Roseane foi removida para Salvador, acompanhada pelo padastro (camisa listras brancas)

A menina Roseane Santos Queiroz, de 11 anos, que teve a perna amputada na tarde deste sábado (24) após ter sido atingida por um fio de alta tensão, já está em Salvador. Ela deixou o Hospital Cristo Redentor, na cidade de Itapetinga no início da tarde desta terça (27) e chegou ao Hospital da Sagrada Família, no Monte Serrat, por volta das 15h30.

Acompanhada pelo padastro Daniel Ferreira Seles, Roseane foi transferida para Salvador através de uma UTI aérea disponibilizada pela Coelba. Uma equipe especializada do Serviço de Atendimento Móvel (SAMU) de Vitória da Conquista foi à Itapetinga e ajudou no transporte.

Segundo informações da assessoria do Hospital da Sagrada Família, o estado de saúde da menina é considerado estável. Roseane já foi examinada por um especialista, que pediu uma série de exames, e um parecer médico será divulgado nesta quarta-feira (27). Ela ficará internada no setor de queimados do hospital.

Roseane teve a perna amputada por volta das 13h do último sábado (24) no bairro Vila Izabel, em Itapetinga. Ela tentava salvar os irmãos gêmeos de 1 ano e sete meses, que brincavam no passeio, quando foi atingida por um fio de alta tensão. As crianças acabaram tocadas pela fiação e morreram. Elas foram enterradas neste domingo (25).

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Itapetinga, que irá avaliar se houve problema na rede elétrica. Os agentes aguardam o resultado de um laudo técnico para verificar a causa do acidente. Correio

Foto: Itapetinga Agora (Tiago Bottino)