O deputado federal Geraldo Simões considerou “ingratidão” o posicionamento da indústria de calçados Azaleia Nordeste (Vulcabras), que anunciou o fechamento de seis unidades no interior baiano. O parlamentar petista diz que o governo baiano havia intermediado empréstimo de R$ 64 milhões para a fábrica na Bahia, via Banco do Nordeste, e ofereceu ICMS diferenciado. Mas mesmo assim a indústria anunciou fechamento. ” Além disso, a presidenta Dilma se comprometeu a combater com rigor a entrada ilegal de calçados chineses no Brasil. A Azaléia não pode cometer essa ingratidão com Wagner e os baianos – disse o deputado. A Azaleia alegou baixa produtividade nas seis fábricas instaladas em Iguaí, Ibicuí, Itati, Potiraguá, Itarantim e Maiquinique, no centro-sul baiano. PIMENTA BLOG