse tipo de interação e acredito que, em geral, tem se sabido valorizar a democracia, o estado de direito e acredito que será assim que a Câmara encaminhará”, completou Mendes.

    Uma das modificações propostas pela PEC estabelece que quando o STF decidir pela inconstitucionalidade de uma emenda à Constituição, o Congresso poderá rever o ato do tribunal. Caso os parlamentares discordem da posição do Supremo, a questão seria decidida em um plebiscito popular

    G1

  • Onde tem falcatrua, maracutaia tem PT says:

    Cheque que Valério diz ter custeado gastos de Lula traz no verso número de conta inexistenteComentários 61Josias de Souza

    25/04/2013 06:10

    Freud à PF: R$ 98,5 mil recebidos de Valério pagaram serviços prestados a Lula na campanha
    Depois da reinquirição de Marcos Valério na Polícia Federal, há dois dias, informou-se que será protocolado na Justiça Federal, em Belo Horizonte, um pedido de quebra do sigilo bancário de Freud Godoy. Deseja-se saber o destino dos R$ 98,5 mil que Valério repassou ao ex-segurança e ex-assessor especial de Lula. A providência flerta com o inócuo.

    O dinheiro que Valério agora afirma ter custeado “despesas pessoais” de Lula, já foi objeto da curiosidade da PF no inquérito do mensalão –aquele que serviu de base para a denúncia que resultou na condenação de 25 pessoas no STF. O cheque repassado a Freud é datado de 21 de janeiro de 2003. Emitiu-o a SMP&B Comunicação Ltda., agência que tinha o operador do mensalão como sócio.

  • eles não vão fazer disto aqui uma republiqueta Bolivariana não.
    Tweet

    Poderes

    Presidente da Câmara suspende proposta que opõe STF e Congresso
    Henrique Alves rechaçou abertura imediata de comissão para analisar a matéria, caminho obrigatório para que proposta seja votada em plenário
    Gabriel Castro, Laryssa Borges e Marcela Mattos

    Alves pediu estudo para analisar se PEC fere preceitos fundamentais (Antônio Cruz/Agência Brasil)

    Em meio a um novo embate entre o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), decidiu não instalar imediatamente a comissão especial destinada a analisar a proposta aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa que submete decisões da corte ao Legislativo. Alves argumentou que aguardará um estudo jurídico para avaliar se a proposta viola preceitos fundamentais de equilíbrio entre os poderes.

    De acordo com Alves, a tramitação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC), do deputado petista Nazareno Fonteles (PI), será suspensa “enquanto não tiver uma definição muito clara do que é o respeito à harmonia de poderes, cada um ocupando seu espaço, segundo as normas constitucionais”. “O Judiciário pode entender que está interferindo em seus poderes, na relação de harmonia que tem que haver entre Judiciário e Legislativo”, disse o peemedebista.

    Tweet

    Poderes
    Presidente da Câmara suspende proposta que opõe STF e Congresso
    Henrique Alves rechaçou abertura imediata de comissão para analisar a matéria, caminho obrigatório para que proposta seja votada em plenário
    Gabriel Castro, Laryssa Borges e Marcela Mattos

    Alves pediu estudo para analisar se PEC fere preceitos fundamentais (Antônio Cruz/Agência Brasil)
    Em meio a um novo embate entre o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), decidiu não instalar imediatamente a comissão especial destinada a analisar a proposta aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa que submete decisões da corte ao Legislativo. Alves argumentou que aguardará um estudo jurídico para avaliar se a proposta viola preceitos fundamentais de equilíbrio entre os poderes.

    De acordo com Alves, a tramitação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC), do deputado petista Nazareno Fonteles (PI), será suspensa “enquanto não tiver uma definição muito clara do que é o respeito à harmonia de poderes, cada um ocupando seu espaço, segundo as normas constitucionais”. “O Judiciário pode entender que está interferindo em seus poderes, na relação de harmonia que tem que haver entre Judiciário e Legislativo”, disse o peemedebista.

    Tweet

    Poderes
    Presidente da Câmara suspende proposta que opõe STF e Congresso
    Henrique Alves rechaçou abertura imediata de comissão para analisar a matéria, caminho obrigatório para que proposta seja votada em plenário
    Gabriel Castro, Laryssa Borges e Marcela Mattos

    Alves pediu estudo para analisar se PEC fere preceitos fundamentais (Antônio Cruz/Agência Brasil)
    Em meio a um novo embate entre o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), decidiu não instalar imediatamente a comissão especial destinada a analisar a proposta aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa que submete decisões da corte ao Legislativo. Alves argumentou que aguardará um estudo jurídico para avaliar se a proposta viola preceitos fundamentais de equilíbrio entre os poderes.

    De acordo com Alves, a tramitação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC), do deputado petista Nazareno Fonteles (PI), será suspensa “enquanto não tiver uma definição muito clara do que é o respeito à harmonia de poderes, cada um ocupando seu espaço, segundo as normas constitucionais”. “O Judiciário pode entender que está interferindo em seus poderes, na relação de harmonia que tem que haver entre Judiciário e Legislativo”, disse o peemedebista.

    Veja

  • Para autor de projeto sobre partidos, decisão do STF favorece infidelidade

    Supremo suspendeu análise de proposta que prejudica novos partidos.
    Para Edinho Araújo, Legislativo deve decidir momento de votar projetos.

    Nathalia Passarinho
    Do G1, em Brasília

    1 comentárioAutor do projeto que dificulta que novos partidos tenham acesso a maior tempo de propaganda de televisão e maior fatia do Fundo Partidário, o deputado Edinho Araújo (PMDB-SP) afirmou nesta quinta-feira (25) que a decisão do Supremo Tribunal Federal de suspender a tramitação da proposta pode levar à “apologia da infidelidade partidária”.

    “O projeto não proíbe a formação de novos partidos, apenas reduz a cota do fundo e o tempo de TV. As novas siglas poderão se formar e terão a cota mínima. A proposta visa respeitar a fidelidade partidária. Acho que essa decisão do Supremo pode ensejar apologia à infidelidade partidária”, afirmou o peemedebista ao G1.

    saiba mais

    STF manda Congresso suspender projeto que prejudica novos partidosMinistro do Supremo diz que não há crise entre Legislativo e JudiciárioNa noite desta quarta (24), o ministro Gilmar Mendes determinou suspensão da tramitação da proposta que impede que parlamentares que mudem de partido no meio do mandato transfiram para a nova agremiação parte do fundo partidário e do tempo no rádio e na TV da sigla de origem.

  • .25/04/2013 12h51 – Atualizado em 25/04/2013 14h12
    Para autor de projeto sobre partidos, decisão do STF favorece infidelidade
    Supremo suspendeu análise de proposta que prejudica novos partidos.
    Para Edinho Araújo, Legislativo deve decidir momento de votar projetos.

    Nathalia Passarinho
    Do G1, em Brasília

    1 comentárioAutor do projeto que dificulta que novos partidos tenham acesso a maior tempo de propaganda de televisão e maior fatia do Fundo Partidário, o deputado Edinho Araújo (PMDB-SP) afirmou nesta quinta-feira (25) que a decisão do Supremo Tribunal Federal de suspender a tramitação da proposta pode levar à “apologia da infidelidade partidária”.

    “O projeto não proíbe a formação de novos partidos, apenas reduz a cota do fundo e o tempo de TV. As novas siglas poderão se formar e terão a cota mínima. A proposta visa respeitar a fidelidade partidária. Acho que essa decisão do Supremo pode ensejar apologia à infidelidade partidária”, afirmou o peemedebista ao G1.

    saiba mais

    STF manda Congresso suspender projeto que prejudica novos partidosMinistro do Supremo diz que não há crise entre Legislativo e JudiciárioNa noite desta quarta (24), o ministro Gilmar Mendes determinou suspensão da tramitação da proposta que impede que parlamentares que mudem de partido no meio do mandato transfiram para a nova agremiação parte do fundo partidário e do tempo no rádio e na TV da sigla de origem.

  • Aécio apresentará projeto que acaba com a reeleição no País
    Agência Estado

    Senador quer extinguir a possibilidade de reeleição presidencial
    .O senador e pré-candidato à Presidência da República Aécio Neves (PSDB-MG) está elaborando um projeto para propor no Senado que vai polemizar e alterar o atual cenário político: ele quer extinguir a possibilidade de reeleição presidencial, de governadores e prefeitos e ampliar de quatro para cinco anos os mandatos de todos os novos eleitos, aplicando, desde já, a regra que poderia afetar a si mesmo caso eleito.

    Sua ideia é que, uma vez aprovada, a regra passe a valer já para os vencedores do pleito de 2014, impondo ajustes aos mandatos atuais de senadores e deputados, ampliando-os para forçar a coincidência nas eleições seguintes e fixando-os nos mesmos cinco anos estabelecidos para Presidente da República.

    Aécio ainda matura o projeto, mas não esconde a convicção de que os quatro anos previstos na legislação vigente são insuficientes para uma gestão minimamente eficiente de um País ou Estado. A reeleição, por sua vez, condiciona a segunda metade do mandato à campanha eleitoral, submetendo o governo e, por extensão, a população, a uma gestão distanciada dos reais interesses do País. Ele chama de soluções bienais a falta de coincidência das eleições que considera nefasta para a administração pública. Com frequência, classifica de “loucura” eleições de dois em dois

  • SI LES GUSTA EL BALLET, ES ALGO DIFERENTE, PERO ¡MUY LINDO!

    ESPECTACULAR interpretación, bailarines, música y escenografía. Creo lo van
    a disfrutar ¡¡¡MUCHISIMO!!!. Ponchielli nunca imaginó, hace ya más de un
    siglo que un día interpretarían el segundo acto, “La danza de las Horas”, de
    su linda Opera, La Gioconda, de esta manera tan hermosa y elegantemente
    sensual…Magnifica la interpretacion de la ballerina Letizia Giuliani y del
    mejor Angel Corella.
    En el Gran Liceu, Ramblas.
    Barcelona en temporada de Ópera, se viste de LUJO!

    http://www.youtube.com/watch_popup?v=gfxokVc6lYg&vq=medium

  • Anônimo says:

    Davi estam qerendo que nos funcionarios concursados da saude,teabalha oito horas.

  • paulo santos says:

    Davi estam qerendo que nos funcionarios concursados da saude,teabalha oito horas.

  • anciosa says:

    POR QUE ESSA TAL DE SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO OU MELHOR; SEM EDUCAÇÃO QUE ELA É,AINDA NÃO SAIU? TÁ NA HORA DA COMUNIDADE ESCOLAR FAZER UMA MANIFESTAÇÃO E BOTAR ELE NO OLHO DA RUA, COM TANTO DESMANDO PELA PARTE DO CASAL AINDA DEIXA ESSA PESTE LÁ? LOBOS VESTIDOS DE CORDEIRO.VÃO PRESTAR CONTAS A DEUS, POR ESCONDER ATRAS DO EVANGELHO E FAZER ESSE TIPO DE COISA E MUITO ERRADA.POEM UM TAL DE FANUEL PARA SER UM TAL DE ESPETOR E SAIR ESPETANDO OS PROFESSORES E ELE SE PRESTAR UM PAPEL DESSE EU ACHO D+! SABE O QUE ISSO? FALTA DO QUE FAZER DENTRO DA SECRETARIA QUE ESTÁ IMPAZINADA DE GENTE PUXA SACO QUE DEVERIA ESTÁ TRABALHANDO.

  • PELO O AMOR DE DEUS PREFEITO ,CADE O CARRO DOS PACIENTE QUE FAIS TRATAMENTO EM SALVADOR??EU PERDI TREZ CONSUTA COM O MEDICO POR CALSA DA FALTA DO CARRO.PROMOTO NOS AJUDE POR FAFOR.

  • pode acontecer vou pagar pra ver Dr. Joaquim Barbosa se dobrar a estes quadrilheiros.
    V

    Blog
    Reinaldo Azevedo

    STF está diante de dois caminhos: num, está a lei; no outro, o arranjo que conduz à desmoralização da Justiça

    Quando os senhores ministros do Supremo Tribunal Federal tomarem seus assentos naquelas vetustas e enormes cadeias para decidir sobre os embargos infringentes — e, a depender do desfecho, a desmoralização do Judiciário será o corolário fatal —, terão pela frente dois caminhos: um deles é seguir a Lei 8038, de 1990, que disciplina os processos penais nos tribunais superiores e que não prevê embargos infringentes, o que, parece óbvio, torna matéria vencida o Artigo 333 do Regimento Interno do STF, que abriga esse expediente. O outro é declarar a prevalência de um regimento interno sobre uma lei, contrariando prática do próprio tribunal. Nota: na Constituição de 1967, o regimento do tribunal tinha força de lei; na de 1988, não.

    “Contrariando prática do próprio tribunal, Reinaldo?” Sim! O Artigo 331 do Regimento Interno do STF prevê embargos infringentes para Ação Direta de Inconstitucionalidade. Ocorre que a Lei 9869 veio a disciplinar a questão e não previu os ditos-cujos, e o STF passou a considerar, então, que eles não são mais cabíveis nesse caso.

    Restante em Veja.

  • Campos na TV: discurso pega carona no mote de Serra em 2010, mas fazendo discurso de situação. Ou: Campos seria o futuro de um passado que tem FHC, Lula e… Dilma! Será?

    “O Brasil pode mais”. Era esse o mote da campanha do tucano José Serra à Presidência em 2010. Em 2014, caso confirme a sua candidatura, o governador Eduardo Campos (PSB) pretende emplacar o “é possível fazer mais“. Sai “o Brasil” como sujeito; entre Campos como a personagem oculta do que seria possível. Em 2010, Serra conduziu uma campanha de oposição, sim, mas sem bater de frente com o Lula. Se candidato, Campos, está claro, vai se apresentar como uma “situação” mais competente do que Dilma Rousseff.

    É uma equação sustentável? Acho que é suficiente para popularizar o seu nome para 2018.

    Antes que faça algumas considerações sobre a linha adotada, cumpre notar que o PSB levou ao ar um programa de excelente qualidade técnica, profissional mesmo! Se o governador vai ou não disputar a eleição, não dá para saber ainda — já está ficando tarde para recuar; corre o risco de passar por faroleiro se voltar atrás —, mas é possível afirmar uma coisa: não está de brincadeira. Cercou-se de gente que entende do riscado.

    A vez de Campos
    O PSB voltou no tempo. Foi lá atrás buscar a campanha das Diretas, que teria sido tocada por homens que souberam vencer as divergências em benefício do Brasil. E apareceram, então, as figuras de Tancredo Neves, Leonel Brizola, FHC, Lula e, não poderia faltar, Miguel Arraes, avô do governador. A mensagem nada sutil: também hoje o país precisa de união; de pessoas que não estejam preocupadas em dividir, mas em somar. A mensagem menos sutil ainda: a personagem que encarna essa união é… Campos!

  • Os movimentos do Eduardo Campos, me remete a pensar sobre algo parecido com a primeira campanha de Bill Clinton.

  • Cuba, Venezuela, casa de mãe Joana etc etc. Este mesmo Nazareno é autor de uma PEC que limita os ganhos dos Brasileiros. Esta Pec inclusive, ja passou pela CCJ (Imaginem Jose Genoino ew Jão Paulo Cunha dois quadrilheiros, apenados a decidirem os destinos deste pais) e uma hora dessas vai a votação.

    .26/04/2013 13h07 – Atualizado em 26/04/2013 13h48
    Toffoli dá 72 horas para Câmara se manifestar sobre PEC que limita STF

    Ministro quer ouvir argumentos do Legislativo antes de decidir sobre liminar.

    Oposição tenta suspender a tramitação da proposta de deputado do PT.

    Fabiano Costa
    Do G1, em Brasília

    Relator do mandado de segurança que pede a suspensão de Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que submete decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) à avaliação do Congresso, o ministro Antônio Dias Toffoli concedeu nesta sexta-feira (26) prazo de 72 horas para que a Câmara dos Deputados se manifeste sobre a proposta do deputado Nazareno Fontelles (PT-PI), aprovada nesta semana pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara.

    O que é a PEC 33

    A proposta de emenda constitucional número 33 impõe limites ao poder do Supremo Tribunal Federal. Na prática, o STF deixaria de ter a última palavra sobre mudanças na Constituição. Leia mais.

    Segundo a assessoria do STF, o prazo de 72 horas começará a contar no momento em que o tribunal for avisado de que a Câmara recebeu o despacho de Toffoli. Ainda segundo a assessoria, a contagem não pode começar em fim de semana ou feriado.

    Toffoli pretende ouvir as partes envolvidas no processo antes de decidir sobre o pedido de liminar protocolado nesta quinta (25) pelo PSDB e pelo PPS. Os dois partidos alegam que a proposta do parlamentar petista não poderia sequer estar tramitando no Congresso, por “ofender” o princípio da separação de poderes. Toffoli pediu explicações da Mesa Diretora da Câmara e da Comissão de Constituição e Justiça da Casa.

    Em seu despacho, o ministro também abre espaço para a Advocacia-Geral da União (AGU) se posicionar sobre o impasse

    Leia no G1

Deixe seu comentário


  • 24 de maio de 2022 | 10:06


  • 29 de abril de 2022 | 10:42

  • ESPAÇO RECANTO MARINHO
    29 de março de 2022 | 00:43

  • MORADA DO PARQUE
    29 de março de 2022 | 00:04


  • 28 de março de 2022 | 23:37


  • 27 de março de 2022 | 01:11


  • 27 de março de 2022 | 00:52


  • 26 de março de 2022 | 01:20

  • RODRIGO TÁ FECHADO COM PEDRO TAVARES
    14 de fevereiro de 2022 | 22:34

    Outra especulação sem pé nem cabeça tenta por em dúvida o apoio de Rodrigo Hagge ao deputado Pedro Tavares (DEM), o que não tem cabimento a essa altura do campeonato. Rodrigo tem reiterado o seu apoio ao deputado Pedro Tavares, que tem desempenhado um excelente trabalho em defesa das pautas de Itapetinga na Assembleia Legislativa e junto aos órgãos governamentais, gozando da inteira confiança de Rodrigo e do grupo. Não tem concorrente à altura no município e será reeleito com grande votação. O resto é conversa besta de quem não tem informação segura e só vive de intriga…

  • RODRIGO FICA E NÃO ABRE
    14 de fevereiro de 2022 | 21:40

    Pela milésima vez, especulam sobre uma improvável candidatura do Rodrigo Hagge a deputado estadual ou federal, interrompendo o seu mandato de prefeito faltando 2 anos e 8 meses do final, que só ocorrerá em 31 de dezembro 2026. Dois fatores são determinantes para que ele continue no cargo de prefeito, sem se arriscar numa aventura que pode não dar certo: 1º – o compromisso assumido com a população durante sua campanha para prefeito: 2º – a falta de articulação para construção de bases eleitorais em outros municípios, capazes de garantir sucesso numa eleição disputadíssima para o legislativo. Rodrigo vai longe, mas pode esperar mais um pouco.

  • RSSArquivo de Quentinhas & Boas »


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia