MPE pedia impugnação de Hagge pela aprovação de uma lei em Itapetinga

Em sessão realizada na noite de quinta-feira, o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) deferiu o requerimento de registro da candidatura à reeleição da deputada estadual Virgínia Hagge (PMDB) que havia sido impugnado pelo Ministério Público Eleitoral. O questionamento do registro da candidatura da deputada foi feita a partir de um parecer do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM), que considerou irregular o fato de no ano 2005 a Câmara Municipal de Itapetinga ter aprovado uma lei que recuperava as perdas salariais provocadas pela inflação para todos os agentes públicos do município. À época, a deputada presidia a Câmara de Vereadores. Politica Livre