setembro 2011
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
Acesse o Sudoeste Hoje via Mobile em qualquer lugar!
  • Fabiano Pereira: É só pra lavar uma roupa suja aqui… Às moças que conheço de Itapetinga são diferentes das...
  • Gabriel: “sem seguir o trâmite legal…” Então aprovaram a criação de 13° pra vereador sim, apenas...
  • Anonymous: Que merda nenhuma cara para com isso tampando sol com peneira
  • Pedro: [22/10 15:30] Ariane bastos:uma pessoa me falou que Danny Souza comprou de geladeira a fogão bom caro ..mas...
  • Gustavo: Vamos torcer para que Itapetinga nos próximos anos recebe os prêmios nas categorias de: eficiência fiscal e...
  • Fabiano Pereira: Itapetinga merece tudo de bom…nessa cidade sou feliz no amor…à razão por querer bem à...
  • Gustavo: Cabe aqui uma correção. Na matéria consta “A requalificação do Parque Poliesportivo da...
  • Leitor: So que o tempo pra passar é quase nada,era 20seg mas ontem eu passei parece que diminuiu pra 15seg,enqto tem...
  • anônimo: Quando tem concursos públicos, como por exemplo o do Banco do Brasil que foi realizado em várias cidade do...
  • Anômino: Eu conheço cidades menores do que Itapetinga que possuem semáforos, um exemplo é Nova Venécia-ES que tem...
  • Manoel messias oliveira Lima: Agora Itapetinga vai a muito tempo nossa cidade precisava de ter esses equipamentos o...
  • Anonymous: O próximo semáforo deveria ser na praça do BOI!!
  • João Carlos s.santos: Até que enfim um prefeito arretado está estalando esse bendito semáforo nesse local,mas também...
  • Anonymous: Até que fim vai fazer uma coisas qua presta
  • anônimo: A pandemia só acabou em Itapetinga, e o povão, tudo como antes no quartel de abrantes.
leitores online


BRASIL CONHECERÁ PORÕES DA DITADURA MILITAR

Brasil conhecerá os porões da ditadura

O governo muito relutou (com medo de quê?) para se decidir pela criação da Comissão da Verdade de modo a esclarecer os graves crimes, as torturas e tudo o mais que aconteceu na época da ditadura militar. Lula tentou, mas recuou diante da resistência dos militares.

Senadores do atraso como José Sarney e Fernando Collor pregaram o sigilo eterno dos documentos, o primeiro alegando que a divulgação, a abertura da caixa preta para que os brasileiros conheçam a história contemporânea brasileira iria refletir na segurança do Estado. A cidadania bateu pé firme e, também, boa parte dos deputados. Afinal, a ditadura desapareceu há 27 anos.

Na noite de ontem, depois de negociação com as Forças Armadas, a Câmara dos Deputados aprovou a criação da Comissão da Verdade  que irá lançar luz sobre as graves violações dos direitos humanos cometidos no regime de exceção. Dilma Rousseff, consultada em Nova York, deu sinal verde. O texto exclui grupo pessoas que “não tenham imparcialidade no exercício das competências na comissão”.

A comissão também deverá ser aprovada no Senado. O Brasil, logo, logo poderá ter acesso aos acontecimentos da época de chumbo, do que aconteceu nos porões da ditadura e resgatar uma parte importante da sua história recente, apesar dos Sarneys e dos Collors.

2 respostas para “BRASIL CONHECERÁ PORÕES DA DITADURA MILITAR”

  • BAIONETA CALADA says:

    Voces estão indo buscar lã em ovelha pelada. Cuidado para não sairem tosqueados.

  • “Não sou contra Comissão da Verdade, não defendo tortura”
    Claudio Leal.

    Ex-ministro de três governos da ditadura militar (1964-1985), o tenente-coronel reformado Jarbas Passarinho, 91 anos, defende que a Comissão da Verdade não se limite às violências do aparelho repressivo do Estado e apure também os “crimes da esquerda radical”, principalmente o PCdoB. Nesta quarta-feira (21), a Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que cria o grupo governamental. O texto ainda passará pelo Senado.

    “Minha posição sempre foi a seguinte: não sou contra (a comissão) porque não sou a favor de tortura. Mas não sou a favor de decisões unilaterais. A guerra foi total, teve também o terrorismo. Isso eu critico e sempre critiquei”, diz o ex-ministro, um dos signatários do AI-5 (Ato Institucional Nº5), marco da restrição às liberdades individuais no País, em dezembro de 1968.

    Um colegiado de sete representantes nomeados pela Presidência da República vai investigar, ao longo de dois anos, os casos de violações dos direitos humanos ocorridos entre 1946 e 1988. Houve comissões similares em outros 40 países. No Brasil, o foco recairá sobre a ditadura iniciada em abril de 1964, após o golpe contra o presidente João Goulart.

    Passarinho, historicamente vinculado aos oficiais moderados, deseja que o grupo “apure igualmente os dois abusos”: da linha dura das Forças Armadas e da esquerda radical.

    Com uma carreira híbrida, dividida entre funções civis e militares, ele é um dos líderes remanescentes desse período. Ex-ministro do Trabalho, da Educação e da Previdência na ditadura, Jarbas Passarinho presidiu o Congresso Nacional (1981-1983) e ocupou o ministério da Justiça no governo Fernando Collor, presidente eleito diretamente após a redemocratização.

    Em suas memórias, “Um híbrido fértil”, afirma que foi o primeiro ministro militar a admitir, publicamente, nos anos Médici, a existência de tortura (em entrevista ao repórter Reali Júnior).

    “Reconhecemos que houve abusos por parte do governo. Mas eles não aceitam isso desde a Lei de Anistia de 1979. Recorreram ao Congresso, perderam, e depois foram ao Supremo, que manteve a vigência da lei. Agora estão recorrendo a tribunais internacionais”, critica Passarinho. Ele revela que mantém alguma proximidade com o ex-deputado José Genoino, assessor do ministério da Defesa, desde os tempos em que conviveram no Congresso. “Ele se aproximou muito de mim, me tratou muito fidalgamente”, conta.

    Ao defender a apuração de crimes dos inimigos do regime, Passarinho prefere não generalizar: “Separa. Quero dizer da esquerda radical, do PCdoB. Quando houve a votação (da Lei de Anistia), eles ainda não eram legalizados. Foi no governo Sarney que houve a legalização. Depois de eles terem tido essas decepções, chegaram ao absurdo de querer comparar com o Tribunal Penal Internacional”. O ex-ministro quer a apuração de abusos de guerrilheiros do PCdoB no Araguaia. E, para reforçar, lembra-se da morte do filho de um fazendeiro da região, colaborador do Exército. “Eles o chacinaram, cortando o rapaz (João Pereira) em fatias e com uma facada no coração, na presença dos pais”.

Deixe seu comentário

  • CHOPP CHU ESTÁ DE VOLTA!
    3 de outubro de 2021 | 22:20

  • BASE DE RODRIGO NÃO QUER ALIANÇA COM PT
    23 de setembro de 2021 | 19:39

    As reiteradas declarações de Lúcio Vieira Lima sobre um provável apoio do MDB baiano à candidatura do petista Jaques Wagner ao governo , em 2022, caiu como uma bomba em Itapetinga, com a base do prefeito Rodrigo Hagge reagindo e se posicionando contrária á malfadada ideia, por razões mais do que óbvias: o PT é o principal adversário do MDB no município.

    CONFIANÇA EM RODRIGO

    Mesmo assim, a decisão final será do prefeito Rodrigo, que deverá ouvir o MDB local e sua base aliada, caso o diretório estadual decida se aliar ao PT ou a qualquer outro partido. A confiança no jovem prefeito é total, mas a preferência dos Saruês e Gabirabas é por ACM Neto, lembrando que o DEM já é parceiro do MDB em Itapetinga e faz parte do governo municipal. Uma aliança com o PT inviabilizaria essa e outras parcerias e racharia a base de Rodrigo.

    APOIO DE MICHEL A WAGNER EM 2006

    Nas discussões sobre essa questão, muita gente cita o apoio de Michel Hagge a Jaques Wagner, nas eleições de 2006, mas o contexto era outro e permitia essa aliança. Michel era prefeito e tinha como principal adversário o então governador Paulo Souto, seu primo carnal. Itapetinga era tratada a pão e água pelo governo do estado, a mando do velho ACM. Por outro lado, o MDB nacional e estadual faziam parte do governo Lula, com Geddel no Ministério da Integração Nacional. Deu a lógica.

    E JOÃO ROMA?

    Outra opção para o governado da Bahia é o candidato bolsonarista João Roma, Ministro da Cidadania e amigo pessoal de Rodrigo. Apesar do nome dele ainda não estar nas discussões no tabuleiro político local, é bom lembrar que a votação de Bolsonaro em Itapetinga nas últimas eleições, foi majoritária, tanto no primeiro quanto no segundo turno. Isso pesa e deve ser decisivo em 2022. É caso a pensar…


  • 22 de setembro de 2021 | 10:48

  • INAUGURAÇÃO NESTA SEXTA
    13 de setembro de 2021 | 17:06

  • RODRIGO TEM INDEPENDÊNCIA
    3 de setembro de 2021 | 11:47

    Em entrevista recente a uma rádio de Conquista o prefeito Rodrigo Hagge afirmou que não está participando de nenhuma articulação do MDB estadual para um provável apoio à candidatura de Jaques Wagner (PT) ao governo da Bahia e que o MDB de Itapetinga tem independência para escolher a quem apoiar para o governo. Só para lembrar, o MDB de Itapetinga é antipetista.

    COISA DE LÚCIO

    De acordo com a imprensa de Salvador, Lúcio Vieira Lima tem conversado com petistas e pode apoiar Wagner, mas não tem a garantia de que será acompanhado pelas lideranças do MDB nessa sua nova aventura. A tendência dos emidebistas do interior é apoiar ACM Neto e até João Roma. PT fica difícil.

    OUTRO MOMENTO

    É verdade que em 2006 Michel Hagge apoiou Jaques Wagner na sua primeira eleição para governador e que Wagner subiu no palanque de Michel em 2008, mesmo tendo um candidato a prefeito do PT na cidade. Era outro momento e de lá para cá as relações não são mais as mesmas. Apesar da liderança de Rodrigo ser incontestável, fica difícil convencer os Gabirabas e Saruês a apoiarem seus ferrenhos adversários, depois de tanta perseguição contra a gestão de Rodrigo e seus correligionários, por Rui Costa e seus prepostos. Não vejo com bons olhos.

    FOTO COM ROSEMBERG

    Rodrigo explicou na entrevista que cumpriu agenda institucional em Salvador, na Sesab e Seagri, para tratar do retorno de Itapetinga à Policlínica de Conquista e para reativar o projeto do Frigorífico de Aves, prometido pelo ex-secretário da Agricultura. Rosemberg aparece na foto porque também acompanhou a visita institucional de Rodrigo, como deputado da região. Nada mais do que isso. O resto é mera ‘especulation‘.

    O ‘TRATOR’ RENAN DEVE RECUAR

    O vice-prefeito Renan Pereira tem sido aconselhado por amigos e até familiares a não “aparecer muito” nos eventos bolsonaristas em Itapetinga, para não ‘queimar o filme’ com o cacique estadual do DEM, ACM Neto, que quer ver Bolsonaro pelas costas. Se o “trator” vai aceitar o conselho, é outra conversa. Mas 7 de Setembro tá vindo aí e tem manifestação de apoio ao presidente marcada. Será que vai viajar? Tô apostando…

  • VAI DE CORONAVAC ?
    13 de agosto de 2021 | 20:36

    Aplicada em massa no Brasil e até no Chile, a vacina chinesa Coronavac está na berlinda. Casos de pessoas que receberam as duas doses do imunizante e contraíram o vírus da Covid-19 se repetem, com a grande mídia bancada por Dória de boca fechada. Pior ainda foi a morte do ator Tarcísio Meira e agora a contaminação de Silvio Santos, que também receberam duas doses da Coronavac.

    ANVISA DESCONFIADA

    Desconfiada da pouca eficácia da vacina chinesa, a Anvisa já pediu à Pfizer estudos sobre a aplicação de uma 3ª dose de reforço para quem já recebeu duas doses do imunizante, como aconteceu no Chile, onde 70% da população vacinou duas vezes com a Coronavac e mesmo assim a contaminação voltou forte. Como dizem os bolsonaristas e até os petistas, “Isso a Globo não mostra!”.

    GENTE DESISTINDO

    Aqui na Bahia, tem gente se recusando a vacinar com o imunizante chinês, que ainda está sendo distribuído no estado. Em várias cidades, pessoas saíram das filas quando souberam que iriam ser vacinadas com Coronavac. Preferem, assim como o nosso governador Rui Costa, a vacina da Pfizer, mas encaram a Astrazeneca sem problemas. Baiano é lascado, mas é chic…

  • LOTEAMENTO MORADA DO PARQUE
    21 de junho de 2021 | 18:25


  • 14 de junho de 2021 | 22:01


  • 27 de fevereiro de 2021 | 22:38


  • 27 de fevereiro de 2021 | 22:34

  • RSSArquivo de Quentinhas & Boas »


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia