Lula não disfarçou a preferência por Wagner

Enquanto a presidenciável Dilma Rousseff (PT) teve de ser discreta em seu discurso ao ressaltar a ligação de “projetos” com o governador Jaques Wagner (PT), por ter palanque duplo no estado, em seu discurso no comício realizado na noite desta quinta-feira (26), o presidente Lula deixou evidente sua preferência pelo petista. Chegou a trata-lo como “futuro governador reeleito” e seguiu com os afagos: “Não digo isso a todo mundo, mas para você meu galego eu digo. Nem todo irmão é um bom companheiro, mas um companheiro é um grande irmão”, disse, para em seguida, de forma discreta, reconhecer que Wagner teve dificuldades na gestão frente ao Estado. “O seu segundo mandato será infinitamente melhor que o primeiro”, desejou. Eleito pelo governador como seu “conselheiro político”, Lula cumpriu com a função e torpedeou os oposicionistas no estado.  Lula aconselhou Wagner a “não perder nunca a calma e manter a cara boa, mesmo quando os adversários estiverem babando de ódio, pois o povo percebe quem está irresponsavelmente xingando e quem está tranqüilo e sereno”. Bahia Noticias