A candidata do PV à Presidência, Marina Silva, fez ontem um apelo para que os eleitores levem a eleição ao segundo turno e decidam “entre duas mulheres” quem vai governar o país até 2014. Ela ironizou a queda de José Serra (PSDB) nas pesquisas e se apresentou como única alternativa a Dilma Rousseff (PT), embora esteja 21 pontos atrás do tucano, segundo o Datafolha. “Parece que o povo brasileiro quer uma mulher na Presidência. Então vamos equilibrar o jogo entre as mulheres e levar as duas ao segundo turno”, pediu, em Florianópolis. “Não precisamos desistir deste sonho.” A senadora disse ver candidatos “desesperados” e atacou o preço dos pedágios em São Paulo, repetindo estratégia do PT contra a gestão de Serra no Estado. (Folha)