Acesse o Sudoeste Hoje via Mobile em qualquer lugar!
  • João Pedro: Foi a melhor atração no tradicional forro pé de serra parabéns juá vc representou os artistas da terra...
  • Leitor: Direto aqui em itapetinga está tendo incêndios em terrenos baldios e ninguém fiscaliza,e muito menos há...
  • Anonymous: Meu Deus! que tragédia
  • Rose: So pode ser piada, chega na ser ridícula. Fora Lula.
  • O Indagador: Pesquisa DataFolha de hoje: 23/06/2022 Lula 47% Bolsonaro 28% Ciro Gomes 8% Janones 2%
  • Servidor público: Então na próxima quinta-feira, 23,não terá ponto facultativo.
  • Davi Ferraz: As informações sobre os espaços na festa de São João da Lagoa são da responsabilidade da Secretaria de...
  • anônimo: Rivadávia Ferraz, quais os valores de espaços (ambulantes), para comercializar na festa de São João na lagoa?
  • Servidor público: Será que no dia 23 teremos ponto facultativo?
  • Retado: Estão preocupados com os cargos para os apadrinhados.
  • Servidor público: Será que teve a sessão e foi aprovado os reajustes?
  • Servidor público: Mas será que ja vai valer para o salário de junho?
  • Leitor: E os bancos vão abrir amanhã amanhã, 16?
  • Servidor público: So podia ser do PT mesmo, ptralhas contra os direitos dos servidores municipais
  • João: Toda semana sai pesquisa de intenção de votos para presidente. O site q é do interior da Bahia, não publica os...
leitores online


RELATOR DO MENSALÃO VOTA PELA CONDENAÇÃO DE MARCOS VALÉRIO E JOÃO PAULO CUNHA

Ministro Joaquim Barbosa do STF

 

O relator da Ação Penal 470, ministro Joaquim Barbosa, votou nesta quinta-feira (16) pela condenação do deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP) por corrupção passiva e dos sócios das empresas SMP&B e DNA Comunicação, Marcos Valério, Ramon Hollerbach e Cristiano Paz, por corrupção ativa. Neste momento, Barbosa continua a proferir o voto em relação a João Paulo Cunha e aos sócios do publicitário Marcos Valério.

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), onde a ação, conhecida pelo nome de mensalão, está sendo julgada, ainda votarão sobre a condenação ou absolvição dos acusados. “A vantagem indevida de R$ 50 mil, oferecida pelo sócio da agência [de Marcos Valério] foi um claro favorecimento privado […] em benefício próprio de João Paulo Cunha”, argumentou Joaquim Barbosa.

Após início tenso, na abertura da sessão, ficou definido que cada ministro do STF está livre para apresentar seu voto da forma que considerar mais conveniente. Joaquim Barbosa começou a ler seu voto a partir dos crimes cometidos pelos réus. O primeiro item trazido foram as acusações de desvios de dinheiro da Câmara dos Deputados, pela SMP&B e por João Paulo Cunha. (Agência Brasil)

5 respostas para “RELATOR DO MENSALÃO VOTA PELA CONDENAÇÃO DE MARCOS VALÉRIO E JOÃO PAULO CUNHA”

  • Oie
    Venho aqui relatar q as perssoas de bem de nossa terra não se
    esqueçam que este PT q ai está, é o mesmo PT do MENSALÃO,
    POEIRA E LAMA. digo isto va agora ceda la nas vilas, é evidente
    a falda de zelo e atenção para com aquelas pessoas q ali vivem.
    È um descazo total, eles estão cadastrando carros de Itambe e Itororo,
    para a mega carreata, mas nosso povo num é besta, esta é sua cartada final.
    Poia depois da carreata eles iram fazer pesquisas e observar se ouve exito.
    Se eles pegassem este dinheiro mais de 200mil reais e gastasse com os pobres da periferia com certeza sortia mais efeitos.
    Obs ja disse aqui CUIDADO la nas VILAS TEM UM PESSOAL A ESPERA DE VCS
    COM MUITAS …, pois la passaram 4anos e nada vcs fizeram. Ha não ser
    Deixar o bairro a merces dos Traficantes, ladrões, alem de muito LIXO,
    POEIRTA E LAMA. e ainda não conseguir entender aquem eles querem IMPRESSIONAR. Pois ja sabemos em quem VOTAR, VOTAMOS QUINZEEEEEEEEE
    KAKAKAKAKAKAKAA
    AGORA É ELA
    AGORA É QQUUIIZZEEEEEEEEEEEEEE
    KAKAKAKAKAKAKAA

  • O BRASIL SERIO TEM UMA VONTADE ENORME DE ABRAÇAR ESTE NEGRÃO says:

    VA EM FRENTE MINISTRO JOAQUIM BARBOSA, O BRASIL AGUARDA ANSIOSO O DESFECHO DESTE EPISODIOO DO QUAL NOS ENVERGONHA A TODOS.

  • O NEGRÃO DEU UM NÓ NO LEVANDOVISK, FATIOU O PROCESSO VAI PROCESSAR OS PEQUENINOS E VAI..... says:

    DEIXAR O CHEFE DA QUADRILHA PARA PEGAR POR ULTIMO.

  • A QUADRILHA TA QUE É UM GAGAÇO SÓ says:

    A CHAPA DESTA TURMINHA DO PT ESTA QUENTE, E ESSE NEGRÃO AI VAI BOTAR MAIS FOGO AINDA.

  • TUDO ISTO É POR CONTA DO PAVOR EM SABER QUE SE UM DESSES MENSALEIROS FOR CONDENADO A QUADRILHA CAI TODA says:

    O PANICO É GERAL. OS ADVOGADOS ESTÃO MORRENDO DE MEDO. SÓ QUE A FORMA QUE O MINISTRO JOAQUIM RECEBEU A DENUCIA FOI FARTIADA, E BATEU PÉ FIRME PARA ASSIM CONDENAR ESTES MENSALEIROS. VAMOS VER NO QUE VAI DAR.

    Advogados se queixam de julgamento ‘fatiado’ do mensalão e lançam ofensiva
    Capitaneados por Thomaz Bastos, cerca de 20 defensores de réus levam petição a ministros para que Corte reconsidere decisão do processo por partes e classificam metodologia de ‘aberração’
    20 de agosto de 2012 | 3h 06
    Notícia

    BRASÍLIA – Os advogados dos réus do mensalão insurgiram-se contra o fatiamento do julgamento no Supremo Tribunal Federal. Em petição que será protocolada nesta segunda-feira, 20, no gabinete do presidente da Corte, Ayres Britto, os principais criminalistas constituídos pela defesa sustentam que a fragmentação – proposta pelo ministro relator, Joaquim Barbosa – seria uma “aberração” e configuraria “julgamento de exceção”.

    Beto Barata/AE – 16.08.2012Ministros do Supremo durante sessão de julgamento do mensalão
    É a mais pesada reação dos bacharéis contra a decisão do Supremo de dividir o julgamento da ação por capítulos, personagens e crimes, em vez de cada ministro ler seu voto sobre o processo de uma só vez. Os advogados chamam de “obscura” a ordem estabelecida, “que afronta o postulado do devido processo legal, bem como os dispositivos do Regimento Interno do STF”.

    Os advogados reivindicam esclarecimentos sobre o rito a ser adotado nas próximas sessões plenárias, o roteiro de votação e o cálculo de penas, no caso de condenações. “Reiterando sua preocupação com a realização de um julgamento de exceção, pedem deferimento”, diz o texto.

    A ofensiva dos advogados, sem paralelo na história da Corte, vai provocar impacto na cúpula do Supremo, pois coincide com a posição de parte dos ministros. A exemplo dos defensores, esses integrantes do STF se declaram confusos com os rumos do julgamento. “Nem sei quando vou poder votar”, admitiu o ministro Marco Aurélio Mello.

    Cópias da petição também serão entregues a alguns ministros, além do protocolo no gabinete de Ayres Britto. A estratégia é que um dos magistrados se manifeste na sessão desta segunda sobre a manifestação dos advogados.

    Autoria. A petição foi pensada e redigida pelo criminalista Márcio Thomaz Bastos, ex-ministro da Justiça no governo Lula, defensor do executivo José Roberto Salgado, do Banco Rural. Com 53 anos de experiência, Thomaz Bastos declara “respeito e apreço” a todos os ministros. O texto contém argumentos técnicos e trata a Corte com reverência.

    Subscrevem o manifesto cerca de 20 advogados, como José Luís Oliveira Lima (que defende o ex-ministro José Dirceu), Luiz Fernando Pacheco (José Genoino, ex-presidente do PT), Arnaldo Malheiros Filho (Delúbio Soares, ex-tesoureiro do PT) e Antônio Cláudio Mariz de Oliveira (Ayanna Tenório, ex-dirigente do Rural).

    A banca de advogados sustenta que o fatiamento sugerido por Barbosa toma por princípio a versão acusatória, da Procuradoria-Geral da República, ao seguir a ordem da denúncia, método “ao qual se opôs de imediato” o revisor Ricardo Lewandowski.

    Os advogados temem que, se prevalecer essa fórmula, ficará configurado fato excepcional na história judiciária do País. “Pior do que aquilo que o ministro Marco Aurélio denominou de ‘voto capenga’, por decidir, num mesmo julgamento, sobre uma imputação e não outra, teremos aqui um voto amputado, em que o ministro dá o veredito, mas não profere a sentença, numa segmentação alienígena.”

    Na quinta-feira, 16, Barbosa votou pela condenação do deputado João Paulo Cunha (PT-SP), do empresário Marcos Valério e de seus ex-sócios, mas não aplicou pena. “Nenhum magistrado brasileiro diz ‘condeno’ sem dizer a quê e a quanto”, protestam os criminalistas.

    Para os defensores, a metodologia que separa o julgamento em muitas partes caracteriza distinção excepcional entre veredito e sentença. “A prevalecer o fatiamento, haverá um juiz apto a proferir o primeiro (veredito), mas não a segunda (sentença), o que, para nossa cultura jurídica, é verdadeira aberração.”

    Os advogados pedem “acesso aos votos parciais do relator durante as sessões e em momento precedente à sua leitura, nas mesmas condições em que os recebe o procurador-geral da República” e mostram preocupação com a situação de Cezar Peluso. “Não bastasse essa situação de exceção, que desnatura a constitucionalidade do julgamento, temos a dificuldade da conhecida proximidade da aposentadoria compulsória do ministro Cezar Peluso (no dia 3), já que é inexorável a marcha do tempo.”

Deixe seu comentário


  • 6 de junho de 2022 | 10:06


  • 29 de maio de 2022 | 22:01


  • 29 de abril de 2022 | 10:42

  • ESPAÇO RECANTO MARINHO
    29 de março de 2022 | 00:43

  • MORADA DO PARQUE
    29 de março de 2022 | 00:04


  • 28 de março de 2022 | 23:37


  • 27 de março de 2022 | 01:11


  • 27 de março de 2022 | 00:52


  • 26 de março de 2022 | 01:20

  • RODRIGO TÁ FECHADO COM PEDRO TAVARES
    14 de fevereiro de 2022 | 22:34

    Outra especulação sem pé nem cabeça tenta por em dúvida o apoio de Rodrigo Hagge ao deputado Pedro Tavares (DEM), o que não tem cabimento a essa altura do campeonato. Rodrigo tem reiterado o seu apoio ao deputado Pedro Tavares, que tem desempenhado um excelente trabalho em defesa das pautas de Itapetinga na Assembleia Legislativa e junto aos órgãos governamentais, gozando da inteira confiança de Rodrigo e do grupo. Não tem concorrente à altura no município e será reeleito com grande votação. O resto é conversa besta de quem não tem informação segura e só vive de intriga…

  • RSSArquivo de Quentinhas & Boas »


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia