As demolições foram determinadas pela Justiça Federal

As 26 barracas de praia de Patamares foram ao chão no início da manhã desta terça-feira (24), no segundo dia da operação de demolição das 353 barracas da orla de Salvador. A ação da Sucom é coordenada por uma força-tarefa formada por policiais federais, militares e pela guarda-municipal. Até o momento, houve apenas um registro de resistência de um senhor de 70 anos, conhecido como “Vavá”, que se trancou em uma barraca e só saiu após negociação. Todas as outras barracas devem ser demolidas em um prazo máximo de 11 dias, mas os trabalhos devem ser encerrados na próxima sexta-feira (27). Já os entulhos poderão ser retirados das praias em três meses. Informações do Correio.